ATLÉTICO 3 X 1 ATLÉTICO-PR. DUPLA PERSONALIDADE?

Pode-se dizer que o Atlético tem dois times completamente distintos.

Um que domina a bola com consciência, troca passes rápidos, sai jogando com objetividade e cria chances atrás de chances para a marcação de gols.

E o outro que erra passes excessivamente, não aperta a marcação no meio de campo, falha seguidamente nas conclusões a gol, e toda bola parada a favor do adversário é um pandemônio na área alvinegra.

Qual dos dois é a verdadeira equipe do Galo? Estamos sofrendo de alguma síndrome de identidade ou de dupla personalidade? Ou será apenas a auto-estima baixa depois de uma goleada?

Outro detalhe importante que chama a atenção até de um leigo em futebol: o Atlético é muito melhor com a bola no pé do que sem ela.

Quando perdemos a posse da redonda, não há Cristo que nos faça recuperá-la com um bote bem dado ou um posicionamento melhor para ganhar os rebotes.

Não. Os rebotes são quase sempre do adversário e concedemos um espaço enorme para as ações inimigas.

Daí, posso dizer com certeza que ainda não encontramos o equilíbrio necessário a um time de futebol, pois jogar sem a bola é tão importante quanto jogar com ela.

Por isso, apesar da excelente vitória deste domingo, permaneço com a impressão que o nosso time não gera confiança absoluta na torcida.

Até os 15 minutos do primeiro tempo, o Atlético genérico dominou o jogo sob as nossas fuças e sob a nossa anuência.

A partir daí, assumimos o controle e disparamos a perder gols um atrás do outro. Fossem feitos 50% dos que desperdiçamos, o placar seria histórico.

E por mal dos pecados, a nossa pouca pegada no meio se agravou quando Zé Luis se contundiu. Aí quem fez falta foi o Jonilson, que saiu do clube antes que se contratasse um substituto.

Nesse instante, surgiu o melhor jogador em campo: Correa. Este sim jogou uma enormidade hoje. Combateu, atacou, cobriu os zagueiros na esquerda e na direita e ainda encontrou fôlego para efetuar lançamentos precisos para os atacantes.

Se é verdade que ele está de saída, o Luxemburgo vai chorar lágrimas de sangue para encontrar um que faça a metade do que Correa faz. Acho bom que o Kalil passe a se preocupar mais com essa verdadeira perda.

No segundo tempo, a tranquilidade veio no compasso dos dois gols marcados. Gols mais do que merecidos.

Mas após a feitura do terceiro gol, no lugar da tranquilidade, veio aquela já tradicional preguiça. O Galo tirou o pé e apostou que o Atlético-PR não tinha mais poder de reação.

E foi aí que novamente passamos a assistí-los correr. Os últimos 19 minutos foram jogados em nosso campo, sem que tivéssemos um só contra-ataque com um mínimo de qualidade. E acabamos levando um gol.

Mas isso serviu, pelo menos, para nos mostrar que Marcelo é, de longe, muito melhor do que Aranha. A bola que ele salvou na cabeçada a queima-roupa do atacante deles escancarou a sua rapidez de reflexos.

Sei que só um jogo não serve de parâmetro pra nada, mas mesmo assim, eu gostei do novo goleiro. Espero que continue assim.

No geral, todos os jogadores estiveram em um mesmo nível tanto para o bem quanto para o mal, exceto Correa, como já dito.

Sobre Ricardinho, especificamente, é incrível como é fácil tomar-lhe a bola. Apesar de sua habilidade e inteligência dentro de campo, hoje ele perde bolas que não perdia antes.

Tenho a impressão que, quando Mendez chegar e um camisa 10 de verdade for contratado, Ricardinho será o eterno reserva mais caro do futebol brasileiro.

Bem, vencemos e isso é o que importa. Sei que Luxemburgo está alerta e aberto a novas opções e correções de rota.

Mas necessitamos encontrar com urgência a cura para a nossa dupla personalidade ou para a baixo-estima da equipe.

E você, caro leitor e amigo do L&N, concorda ou discorda?

Tem alguém por aqui capaz de se transformar em Freud e oferecer consultas de cunho psicológico para as cabeças pensantes do nosso time?

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE ->-> @robertoclfilho:

Anúncios

23 comentários sobre “ATLÉTICO 3 X 1 ATLÉTICO-PR. DUPLA PERSONALIDADE?

