O RESGATE DA OUSADIA DO GALO.

“Eu sou um cracaço de bola e não consigo render com esse técnico. Será que estou ficando ruim?”

Talvez esta pergunta seja feita diariamente na cabeça de um atleta de futebol. Um questionamento natural de todo ser humano. Entre a certeza de que é mesmo bom de bola e a dúvida sobre se isso é realmente verdade. Algo assim como… eu sou bom… mas serei mesmo bom de verdade? Meio louco, né? Mas é a realidade.

Freud pode até explicar, mas na minha concepção, quando a dúvida sobre a sua própria competência dentro de campo toma conta de seus pensamentos, o jogador perde aquilo que é a essência de todo atleta: a coragem de ousar.

A partir daí, até o simples domínio de uma bola que vem alta é um tormento. Algo que o jogador fazia de olhos fechados vira a maior dificuldade. Se as coisas mais elementares ele passa a fazer de forma vacilante, quanto mais uma enfiada de bola entre os zagueiros  ou um passe de 40 metros para um contra-ataque. Pode desistir, não sai mesmo!! A cabeça congela o ato e a auto-confiança vai pro saco!!

Não, meus amigos, o L&N não é um blog de temas psicológicos, embora tenhamos  a honra de contar com a presença diária de leitores psicólogos, como a Rita de Cássia, por exemplo.

O que eu quero dizer é que a presença de um técnico vitorioso à beira do gramado descongela a ousadia que existe em cada jogador e cria condições mentais de não se limitar à jogada mais óbvia.

Do mesmo modo que um treinador perdedor inibe as iniciativas em prol de um esquema engessado e tacanho.

Um técnico ganhador sabe onde o jogador rende mais. Querem um exemplo recente? O Alex (que joga hoje no Fener, da Turquia), veio uma primeira vez para o lado de lá. Não jogou absolutamente nada. Foi um perna-de-pau!

Na segunda vez em que veio, bancado pelo Luxemburgo, jogou uma enormidade. Porque mudou tanto se era a mesma pessoa, o mesmo jogador?

Sim, era, mas a cabeça não. A cabeça era completamente outra, devido a um cara que mudou seu posicionamento dentro de campo, chamou-o num canto e disse-lhe: olha, meu caro, você agora vai jogar assim e assado e se não estiver se sentindo bem é só me falar. Ouse e terá todo o meu apoio.

Pronto, o cara desembestou a dar assistências e a fazer gols. Inclusive contra nós, o que foi uma desgraça, diga-se de passagem.

Como este caso, eu já vi centenas. O último mais relevante: quem diria que o André Santos jogaria aquela bola toda no Corinthians? Ele passou por aqui e foi um zero a esquerda. E olha que para amargar uma reserva do Thiago Feltri o cara tem de ser ruim demais da conta, sô!

Então, de onde foi que surgiu aquele futebol vistoso e atrevido e que acabou levando-o à seleção brasileira? Claro que foi o Mano Menezes que enxergou ali um potencial que outros não viram. Outra vez foi o tal do posicionamento e a conversa ao pé do ouvido.

Quem ensinou o caminho das pedras foi o Mano. Foi o resgate de sua auto-confiança que deu suporte à sua ousadia, exatamente o que aconteceu com o Alex, do Fenerbahce.

O bom técnico tem de saber identificar as virtudes de cada um e dar-lhe apoio para praticá-las sem traumas ou medos.

E porque estou escrevendo coisas que podem parecer sem sentido para a nossa realidade atleticana? Eu explico num pulo só:

Acho que o Luxemburgo conseguirá incutir no nosso plantel um fortalecimento mental muito grande. E isso se refletirá no campo de jogo com mais compactação e criatividade.

Ricardinho, convenhamos, não jogou nada ainda. Pois acredito que jogará muito daqui pra frente em novo posicionamento. O Junior tem motivos de sobra para arrebentar, depois dos elogios públicos que recebeu e do contrato de renovação que ganhou aos 45 minutos do segundo tempo.

O Coelho treinou durante todas as suas férias. Idem Welton Felipe, que foi ao CT todos os dias para se tratar. Afora outros exemplos que, por falta de espaço, não os citarei.

Tá bom, tá bom… ainda assim precisamos de mais 4 ou 5 reforços. Concordo. Precisamos mesmo, de verdade.

