JONILSON, UMA AGRADABILÍSSIMA SURPRESA.

Quando Jonilson foi contratado, eu não fui um dos muitos céticos que criticaram a sua vinda. Já o conhecia do Botafogo, onde o vi fazer partidas realmente muito boas.
A experiência no Cruzeiro não foi satisfatória, mas entendo que os azuis tinham um plantel muito grande na época, com várias opções, e ele era apenas uma delas.
Na maioria das vezes, ele não era o escolhido. E quando o era, estava sem ritmo de jogo.
Ter plantel grande em quantidade e forte em qualidade tem duas faces:
A primeira, muito positiva, é que o time tem a possibilidade de manter boa performance durante todo o campeonato e ao mesmo tempo, deixa à disposição do treinador uma variedade muito rica de esquemas táticos e alternâncias.
A segunda face, por outro lado, é negativa em função de que muitos jogadores de primeira qualidade (que seriam titulares absolutos em outros times) são relegados à categoria de meros espectadores nos jogos e simples coadjuvantes nos treinos.
Resultado: A auto-estima cai e a desmotivação toma conta. Isso acontece com qualquer ser humano em qualquer área de trabalho e não é novidade para ninguém.
Foi fundamentado na segunda hipótese que eu analisei a contratação do Jonilson. Para mim, ele entrou em parafuso no Cruzeiro, mas permanecia sendo um bom jogador.
Esta visão se provou verdadeira. Jonilson estreou logo na semana da chegada, ao contrário de muitos outros.
E não só entrou em campo, como também jogou uma bola redondinha. Talvez seja a peça mais regular que o Galo tem. Ele mantém um nível entre notas 7 e 8 em todos os jogos.
É um volante pegador, de bom passe e um verdadeiro carrapato a incomodar os adversários do princípio ao fim do jogo.
Para quem não acreditava, foi uma agradabilíssima surpresa e uma lição de vida.
Hoje Jonilson é, sem dúvida, um dos jogadores mais importantes do plantel.
Anúncios

4 comentários sobre “JONILSON, UMA AGRADABILÍSSIMA SURPRESA.

  1. Sem dúvida é o nosso melhor primeiro volante. Titular. Na época não critiquei, nem elogiei. Na verdade nem o conhecia. Mas é um bom volante. O meio vai se reforçar com as voltas de Araújo, Serginho, e com Correa e Ricardinho (se vier). Tardeli, Renteria e Eder Luís na frente. Acertando a defesa… Cara, ainda podemos sonhar com o título… Sonhar real… Abração, Jota Paraná.

  2. Roberto, o sonho tornou realidade, né, Ricardinho já é do Galo, e o Jonilson, m,e agrada muito o seu futebol, sério, simples, não é violento, não usa muito as mãos, se tiver alguem na frente dele, para mostrar o jogo, vai aparecer mais e mais, tem que ter um zagueiro que saiba mostrar o jogo, gritar na hora da marcação e posicionar os volantes, e o Goleiro também, assim facilita os atletas, nas suas funções, para mim, fica como titular, quem sai é o renan indio. Não tinha comentado sobre o Alemão, gosto demais das narrações dele, a homenagem é justa, tanto sua como do terreiro.

  3. Thiago, concordo. Mas o Jonilson é mais regular.Jota, concordo tbm. O título agora é possível.Guerra, vamos pras cabeças!Abraços a todos.

Os comentários estão desativados.