A JORNADA NA COPA DO BRASIL COMEÇA HOJE PARA O GALO.

O Galo entra em campo contra o Juventus do Acre, hoje à noite, com:

Carini, Coelho, Cáceres, Jairo Campos e Leandro; Jonilson, Correa, Ricardinho e Renan Oliveira (ou Obina); Tardelli e Muriqui.

É o início de uma jornada numa competição que nunca foi o nosso forte. Só uma vez alcançamos a semifinal e conseguimos perder para o Brasiliense em Brasília e no Mineirão. Duas derrotas por pura incompetência.

De outra feita, fomos roubados descaradamente por Carlos Eugênio Simon, no Maracanã, frente ao Botafogo. E aí foi pura roubalheira.

Quando não é de um jeito, é de outro.

Mas este ano, depois de um longo e tenebroso período de hibernação, o Galo vem com mais força.

Depois do que vi contra o cruzeiro até os 30 minutos do segundo tempo, posso dizer, sem medo de errar, que o time agora tem uma defesa mais sólida, um meio de campo vibrante  e pegador e um ataque rápido e insinuante.

Ainda falta à equipe maior criatividade no meio, é claro. O time ainda se ressente da ausência de um organizador de jogadas, um municiador de ataque, o responsável pelas tramas inteligentes do meio para a frente.

Falta o toque de Midas por aquele setor, um pé que transforme tudo em ouro.

Mas, como não se acha um jogador desses em qualquer boteco ou mercearia, vamos seguindo adiante da maneira como está.

Se o Galo que jogará doravante for o mesmo que jogou contra o cruzeiro até os 30 minutos do segundo tempo, ouso dizer que seremos candidatos sérios e consistentes ao título da Copa do Brasil.

Não há motivos para não sê-lo. Os jogadores agora sabem do que são capazes. Antes não sabiam. O fator confiança é fundamental em um torneio mata-mata.

Nunca fomos bons copeiros. Mas podemos ser excelentes. O que nos impede?

Vanderlei Luxemburgo está aí justamente para isso. Ele pode fazer a diferença, se conseguir  incutir na cabeça do plantel atleticano o espírito guerreiro essencial para a disputa de um torneio com essas características.

E eu acredito em Luxemburgo. Em pouco tempo, o Galo já está com uma outra cara. Ajustes são necessários, mas estamos quase prontos para a foto. A gravata italiana e o paletó Armani, que ainda não possuímos, virão com mais uma ou duas contratações.

Aí posaremos para a posteridade com a auto-estima refeita e elevada.

Finalizando, não quero deixar passar em branco o seguinte:

Se Obina não jogar, Renan Oliveira estará em campo. E só de pensar nisso, meu corpo fica todo empolado.

Adquiri, ao longo dos anos de experiências frustrantes com este jogador, uma “renantite” crônica que não me larga.

Será que vamos jogar com apenas 10 jogadores mais uma vez? Ou o rapaz finalmente se rendeu à beleza de uma bola de futebol e abandonou o sentimento de nojo que tinha por ela?

É o que veremos nos próximos capítulos.

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE NO GALO À DIREITA DA PÁGINA.

13 comentários em “A JORNADA NA COPA DO BRASIL COMEÇA HOJE PARA O GALO.

  1. RC,

    Como comentei no blog do CM, considero esse jogo como treino, e não podemos aceitar qualquer resultado diferente da eliminação no primeiro jogo. Afinal é um time de peneirada com dengue!!!

    Acho interessante o Luxa fazer algumas experiências como o Junior na meia, e o Aranha de volta ao gol!!!

    Quem sabe…

    2010, o ano do Galo!
    AGUARDEM!

  2. Caro Roberto,

    Agora é força total na copa do Brasil. Hoje, iremos atropelar o Juventus do Norte do país. Olhando a tabela, teremos o Santos pela Quartas ou semi finais, acredito ser o adversário mais difícil nessa copa. Mastenhamos fé e garra que, este ano, o Luxemburgo cumpra sua palavra e coloque nosso Galo na Liberdadores. Me dói assistir esse campeonato e lembrar que tivemos tão próximos e agora temos que ir ao Acre buscar uma vaga. Pois bem, iremos lá e vamos ganhar porque estamos mordidos pela derrota para os marias e a arbitragem mineira.
    Quanto aos comentários, vamos dá força ao R.O., largue essa renantite, o garoto tem talento, está melhorando esse ano, só jogou mal contra o cruzeiro, nos outros ele entrou bem. E quanto ao Midas do meio de campo, este tem que ser o Ricardinho, foi contrato a preço alto e ainda não mostrou para que veio ao Galo, sua única partida decente foi contra o Goiás no Serra Dourada ano passado e só.

    abraço Rafael

  3. Roberto, será que vai começar o meu sofrimento, com TREINADOR gosto do Luxa como treinador, mas n~~ao estou vendo no time nada de treinamento.

    Sou TARADO mesmo com jogadas de tabelas rápidas dois toques o 1 – 2 isto sim que se consegue furar qualquer retranca e mata qualquer bom zagueiro porque é muito difícil se marcar jogadores fazendo tabelas se desmarcando recebendo e soltando bolas de primeira, mas o que está se vendo é jogador se desmarcando mas escondendo do jôgo o único que aparece é o Ricardinho, mas sozinho só se fizer tabela com os adversários, ninguem aparece para perto dêle se produzir uma jogada não chutam a gol, não conseguem a pegar aquela que o boleiro chama de segunda bola, o rebote alí na frente da grande área que se deve chutar de bico até de bunda se for necessário, mas não estamos fazendo isto.