Mas de nada adiantará os reforços chegarem e se depararem com um time sem auto-confiança e sem gana de vencer, perdido em suas próprias inseguranças.

A capacidade de acreditarem em si mesmos é o maior reforço que esta equipe pode receber, tenham a certeza disso!!!

E se Luxemburgo já fez isso antes, o fará de novo, tenho fé.

A força mental, não a pele endurecida, é que faz um faquir andar sobre lanças e pregos. Nada mais.

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE SOBRE O GALO À DIREITA DA PÁGINA.

Anúncios

50 comentários sobre “O RESGATE DA OUSADIA DO GALO.

  1. Mais uma vez, Perfeito!

    Permita-me a ousadia, mas o nome correto do time da maestrina azul é FENERBAHCE e não Fenerbarch. Erro idiota, mas prova de que li o seu texto com muita atenção.

    Um abraço

  2. Por melhor e mais inovadora e competente que seja a Comissao tecnica do GALO ,por melhor e mais vencedor que possa ser o treinador do ATLETICO,com esse grupo apenas razoável que nosso time tem nao se poderá ir muito longe…NOano passado fizemos um bom brasileiro até faltarem 5 rodadas…ai na hora do -vamover-nao tivemos aqueles 2 ou 3 jogadores decisivos que resolvem a parada na hora H , independentes de treinador.Ou alguém acha que o ANDRADE treinador do campeao Flamengo é algum genio do futebol!!! Andrade apenas distribuia camisas e quem decidia os jogos eram ADRIANO,PET,LEO MOURA,MALDONADO,ALVARO, BRUNO,JUAN e outros exelentes jogadores que eles tinham. Penso que nosso presidente precisa realizar LOGO mais duas ou treis contrataçoes de alto nível pois nao podemos perder a chance de começarmos um ano com um grupo FORTE formado e nas maos do melhor treinador do BRASIL …

    1. é mas o jogador precisa ter um bom ambiente de trabalho e ser valorizado no clube…
      se num tiver isso num adianta nda

      pet no galo foi um 0 a esquerda… e no fla??
      adriano num jogava nda na europa.. e no fla??
      maldonado viria para o galo no lugar de j. luis e nosso “tecnico” vetou o contrato

      ambiente de trabalho, respaldo da diretoria, salarios em dia e UM TECNICO BOM!! ISSO FEZ O FLAmerda SER CAMPEÃO

      Agora é apoiar o luxa.. Um bom Tecnico faz milagre sim!!!!

    2. Conforme eu digo no texto, meu amigo Alberto, nós precisamos sim de 4 ou 5 reforços de peso. E acredito que ainda estaremos mais fortes no princípio do ano.

  3. Só mais uma coisa.

    O Luxa está a 2 anos sem ganhar um titulo eu acho. E a imprensa fica detonando o cara falando que está ladeira a baixo.
    O Luxa não é bobo e conhece a torcida do Galo pois ja jogou contra a gente qts vezes dentro do minera lotado ?
    Estamos a um bom tempo tb sem ganhar um titulo nacional e até mesmo de participar de uma libertas e com certeza ele vai fazer o possivel para conquistar um caneco e acho que vai ser o da Copa do Brasil que já bateu na nossa porta um milhão de vezes e não levamos o caneco para a colina de Lourdes por muita incopetência dentro e fora de campo.
    Já que o Galo está a muito tempo na fila e o Luxa tb o resurgimento do melhor técnico do Brasil será nesse ano.
    Pelo menos eu sei de uma coisa. Ele chama o jogador na responsa e se amarelar com ele vai ficar queimado e nenhum jogador quer ficar queimado com o Luxa,não é mesmo ?

    1. Eu vejo a parceria com o Luxa como um ganha-ganha. Os dois têm a ganhar se ajudando. O Luxa precisa se recuperar profissionalmente. O Galo precisa ganhar títulos. Então juntou a fome com a vontade de comer.

  4. Auto-confiança é TUDO. Em qualquer setor da vida, seja pessoal ou profissional. Quando nem a pessoa acredita em si, fica difícil que os outros acreditem nela e els acaba não executando bem nenhuma tarefa.
    E em um atleta a auto-confiança é mais importante ainda. Acreditar em si, nos companheiros de time, no técnico que os dirige.
    Acredito que o GALO não sofrerá com tantos “amarelões” este ano porque temos no elenco jogadores vencedores e acostumados à decisões e à pressão assim como um técnico ousado e com fome de vitória, que confia em sua capacidade e em levar seus comandados aos títulos que a massa tanto deseja.