  1. Amigo, a cura da dupla personalidade do Galo depende só do Luxa ! Basta ser um pouco mais flexível e escalar nossas melhoras peças, sem insistir tanto com certos jogadores que destoam do resto ! E ele sabe o que faz, pois basta uma conversa no intervalo pra mudar a postura do time ! Bem que ele poderia dar uma dura no time antes do início e outra no intervalo, he, he…
    Abraço !

  2. Enfim, como falei no post anterior, continuo confiando na força do Galo das alterosas,e confio mto na comissao tecnica para recuperar esse lado “apagão” do Galo !

    e mais uma vez, “HONRAMOS O NOME DE MINAS” …

    Avante Galo !!!!

  3. Roberto uma coisa que vc nao comentou, mas confesse que passou pela cabeça, quando vc tava no segundo tempo pensando quem o luxa poderia colocar em campo, não deu um alivio de pensar que não tinha nem Renan Oliveira nem Evandro como opção no banco! Fala a verdade!!!!

    1. Ah, meu amigo, quando se olha pro banco e não se vê Renan Oliveira e nem Evandro, dá uma sensação de vitória que vou te contar!!!!! Eita coisa boa, sô!!

  4. Valeu pela vitória mas não podemos perder tantos gols assim era para ser de 5,6 ou 7.
    Temos que fazer saldo de gols nesse campeonato mas o mais importante é somar sempre 3 pts.
    Bela homenagem ao Messias na comemoração do gol do Muriqui e deve estar sendo dificil para o Marques acompanhar o jogo pela tv. Mas deve ta na praia longe de futebol né Messias ?
    Outra coisa o Kalil tem que renovar com o Correa pq ele e o Zé são os únicos titulares para mim nesse meio de campo. Pague o que o Ucranianos querem Kalil.
    E ainda falta contratar um 1º volante bom ainda bem que o Zé saiu aki no minera e não fora e deu para colocar o Júnior no meio mas fora de casa sem o Zé vai ser dureza.
    E já que estão negociando com o Vitória aproveita e traga o Uelinton ( não sei se é assim) mas o nome dele é diferente mesmo.
    Ele é muito bom mas acho que ele é mais 2º volante. Mas pode fazer as duas.

  5. É pessoal, o Antonio Melane, publicou em seu blog no Superesportes.com no dia 21/05, que o Corrêa está indo embora. O Carini também.
    Pelo visto, tá vindo João Paulo do Avaí, que tem contrato de empréstimo com o Paraná até o fim do ano e seria contratado para substituir o Corrêa ou ocupar a vaga do Jonilson. É esse aí, ó: http://torcedorparanista.blogspot.com/

    Tomara que não seja daqueles que tem contrato com o Yrati, que tem esquema com o Luxemburgo.

  6. Dia Roberto e amigos;
    – dissetes tudo,falta ao Galo¨consistência¨,é como se fizéssemos uma¨canjiquinha c/ costelinha¨,e,esquecemos de colocar ¨a canjiquinha¨,falta liga…por isso da necessidade de reforços de qualidade,craque na essência da palavra{coisa rara no mercado atual,quem tem ñ empresta,ñ cede e nem dá,vende caro]…sorte que nesta parada para a copa[outra coisa chata,ficar sem ver o Galo jogar, vai ser f**a] dá para acertar o time,mas ficou claro que necessitamos de reforços para ontem, o Zé Luiz contundiu-se,e aí,quem foi pro seu lugar,Júnior,que se pega um time melhor,vai marcar como…valeu pelos 3 pts[ 6 em 9 disputados] tá bom,mas precisa melhor muito,para que possamos alcançar nosso objetivo…
    Saudações em Branco e Preto,semana de sucessos á todos os amigos…valeu ¨Mestre¨tens o dom da escrita fácil,rsrs…

  7. Meu medo é só que quando o Luxa precisa mexer no meio campo da equipe, a preferência tem sido por tirar o Correa e não o Fabiano. Fabiano, depois de uma “sorte de principiante” no início do ano acredito que caiu muito de produção e se realmente o Luxa quiser entrar com o menino da base na meia canxa, a pessoa a sair é o Fabiano e não o Correa, como o Luxa indicou nos treinamentos de semana passada. Tomara que essa preferência seja só devido ao fato do contrato vai não vai do Correa, mas que o genrão podia comer um banco, ah, podia…

