BRASIL 3 X 1 COSTA DO MARFIM

ESTE TEXTO, DE MINHA AUTORIA, É O MESMO PUBLICADO NO TERREIRÃO DO GALO NO PROJETO “TERREIRÃO NA COPA – A ÁFRICA FICA NO NOSSO TERREIRO”, CRIAÇÃO DE CHRISTIAN MUNAIER.

Um Brasil pragmático e eficiente.

A defesa do Brasil foi um paredão construído à base de pedra e cimento. Júlio César inexpugnável, Maicon pela direita com o tempo de bola perfeito, Lúcio, como sempre, doando o coração e a alma em cada jogada. Juan não perdendo uma dividida e mantendo a exata noção do bote e Michel Bastos limitado demais, não destruindo e nem construindo, mas, no cômputo geral, sobrevivendo amparado por um escudo viking às suas costas.

Um meio de campo sem criatividade, mas que tem um posicionamento ora em quadrado, ora em losango, que dificulta ao extremo as investidas do adversário. Gilberto Silva não errou uma jogada sequer, e junto com um Felipe Mello alternando altos e baixos, formaram uma dupla de volantes que não permitiu à Costa do Marfim se criar por ali.

Kaká apurou a sua performance e Elano foi um dos melhores em campo, contrariando muitos críticos. Robinho não apareceu até agora em campo e Luis Fabiano meteu um gol de dois chapéus consecutivos em plena Copa do Mundo, embora tenha amaciado a bola com o antebraço antes de sacramentar o tiro de misericórdia. Mesmo com a irregularidade, valeu pela beleza plástica do lance.

A Costa do Marfim foi violenta demais. Em um dos lances, Tiotê atingiu a perna de Elano com uma sola por cima da bola, para quebrar de vez. E o juiz francês não deu sequer cartão amarelo para o habitante da ex-colônia francesa. Parece que os colonizadores conservam uma certa simpatia pelos colonizados. Espero que, seguindo essa linha de raciocínio, os portugueses entreguem o jogo para o Brasil no próximo jogo, o que eu duvido muito, pois vivemos inventando piadas sobre a tão propalada burrice dos irmãos lusitanos e eles ficam putos com isso.

A expulsão de Kaká foi uma invenção francesa, tanto quanto o “menage a trois”. Ele, Kaká, nem viu quem o tocava e só firmou o corpo para se proteger. O africano caiu com a mão na cara, simulando uma cotovelada. Isso bastou para que um juiz mal intencionado e vagabundo o expulsasse sem pensar duas vezes. Um filho da puta francês indigno de apitar um jogo dessa magnitude.

Enfim, o Brasil não foi perfeito, reconheço. Mas meteu três gols em um time respeitável. A Costa do Marfim é uma equipe consistente e bem organizada, porém, foi mais uma a sucumbir diante da seleção brasileira, penta-campeã mundial. Outros virão para reverenciarem o futebol brasileiro e deixarem mais pontinhos na nossa sacola!

Que a nossa amarelinha permaneça não sendo perfeita, mas que seja decisiva como foi hoje. Afinal, bola na casinha é o que importa, não é não?

Você pensa diferente?

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE >>> @robertoclfilho

http://bit.ly/ce674b <<< Este é o link para o Terreirão. Cada texto melhor que o outro na cobertura da copa do mundo.

Anúncios

3 comentários sobre “BRASIL 3 X 1 COSTA DO MARFIM

  1. Roberto, ainda não consegui me entusiasmar muito com essa tal de Copa do Mundo. Tenho lido sempre os post aqui e no Terreirão. Não tenho comentado muito pois estou “meio sem assunto”. Parabéns a você e a todos do Terreirão pelo projeto. Muito legal, mas não vejo a hora do GALO voltar a campo, enquanto isso a gente “se contenta com a seleção”. É bom assistir a um bom jogo de futebol, sem ter que sofrer tanto, né não? hehehe…..

  2. Noite Roberto e amigos;
    – hoje fazem 40 anos que uma SELEÇÃO BRASILEIRA encantava o MUNDO,conquistando o Tri Campeonato Mundial de Futebol[pena que ñ vi ao vivo,era piazinho,mas vejo em tapes,e ñ canso de me deliciar com as belas jogadas apresentadas pela CANARINHO]. Ontem, aquela mesmice de dar calo nos olhos,futebol robotizado,previsível e sem graça,chamou-me a atenção apenas a ¨chapelaria¨do L.Fabiano,de resto…só o mau humor do cara que está prestes a ser eleito, ¨o Homus Indigestus¨da World Cup 2010. Como diz o Chico Maia : ¨toda arrogância será castigada¨,e a deste cidadão é enorme, que chega a ofuscar a Entidade que ele representa,…e tem mais,alguém tem de lembrá-lo que ele é infinitamente nada, diante da Nação que ele diz representar,só isto.
    Saudações Alvinegras e Galo 4ever…

  3. Claro que não penso diferente, compadre! O Brasil poderia ter somente Dungas, Felipes melo, Elanos, Gilbertos e Josués que ainda assim torcerei pela seleção canarinho. Você é um exemplo, Roberto. É um atleticano que sabe ser atleticano. É um brasileiro que sabe ser torcedor da sua seleção. Apesar de às vezes não concordarmos em algumas opiniões em relação ao GALO, sempre respeitei sua opinião e temi que a minha estivesse equivovada, mesmo não arredando o pé. Por quê? Porque você tem autoridade para falar no assunto. E isso acontece da mesma forma se tratando da Seleção Brasileira. Que bom poder torcer contigo pelo Brasil também. Parece estranho falar isso, né? Ora, somos brasileiros, uai!? Mas o Twitter está infestado de bandeirinhas estrangeiras para todos os lados, e os donos das mesmas por incrível que pareça são BRASILEIROS…rsrsrs Então é ÓTIMO encontrar um BOM COMPANHEIRO pra torcer “com nós”…né Dunga???!!! hehehehe Abração!!!

Os comentários estão desativados.