    1. Cara Zenólia, os amarelões sairam todos. O time foi limpo e dedetizado. O caminho está aberto à nossa frente. Vamos pras cabeças agora. hahaha.

  5. Olha, fui citada no texto, obrigada Roberto…

    Tudo isto que vc. fala faz um baita sentido mesmo.Psicólogo não é bicho de Sete Cabeças nem é o Sr. Sabe Tudo, mas faz falta, às vezes, rs. E o Sr. Roberto assinalou a falta de uma coesão,de uma força Psicológica no Galo.

    Isto me preocupa, deveras, porque o Galo sofre de uma crônica baixa auto estima, que faz com que chegue à beira dos títulos e entregue os mesmos para o adversário.
    O Galo não se impõe na hora H, no dia D, isto é falta de auto-confiança ou baixa auto estima.

    O Galo só ganhou em 1971 o 1º Título Brasileiro porque soube se impor em campo. Teve auto estima elevada, falou que ia ganhar e ganhou, pronto. PT, saudções.

    Olha depois disto é doído ver o Galo em campo, se perder em decisões.

    O técnico que conseguir resgatar esta auto estima do grupo – e eu acredito que seja o Luxemburgo, vai trazer o reforço vital que precisamos no time.

    E um time auto confiante, um grupo positivo, focado na vitória, não se abate fácil. É time pra ser campeão.

    1. Cara Stela, não existe conquista sem imposição das idéias ou ações mais fortes. Roma não conquistou o mundo amarelando. Partiu pra cima e se impôs. O Senna não negociava ultrapassagens. Passava e pronto.

  6. Otimo o seu post venho lendo constantemente seu blog, um do melhores. Realmente você falou tudo. Não adianta ter um times de estrelas sem força psicologica e também não adianta ter um “tanto de perna de pau” psicologicamente motivados. Ter um bom elenco (mesclando jogadores acima da média tecnicamente com “carregadores de piano”) com a confiança em alta é o caminho das pedras. O GALO CHEGA LÁ! YES. WE C.A.M !

  7. Só o fato de expelirmos o ranço da série b que estava infestando o Galo faz tempo já é uma motivação a mais para acreditarmos em algo bom para este ano.

  8. Para corroborar o comentário da companheira Rita sobre a auto-confiança, vale lembrar o que dizia Nelson Rodrigues a respeito da estima baixa dos brasileiros, em especial da Seleção, antes de vencermos a Copa: Complexo de Vira-lata – “a inferioridade em que o brasileiro se coloca, voluntariamente, em face do resto do mundo”.

    Pois o Galo só pode estar sofrendo disto. É um gigante que nas decisões se comporta como um anão.

    Agora, chega! Nosso manager, marqueteiro, palestrante motivacional, blogueiro, twiteiro, psicólogo, psicanalista e, ufa!, técnico de futebol Vanderlei Luxemburgo dará jeito nessa moléstia.

    Depois vamos ser Penta do Mundo…

  9. Se tem uma palavra que precisa ser resgatada no galo é a ousadia pois isso está em falta lá a muito tempo mais muito tempo mesmo, mais novos tempos estão ai.

  10. Roberto, permita chama-lo amigo,com todo respeito, pois ler seus textos é estar por alguns momentos em minha querida BH, e ouvir o mavioso canto do GALOOOOOOOOOOOOOOOO
    Como citaram acima Nelson Rodrigues, é dele também a frase ” todo ser humano é uma via lactea ” tal a importancia da auto estima. Com Fé e trabalho, confiança irrestrita no
    tecnico e sua comissão tecnica ,no elenco , que segundo muitos não está uma “brastemp”
    mas…eu confio e muito .saudações alvinegras.Galo sempre.imo/bh/bsb

  11. Roberto você mais um vez acertou em cheio, foi no âmago, no cerne de um problema comum no Galo dos últimos anos: espírito vencedor. É isso aí. Bora GALO!

  12. Ao Colega Thiago Itabira, preste um favôr para nós todos atleticanos e também para um atleta, como é de Itabira, dê um jeito de entrar em contato com familiares do Renan Oliveira, para eles entrarem nos blogs e assim ver os defeitos do Renan, é tão fácil ele corrigir e se tornar um bom atleta, faça este favôr ao atleta.