  8. Prezados Roberto e Atleticanos:-concordo com tudo que foi dito no seu comentário e sou até mais radical quando acho que o ATLÉTICO vai de um dos melhores times do Brasileirão a um time fraquíssimo quando ,está sem a bola e deixa o adversário tomar totalmente o comando das ações em campo.Contra o Vasco de um jogo que estava fácil e com caixa p/4 ou 5 tivemos que conviver com muito tempo de afliçâo total ,com os cariocas tocando a bola fácil no nosso campo ,fazendo 1 gol e quase levando o empate no final.Ontem nós quase vimos o mesmo filme acontecer… Eu acho que o ATLÉTICO carece daquele jogador diferenciado no meio campo que “chame pra si” o jogo e faça n/time ditar o rítmo das partidas.Sôbre o goleiro Marcelo eu diria que ainda não é o dos meus sonhos mas qualquer um é melhor que Aranha e Carini !No mais gostaria de dizer que esta semana aderimos ao Twitter onde lhe seguimos Roberto e com a sua licença gostaríamos de divulgar o http://www.twitter.com/oliveiralberto .

  9. Creio que não podemos nos iludir muito com a vitória de ontem. Principalmente devido ao fato de que o xará paranaense está com um time muito fraco, sério candidato a ser rebaixado. Eles mesmos aqui no PR dizem isso. Foi mal no campeonato regional,e no BR-10 já perderam duas partidas e só empataram com o Guarani em casa.
    Temos muito a melhorar, mas já somamos seis pontos, e estamos jogando um campeonato de pontos corridos, o negócio é ir somando pontos, e chegar com fôlego na reta final. Aprendemos isso ano passado, lembram?
    Abraço Roberto e amigos do L&N.
    Bora GALO!

  10. Bom dia, Roberto e Galera!
    Tudo já foi dito, com sempre. Agora é reforçar o post com algumas considerações isoladas: hoje será sobre o Ricardinho, Correa e defesa
    Ricardinho: até o próprio comentarista estava criticando a sua atuação. O cara perde facilmente a bola, tem medo de concluir pra gol e erra muitos passes, quando não são para os lados ou para trás. E o comentarista falou que ele não pode viver só do passado: tem que mostrar serviço para ajudar o time…
    Correa: um gigante, realmente. E ainda falam que jogador que está com o contrato sob negociação não joga bola. O que o Correa tá jogando é um show. E quem temos para dar o sangue que ele tá dando? O Kalil tem sim que renovar o contrato dele. No meio é ele e Mendez. E um armador.
    O outro nome é o Marcelo: Mostrou firmeza na maioria dos lances, reflexo excelente com aquela defesa fantástica. Me pareceu que deu uma vacilada numa saída de bola… que estava embolada entre os zagueiros. Mas que dá pra treinar mais.
    No mais, é bola pra frente e ver a situação dos reforços. Um armador é necessário URGENT.
    E dá-lhe, Galo!

  11. Amigo Andre Alexandro, não é dinheiro que está pegando na prorrogação do contrato do correia antes o Time lá queria 200 depois passou para 300 e acho que agora quer 400 mil dolares, mas o pior é que eles querem que o Correa prorrogue o contrato dele por mais 1 a 2 anos coisa assim e o Correa disse que não prorroga nem por 1 dias e tem mais algumas coisinhas os caras são chatos mesmos, mas acho que o Galo vai conseguir prorrogar.

    Marcelo Goleiro não confio ainda, já quebrei muito a cara com Aranha e Carini, fez algumas defesas mas no gol, para mim falhou, este negócio de ficar levantando a mão pedindo impedimento isto é fita é gestos para a torcida, se ele fosse realmente um bom goleiro teria pulado nos pés do Bruno Mineiro ou então ido com os pés para estourar a bola, aí sim depois ir lá e reclamar com o bandeira, nunca ví no futebol a defesa levantar a mão parar no lance e o bandeira aceitar e marcar o impedimento, isto é coisa de gente medroso.

    e amigos nosso elenco tá fraco ainda, veja quem nós temos no Banco, ninguem, defesa mais ou menos laterais passa, volante só o Zé Luiz segundo volante ok armador só temos o Ricardinho e o Junior que tem sair da lateral para ir pro meio e o menino João Pedro no ataque tudo bem mas no meio que é o principal de uma equipe tá osso.

    Tomara que venha urgente volantes daqueles pegadores, porque só o Zé Luiz não vai aguentar.

