BRASIL 2 X 1 COREIA DO NORTE

ESTE TEXTO, DE MINHA AUTORIA, É O MESMO PUBLICADO NO TERREIRÃO DO GALO NO PROJETO “TERREIRÃO NA COPA – A ÁFRICA FICA NO NOSSO TERREIRO”, CRIAÇÃO DE CHRISTIAN MUNAIER.

Foi um placar anêmico que não dá ao Brasil praticamente nenhuma gordura nos confrontos com Costa do Marfim e Portugal, se com estes empatarmos em número de pontos.

A Coréia do Norte, que ninguém dava nada por ela, lutou para não ser goleada e acabou saindo com um resultado que nem eles esperavam.

O Brasil teve um primeiro tempo jogado sem atitude e sem a imposição dos grandes. Um time previsível e sem criatividade. O meio de campo só destruiu e se esqueceu de armar. De Felipe Melo e Gilberto Silva há de se esperar isso mesmo. Mas Elano e Kaká têm a obrigação de sair para o jogo, o que não ocorreu.

Kaká, por estar vindo de longo estaleiro, está fora de forma. E Elano é extremamente limitado, embora tenha marcado um gol importante, que acabou se transformando no gol da vitória.

A grande força do time brasileiro é escorada no conjunto e não nos valores individuais. Por isso, quando o Brasil enfrenta um time tão cioso de sua defesa como a Coréia do Norte, o talento faz uma falta danada.

Porque há de se jogar em um mar de pernas de meias vermelhas e só uma jogada de craque resolve a parada, como aquele lançamento do Robinho para o gol do Elano.

Ou como o gol do Maicon, que foi espírita sim, mas gol-espírita como este ele já fez vários pela Internazionale de Milão.

Apesar dos dois gols marcados na segunda etapa, o Brasil permaneceu sendo um time inconsistente e decepcionante. Pode-se culpar o nervosismo de estréia, a bola Jabulani ou o frio de 2 graus? Até pode. Mas não acredito. A equipe, por genética dunguiana, é engessada e robotizada. Porém, este mesmo time, da forma como o descrevo, já venceu as melhores seleções do mundo. E aí?

Apesar do jogo mal jogado de hoje, eu acredito na nossa seleção, principalmente se Dunga encaixar Daniel Alves e Ramires no time.

E você, o que acha?

http://is.gd/cQR5F <<< Este é o link do Terreirão. Não perca os textos do projeto para esta Copa do Mundo. Cada texto melhor que o outro!

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE >>> @robertoclfilho

Anúncios

4 comentários sobre “BRASIL 2 X 1 COREIA DO NORTE

  1. Bom dia Roberto!
    Então, concordo com você. O time brasileiro tem um conjunto e não um jogador que “descompara”. No jogo de ontem, Robinho foi o melhor jogador da partida, aparecendo em alguns lances individuais (como o passe para Elano). Kaká não precisa nos mostrar o grande jogador que é, pois, isso nós já sabemos. Precisa apenas se comprometer a recuperar seu potencial físico. Não gostei da atuação de Felipe Melo e Elano (apesar de ter feito o segundo gol). São jogadores muito apagados durante a partida.
    Agora, eu paro e penso: O Galo entra de folga e a seleção começa a jogar… e meu sofrimento é o mesmo! Claro, um pouco menor por amar mais nosso Galo, mas, o ponto é que, todos os dois nos fazem sofrer. Oh vida viu! Rs.
    Abraços.

  2. Ei Roberto!!
    Bom dia!!!
    Eu acho que nós temos tudo pra chegar lá…pq sim, temos conjunto…antigamente tinhamos a individualidade…o quarteto…e isso não nos rendeu muita coisa…OK…o Romário em 94 ía lá e resolvia…mas o bem ou mal, os meninos tbem decidiram ontem…
    Quem sou eu pra comentar futebol, mas jogar contra time fechado é ruim demais…
    Eu confio no carrancudo do Dunga!!!

    Boa sorte pra nós!!!

    Re

  3. Noite Roberto e amigos;
    assim como aconteceu nas eliminatórias:-time que joga plantado em seus domínios, dificuldades mil para o time do bunga[oops…dunga]. Aconteceu isso nas eliminatórias,e vai acontecer na copa, como é dolorido ver o ¨skrat¨ Nacional desenvolver um futebol tão burocrático,sem graça e chocho. Jogos do time do bunga[oops dunga]não me motivam em nada,é duro para mim ver o futebol ¨Tri CAMpeão Mundial¨[este sim era o verdadeiro FUTEBOL Brasileiro,não me canso de ver os vídeos das partidas,já que era um ¨mulequim¨nesta época] se transformar nisto que se tem visto ultimamente.Como estão judiando da JABULANI,coitada dela.Que volte o Futebol apresentado pelo Brasil de 1958 até 1986,porque de resto …lamentável para os amantes do VERDADEIRO FUTEBOL ARTE.
    Abraços Roberto e que saudade de ver o Galo jogar,mesmo que não esteja enchendo os olhos com o futebol praticado,mas GALO É GALO e só isto já basta …

  4. Vixe, quem diria que a Coréia do Norte nos daria tanto trabalho ao emparedar “4 zagueiros” praticamente fixos na linha da grande área (cerca elétrica ou pelotão de choque?) e teria 3 primeiros volantes e 3 segundos volantes, hein? Será que eles não sabem o que são laterais, armadores, atacantes? rsrs
    Ainda estou para ver um time tão retrancado.
    Quer saber? Foi bem mérito deles não terem levado goleada. Nosso time ficou sem entender nada, aquilo ali nem é futebol, deve ter sido estranho demais jogar contra a seleção norte-coreana tão trancada quanto o país que representa.
    Nossos meninos não deram show, é verdade. Kaká estava lento, pesado e, nas divididas, medroso. Luiz Fabiano estava em campo? Nem vi.
    Não acho que tenha dado pra ver como nossa seleção está. Aquilo ali não foi jogo de futebol. Foi squash (termo que tomo emprestado do Cabrito, no texto que ele escreveu sobre Espanha X Suiça lá no Terreiro do Galo).
    Para saber mesmo como é que nossa seleção deverá se comportar no restante da Copa, só esperando pelo próximo jogo.

    Beijo,

    Ana Cris

Os comentários estão desativados.