    Roberto, postei várias vezes, lá no Atletico anos anteriores, para que eles contratássem um psicólogo, psiquiatra, palestrante, enfim para fazer reuniões com os jogadores, antes e depois das partidas, olha que sou totalmente leigo, mas sempre achei que nosso time necessitava de alguem para dar uma injeção de ânimo, e espero que o Luxemburgo, além dêle e dos seus auxiliares, contrate um psicólogo urgente, e mesmo não acreditando levar lá uns macumbeiros para tirar a zika pelo menos para desencargo de conciencia.

    O que mais gosto no tecnico, prefiro falar TREINADOR Luxemburgo, é que ele sabe treinar uma equipe, fazer treinos de situações de jogo, e uma das coisas que ele disse no sportv que achei o máximo, prefere um jogador habilidoso do que um tecnico, e para fazer um atleta ser habilidoso, é só dar uma bola de borracha pequena para ele num campo de terra cheio de buracos e fazê-lo treinar todo dia o controle desta bola, AÍ AMIGOS SE FORMA UM JOGADOR DE FUTEBOL.

  13. Vamo combinar Roberto se o Luxemburgo tranformar o Renan Oliveira em um jogador útil, vou superar minha cisma com o homem etirarei meu chapéu.

  14. Esse texto quase me fez voltar a acreditar no Renan Oliveira, QUASE. hehe
    Mas parabéns, texto brilhante, é isso mesmo.

  15. Bom dia, Roberto e Galera,
    Nada melhor que encerrar uma semana com a preciosa leitura desse texto. Tenho fé que o Luxa conseguirá reeditar a sua atuação no comportamento do atleta, incutindo-lhe a auto-confiança. E estamos precisando disso com a maioria dos nossos atletas.
    Viajo hoje e tentarei acessar o blog no hotel, na esperança, também, de termos novidades com contratações corretíssimas.
    Grande abraço a todos.
    E dá-lhe, Galo!

  16. Roberto, concordo com tudo que disse. E, pra ajudar os jogadores a ter mais motivação este ano, segue o que a Gazela Azul disse:
    ”Ele (Luxemburgo) vai se decepcionar, vai se decepcionar muito. Ele é um dos melhores treinadores do mundo, é verdade, mas treinador não ganha jogo. Treinador não joga, primeiro você tem que ter um grande elenco e não estou vendo um elenco tão qualificado assim na mão dele. É um bom time, claro, mas vamos ver se ele consegue fazer mágica. Com esse time que aí está, com todo respeito que tenho ao rival, não é time para enfrentar o Cruzeiro não. Tomou de cinco duas vezes”, disse Perrella à TV Alterosa, referindo-se às goleadas nas últimas duas finais estaduais.
    Fonte: Superesportes.
    Se eu fosse jogador do Galo “colaria” a mensagem acima na parede do meu quarto, no guarda-roupa, no meu carro, etc. Iria mostrar pra Gazela nanica quem tem elenco mais qualificado aqui em Minas.

  17. Eu também Stella, e ia repetindo todos os dias, vou vencer este cara, vou vencer este cara, e treinaria 2 – 3 a 4 horas a mais, só para calar a bôca do cara e depois pedia uma coletiva com direito a resposta, e na hora só falava assim, Deus tenha piedade destes arrogantes, sua inveja vai acabar lhe matando.

    Roberto, o seu antigo enderêço, acho que não era encontrado porque os visitantes tinha que dar muitas voltas, agora meu caro, sua casa sempre está florida.

    Há e fui lá no antigo suas explicações, hahaha, será que os caras do blogspot velox etcs leram, será que não deu vergonha hahaha

    Amigos o Renteria já era, acertou a rescisão, mais um e mais uma vaga para coisa melhor

    1. Florida, Guerra? Isso é coisa de maria, sô!! hahahaha. Se os caras da velox e blogspot leram, melhor. Ficam sabendo que deixaram um monte de gente puta da vida. Abraços, amigo.