  12. E não é que vi num site que o João Paulo tem mesmo ligação com o Iraty, que por sua vez, tem parceria com a WL Sports e o empresário Juan Figger? Aos que não perceberam, WL é: Wanderley Luxemburgo. Quem afirmou essa parceria e como põe jogadores do time em clubes que o Luxemburgo dirige foi o próprio presidente do Iraty. Segundo ele, os jogadores utilizam os clubes em que o Luxa trabalha, como vitrine para a Europa. Por isso, vão até de graça. Juro que fiquei com grande pulga agora: E se um jogador que o Luxa sabe que joga bem, é da base, ele não dá oportunidade para que o jogador seja desvalorizado e vá para um time desconhecido e depois é contratado baratinho pelo Juan Figger e “recuperado” o futebol, o cara é vendido depois por milhões? Tem sentido ou tô viajando? Talvez sim, mas já vi filme praticamente idêntico com o Jucilei. Pior, é que lembrei das barcas do Palmeiras e Santos. Logo, motivos não faltam. Prá completar, outro dia estive pensando: Será se o Luxa queria fazer isso com o Neymar ao deixá-lo na reserva do Santos?

    Sei não, após a vitória de ontem, muitos vão dizer que estou louco, que quero criar crise. É claro que estou feliz com a vitória, mas a vitória é obrigação, em se tratando do Galo e o material que está disponibilizando ao técnico. E além do mais, um dia o Luxemburgo sairá e o Galo continuará. Então, quem apelar por que estou alertando quanto a isso, pense bem antes. Sou mineiro; por isso, acredito nas pessoas sempre desconfiando.

    Nada contra o Luxemburgo indicar jogador que pertence à empresa dele. Desde que esse jogador realmente demonstre futebol para ser contratado pelo Galo. Pelo que li, tem. Afinal, marca gols, dá assistencias e é bom na marcação.

    Mas que o Kalil tem que ficar esperto, tem. E muito!

  13. Massa alvinegra. Ganhamos bem ontem, a única coisa que me preocupa muito é a inconstância do time dentro da partida, em alguns momentos se porta como um dos melhores times do país já em outros toma um sufoco absurdo colocando em risco nossa vitória.

    1. Roberto, não acredito que o Luxemburgo vai chorar pela saída do Correa. Estou com um sentimento de que todos os jogadores que não são da “era” Luxemburgo, não vão ficar. Exceções para Ricardinho, Júnior e Fabiano, que já foram jogadores do Luxemburgo, e claro Tardelli que dispensa comentários. Mesmo porque há boatos que o Maldonado deve vir.

      Mas, o resto? Carine, Benitez, Correa, … Acho que tem um barca para sair.

      O Coelho foi salvo pelo gongo no jogo de ontem. O Luxa não iria trazer 2 Laterais D. se não estivesse querendo dispensá-lo.

      Roberto, nesta sua frase “Aí quem fez falta foi o Jonilson, que saiu do clube antes que se contratasse um substituto.” exemplifica bem o que quero dizer. Não gostei da saída dele. É um jogador que contribui muito para o time. Com ele em campo o adversário não encontra muitos espaços.

      Agora, que gol foi aquele que levamos? 2 jogadores conseguiram armar a jogada e concluir em gol no meio de 4 jogadores além do goleiro. Ah! Para!
      Esses 4 estavam pensando em quê naquele momento?

      Este Brasileirão vai ser o mais difícil e disputado dos últimos anos. 1 gol pode decidir vaga, campeonato, rebaixamento.

  14. Eita Roberto!!
    Essa apatia que o nosso time revela em quase todos os jogos é dureza…coisa difícil de compreender…num minuto ta todo mundo ativo, ligado…e de repente, parece que não sabem nem o que estão fazendo ali..algo do tipo “quem foi o louco que me colocou p jogar isso aqui???” Eu falto pouco enfartar…seja no Gigante, seja em casa, como foi ontem…minha sorte? Meu filhote, integrante mais que ativo do futuro da Massa, que no momento do 2° gol colocou o CD (dele!) com o Hino do GALO!!!! Ai ai!! Esse remédio é bom, e eu recomendo!!!

    AH!! Não posso deixar de concordar com o Marco Lúcio. Moço, que alívio!!! Nem Renan Oliveira e nem Errandro no banco!!! É A GLÓRIA!!!! 😛

    Saudações,

    Renata

  15. Corrigindo: no meu comentário, é Jussiê e não Jucilei o jogador que citei acima. Engraçado é que parece que o esquema foi justamente quando o Luxemburgo passou por lá. Agora, elas estão com um pepinão por causa disso.