    Corrigir êrros será tão difícil assim, entra jogador e sai jogador e os êrros continuam os mesmos, poderiam pelo menos mudar os erros mas não são os mesmos assim é D+ pro guerra aguentar, saber antecipadamente o que o adversário vair fazer e nós errarmos novamente, neeeem!

    1. Eu admiro no futebol as mesmas coisas que vc, amigo. Mas peço licença para discordar sobre não ver no time nada de treinamento. Pois eu vi contra o cruzeiro e Juventus uma evolução bem legal. O time está encorpando. Abraços.

  4. Pra muitos simpatizantes um resultado negativo como o de domingo da uma desanimada…
    Mas somos ATLETICANOS e isto não existe pra nós que temos o Galo no sangue no coração e na alma.
    Vamos ganhar o mineiro e a copa do Brasil e vamos começar hj a trilha de um ano vitorioso.
    Quanto ao Rapaz citado no texto acho que sera a ultima chance dele no time titular.
    Ele ta dando urticária até no Luxemburgo, aposto!

    Galo sempre!!!

    Abraço camarada Roberto.

  5. Boa noite, Roberto e Galera!
    Estamos no limiar de mais uma partida estranha, em lugar estranho, que não tem nada a ver com o nosso Galo. Mas jogar futebol é o ofício dos atletas que vão a campo hoje e eles tem que fazer isso bem para levantar o moral e começar a dar uma definição à equipe.
    É jogo de um lado só. Do lado do time do Norte, só vontade. Então, que prevaleça o futebol.
    Quanto à sua “renantite”, Roberto, não seja tão severo com o rapaz. COmo comentei no seu blog, o Luxa não estava “brabo” com ele no jogo contra as marias. Parece que a função dele era acompanhar o meio campo das bichas e, mesmo não aparecendo no jogo, o meio deles não conseguiu criar tanto como normalmente o faz. Não é verdade?
    E, para mim, foi o único jogo em que não apareceu na era Luxa. Nas demais vezes que entrou cumpriu bem o papel e foi mais “ousado”.
    Quanto ao seu comentário sobre o Leandro, aí não alivio não. Você o acha mais firme na marcação. Não é minha opinião. A bola que ele levou entre as pernas contra o Zebu e outras “avenidas” que ele deixou na esquerda… sei não.
    Mas você não achou meu comentário pertinente? Não tem nem reserva para a lateral esquerda… Junior Penta não joga nada na esquerda. Atualmente ele só “cai” pela esquerda na hora de atacar… Por isso acho uma necessidade uma contratação de um lateral esquerdo.
    E dá-lhe, Galo! Hoje e sempre.

    1. Concordo quanto ao comentário, pertinente sim. Falta mais um para a lateral esquerda, pois o Saci saiu numa perna só. Mas continuo defendendo o Leandro… hahahaha. Abraços, amigo.

  6. Grande Roberto,
    Também acho que nesse ano temos um time com boas chances de, pela primeira vez, ser campeão da Copa do Brasil. Também concordo com vc que ainda nos falta um organizador de jogadas no meio campo. Contudo, ainda penso que o nosso calcanhar de Aquiles ainda continua sendo na zaga. Não que nossos jogadores sejam ruins, aliás antes pelo contrário: Cáceres e Jairo Campos dispensam comentários. Mas é que a nossa zaga continua tomando muitos gols de cabeça. A impressão que tenho é que os jogadores, quando a bola é erguida para a área, ficam marcando a bola, quando todos sabemos que nesses casos o jogador adversário é que tem que ser marcado.
    Um abraço e grande jogo para nós!

    1. Vc já viu o Jairo Campos ser superado pelo alto? Eu nunca vi. O Cáceres tbm é muito bom na impulsão. O problema era o Werley, que além de baixo, não salta muito. Acho que vai melhorar. Abraços.

  7. Pois é Roberto, todo sabe da deficiencia do werley, MAS PORQUE O CAMPOS NÃO FOI MARCAR O LUMBRIGA DO LEO SILVA assim ele não teria marcado mais um gol no Galo, e veja como as coisas são, o Klebicha não andou em campo, e foi o Werley que o marcou, e o gladiatôr ainda lhe deu um carrinho por traz e segurou suas pernas que o juiz fez que não viu.

    Mas amigo Roberto, contra o Juventus, o Renan Oliveira foi tudo aquilo que deveria ser sempre, e aquí também PEÇO A ÊLE DESCULPAS PELAS CRÍTICAS QUE LHE FIZ APÓS O CLASSICO, mas que eu ache que foram merecidas e AGORA LHE PARABENIZO PELA ATUAÇÃO ONTEM, marcou lançou,tabelou,defendeu,atacou,não fugiu do jogo,entro en divididas, deu porrada, fez faltas até duras, recebeu faltas, e de seus pés sairam 2 gols e 1 penalty só a falta que cobrou errou muito alto e ainda consegiu terminar um jogo, dê a cezar o que é de cezar.

    Quanto ao treinador, tirei por base no classico, e nos outros jogos, ontem para mim foi mais um treino muito produtivo, além dos pontos eliminação de um jogo e passou adiante na fase da copa, foi válido e também a entrada do Aranha e o Obina desencantou quem sabe deslancha agora.

Os comentários estão desativados.