  18. Obrigado, dividiremos a honra .amo sua escrita acre-doce,em se tratando do GALO ,
    sou 100% Lances e Nuances.Por favor, diga ao Guerra (desculpe a audácia) que os
    acompanho no twiter e voces são hilários.Duas “personas” que gostaria de conhecer.
    abraços.imo/bh/bsb

    1. hahahaha. Muito obrigado, amigo. Nós nos conheceremos um dia, com certeza. O Guerra gostará muito de ler isso. Ele é gente da melhor qualidade e um atleticano insuperável. Abraços.

  19. Vida longa ao Lances e Nuances!!!
    Otimos textos bem esclarecidos e que agente não vê por ai!
    Vc ta conquistando a galera com suas ideias bacanas e otimos textos.
    O que vc disse sobre o luxa é muito correto e ele é nosso comandante/psicologo.
    E é com ele que vamos começar a mudar a historia do Galo pra time vencedor e papa titulos.
    Esse ano é do Atleticano!

    Galo sempre!!!

    1. Oxalá dê tudo certo, Alexandre. E obrigado pelos elogios. Isso vai aumentando a responsabilidade na mesma proporção que os acessos ao L&N estão se multiplicando. Que bom que todos estamos juntos nessa. Abraços.

  20. Realmente Roberto, o florida é coisa do outro lado da lagoa, mas nós aquí no blog, temos várias vozes feminina, e que nos deixa, felizes, e o florida foi para elas, hahaha sai bem né?

    imo-bh/bsb o prazer vai ser nosso, e como já nos segue no twitter, né Roberto, nos deixe seguir você também, aí o contato será maior, e será melhor, para assim defendermos divulgarmos e comentarmos sôbre o nosso Galo, e quem sabe um dia estarmos todos juntos em um jôgo, principalmente lá no 6º coqueiro para a resenha e concentração.

    E já pode considerar este atleticano como amigo.

  21. O ATLETA, tem que ter gana, força de vontade e ambiçao, se nao tiver ambiçao se perde.
    quando o renan fez um ótimo jogo contra o fla, em 2008, perante 77 mil flamenguistas, pensei, esse menino é bom. ano passado com aquele tecnico, limitado que tinhamos, ele simplesmente desapareceu. mas com o marcelo oliveira , estava engrenando, o roth, o colocava de atacante e queimou o garoto. acho que o luxemburgo, recupera aquele, vontade dele de jogar futebol.
    mas o R.O. tem que ser otimista, e ambicioso, se nao vira um tcho da vida, que muitos achavam que era craque. agora o venderlei nao é bobo, nem o kalil, vao contratar um bom atacante, ou centro avante de area. so temos o muriqui e o diego tardelli.
    se machuca um deles ou leva cartao complica, essa ansiedade de toda a torcida, esperando uma twitada do kalil, mata a gente de ansiedade. ta na hora de agir rapidode pelo menos uma s tres boas contrataçoes. todo dia, procuro aqui noticias dos reforços e nada.
    sei que vao contratar, mas ta demorando, e fico ansioso como todos.
    nao vejo a hora, de chegar logo umas tres boas contrataçoes.
    vamos esperar, que venham esses reforços logo, tirando muriqui e o tardelli nao temos atacantes. que venham e sejam felizes no galo.

  22. é o que eu digo roberto,conheci seu blog e adorei seus testos, orenan oliveira, eu acreditei, deois daquele, jogo contra o fla. 3×1 no maracana lotado, mas mesmo com as contusoes, e o ex tecnico do GALO, escalando ele fora da posiçao, acho que nao emplaca, se o luxa conseguir motiva-lo, ele vai , mas parece que nao tem gana, vontade entende.
    lembra , do ramon doidao, era doidao, mas tinha bola. concorda.
    lembra do cairo, do tcho que alguns ,achavam que seria um grande camisa 10.
    é o renan, acho que o wendell se subir, é melhor aposta que ele. joga facil.
    e o luxemburgo sabe, como ninguem trabalhar a cabeça destes caras.
    concordo com vc por enquanto sobre o renan oliveira, a esperança é o luxemburgo.
    trabalhar o garoto, se nao der, acabou sua carreira.
    vi uns jogos do weendell, parece ter mais vontade e bola tb.
    abraços e continue com esses belos textos.

    1. Obrigado pela parte que me toca, amigo. As promessas (?) que vc cita não se cumpriram, não é? Cairo, Tchô, RO… Olha, este último tá indo pelo mesmo caminho. Luxa é um bom treinador, mas não sei se ele consegue fazer milagre com o RO.

Os comentários estão desativados.