  16. Caro amigo e compadre! Realmente nosso GALO parece ter dupla personalidade em campo. E vou até além, o GALO dormiu e recuou após o 2° gol, o 3° gol surgiu graças ao talento sem igual do Ricardinho. Por falar em Ricardinho, me permita discordar da frase, que foi dita também pelo péssimo “falador” de futebol Guiotti na transmissão: “como é fácil tomar a bola do Ricardinho”. Eu não vejo bem assim, mestre. O Ricardinho, salve engano, perdeu apenas uma bola dessa forma. Não me lembro de outra. O fato é que o futebol dele depende muito do entrosamento total do ataque, e o único lúcido, e fantástico por sinal, é o Tardelli. Sempre que ele deu opção, o Ricardinho o ajudou a proporcionar esses toques rápidos e envolventes que você citou. Se fizermos um balanço de qual jogador deu mais assistências em 2010, mesmo que não concluídas em gol, o Ricardinho ganha facilmente. Talves eu seja muito suspeito para falar no Rica, sou e sempre fui fã do futebol clássico e elegante dele. Mas infelizmente você está certíssimo, assim que o Mendez tiver à disposição e esse tão esperado meia for contratado, ele será o reserva mais caro do Brasil. Quando o retardado do Guiotti disse isso sobre o Ricardinho eu não dei a mínima. Agora que você que tem muita autoridade para falar de futebol, começo a me preocupar sim. Mas “ainda” continuo achando o Ricardinho acima da média e não gostaria de o ver atuando por algum adversário. Valeu, compadre!

    1. Compadre, eu não sabia q o Guiotti tinha dito isso, porque se soubesse não teria dito só pra não comungar do mesmo pensamento de um cara pelo qual eu não tenho nenhum respeito. Esperaria pra dizer em outra hora. rsrsrs. Mas o Ricardinho perdeu sim 3 bolas quase em seguida, q resultaram em contra-ataques. Mas eu gosto do futebol dele sim. Só acho q para o defensor tá bastando entrar duro nele para tomar a bola. E lá vem mais um contra-ataque. rs. Abraços.

  17. Olá Roberto, tudo bem!

    Há quanto tempo que não venho por aqui hein! Mas consegui um tempo para prestigiar esse grande atleticano e falar um pouquinho sobre o Zé Luis, se você me permite.

    OPINIÃO DO BLOGUEIRO

    As dores lombares de Zé Luis no meu ponto de vista preocupam e muito. Não que o mesmo não vá se recuperar, muito pelo contrário. O próprio departamento médico já nos tranquilizou. Minha preocupação é diretamente relacionada ao fato de não termos um substituto à altura, nem tão pouco com características semelhante às do Zé. Tínhamos o Jonílson que já é página virada e mesmo assim, em minha opinião, quebrava um galho, no entanto, não era o ideal.

    O que me preocupa? Se ele se machucar de verdade e tiver de ficar afastado por um período mais prolongado, o Galo vai ter de improvisar e com isso terá dificuldades em encontrar um esquema satisfatório, levando em consideração as peças que compõe o Novo Galo.

    Sei que está difícil no mercado um jogador pegador, mordedor e de raça como o Zé Luis, logo, o técnico Vanderlei Luxemburgo deve se preocupar com esse detalhe que considero de extrema importância ao time.

    Com a chegada dos reforços (Neto Berola, Mendes, a volta do Serginho, Lima e Reinaldo) a característica do time ainda terá muitas formatações, todavia, não consigo enxergar a figura do Zé Luis fora de nenhuma delas.

    E você o que pensa?

    Abração amigo, depois dê uma passadinha lá no blog ok!

    Aender Pereira
    http://www.galoemeuamor.com.br/
    http://www.twitter.com/galoemeuamor

  18. Boa noite Roberto e galera,
    Concordo com muitos pontos de sua análise, caro amigo. Realmente o time do galo quando está sem bola, tem dado muita tranquilidade para o adversário jogar. O gol que tomamos ontem do Bruno Mineiro demonstra isso claramente. Os defensores pareciam surpresos com o surgimento de um atacante adversário quase dentro do gol. Além disso, as bolas aérea continuam preocupando. Comungo da opinião do amigo Thiago Fontoura quanto ao Ricardinho. Joga muito, tem errado poucos passes e não concordo com quem afirma que seus passes são apenas para o lado. Ontem fez vários lançamentos em profundidade. O junior, apesar de ter entrado meio desligado, melhorou muito no segundo tempo. Quanto ao Tardelli, ao Correa e ao Zé Luiz (enquanto esteve em campo) dispensam comentários.
    Quanto aos reforços, penso que já basta de atacantes. Precisamos urgentemente contratar mais 1 bom primeiro volante e um armador ou meia atacante com qualidade.
    saudações a todos!

  19. Se não estou enganado, o Correa já jogou de primeiro volante antes, não no Galo, é claro. Talvês tenha sido essa a razão para ele ter se saido bem jogando no lugar do Zé Luis.

    Saudações Atleticanas,

    Guilherme

Os comentários estão desativados.