AVAÍ 0 X 0 ATLÉTICO. UM EMPATE DE 9 GIGANTES!

Foi mais um jogo tenso do princípio ao fim. Devido a isso, talvez nós, torcedores atleticanos, sejamos a parcela da população com menor expectativa de vida no planeta!

São partidas sofridas demais no decorrer dos anos. As doses cavalares de adrenalina injetadas em nosso sangue de forma ininterrupta, certamente hão de  comprometer a nossa saúde um dia. Haja coração.

Pois ontem, para não sair do script, também foi assim. E com requintes de crueldade de um juiz mal intencionado.

O Galo não jogou bem no primeiro tempo. O esquema 3-5-2 fez água desde o início do jogo.

A defesa estava totalmente exposta aos ataques do Avaí pela inoperância de nosso meio de campo, que concedia os eternos espaços por aquele setor.

O ataque, apesar de estar melhor do que em outras ocasiões, não conseguia chegar ao gol adversário, a não ser no fim da primeira etapa, com Diego Souza, após receber um passe magistral de Daniel Carvalho.

Novamente, não parecia uma equipe treinada pelo melhor treinador do Brasil.

Veio o segundo tempo e a postura da equipe dentro de campo parecia mudada. Luxemburgo sacou Werley, o pior em campo, para a entrada de Neto Berolla  e a coisa pareceu fluir melhor.

Luxemburgo transformou, desta forma, o 3-5-2 em um 4-3-3. Em alguns momentos, o desenho tático era de 4-2-4, pois só Serginho e João Pedro eram volantes de contenção.

Mas mesmo assim, o meio de campo se compactou, e a defesa, comandada por Cáceres, encontrou seu posicionamento e o ataque dava sinais de encaixe.

Certamente, o Galo caminhava a passos largos para a reação e a conquista dos primeiros 3 pontos fora de casa.

Foi quando um tal de Vuaden, juiz da partida, resolveu meter a mão no Galo e prejudicá-lo desavergonhadamente.

O cartão vermelho dado a Daniel Carvalho por um carrinho normal na bola foi um absurdo. Nem amarelo merecia.

Seguiu o jogo e o Galo continuou dominando as ações, apesar de estar com um a menos.

Então o juiz decidiu que, se a expulsão de um não resolvia o problema do Avaí, mais uma expulsão definitivamente poria o Galo a nocaute.

E botou Neto Berolla para fora por um carrinho que sequer encostou no adversário e que mereceria, no máximo, um amarelo de qualquer juiz deste planeta.

E, enquanto Berolla saía, cabisbaixo, em direção aos vestiários,  surpreendentemente, entrou em campo aquela velha garra alvinegra, que contagia até os mais frios mortais.

Com ela, já ganhamos jogos praticamente perdidos no passado e há muito eu não a via em campo como eu vi ontem. Que felicidade para mim poder revê-la depois de tantos anos, mesmo com os olhos marejados de emoção. Seja bem vinda de volta, companheira!

Os nove sobreviventes que permaneceram em campo colocaram o coração na ponta da chuteira para defender esta camisa gloriosa.

Jairo Campos, que vinha mal, se transformou em um gigante.

Cáceres, o melhor em campo desde o princípio do jogo, melhorou ainda mais e demonstrou para o técnico e para todos, que um homem feito não pode viver à sombra de um menino imberbe. É titular indiscutível, absoluto. Na raça e na bola!

Até João Pedro, que se encontrava perdido em campo, se encheu de brios e produziu literalmente por dois.

Fabiano, ao entrar no lugar de Tardelli, correu que nem um garoto. Se desdobrou em campo e ajudou muito o Galo em seu sistema defensivo.

Enfim, todos se superaram. Todos os nove correram por si e pelo companheiro. Todos estão de parabéns pela dedicação contagiante.

E o juiz sulista, escandalosamente indicado pela CBF para apitar um jogo de time sulista, foi obrigado, frustrado em suas maquinações,  a encerrar a partida.

Deve ter ido embora pensando: fiz tudo o que podia para ajudar o Avaí. Infelizmente, não consegui, mas estou de consciência tranquila por ter tentado!

Moral distorcida e apodrecida de um mau elemento, que só serviu para trazer à tona um dos nossos maiores bens: a nossa alma raçuda!

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE >>> @robertoclfilho

Anúncios

15 comentários em “AVAÍ 0 X 0 ATLÉTICO. UM EMPATE DE 9 GIGANTES!

  1. É isso Roberto ,numa situação normal seria uma vitória a ser comemorada um empate nessas condições, mas, quando olho na tabela e vejo o Galo atrás de Guarani,Vasco,Avaí,Vitória,fico imaginando se esse time fisicamente ficará pronto esse ano.

    Abraço

  2. Realmente , um segundo tempo de arrepiar os cabelos , lembrar da velha e gloriosa raca atleticana.Uma licao q o luxa tem q tirar o maximo de proveito(se quer lotar o estadio).
    Voltando ao primeiro tempo, Werley eh um perigo , depois q ele saiu a defesa ficou solida.
    Infelizmente pra nos e felizmente para as marias , daniel carvalho e berola estarao fora do classico.(este daniel carvalho ainda vai nos dar muitas alegrias , super diferenciado mesmo).vamos voar daqui pra frente , e vamo q vamo galo!!

  3. essa união do time veio na hoar certa, eh tudo q precisavamos p/ domingo!

  4. Realmente caro Roberto… eh bom ver o VELHO e Aguerrido GALO ressuscitar, q nao seja apenas um flash na vida destes novos combatentes atleticanos… ms seja a nova realidade deste grupo…acredito neste trabalho, neste GALO 2010, acredito, embora de arrepios olhar a tabela, e ver uma historia q se repete, diante das meninas temos q mostrar quem somos e afirmar o nosso potncial… eh chegada a hora, a cada rodada o nosso lugar na zona, fica ainda mais quente e isto nao eh nada bom.
    Q o momento do timede ontem seja o inicio, o estopim da bomba q esta pra explodir..
    FORCA GALO SEMPRE…

  5. Feliz com empate eu não estou não, mas como as circunstâncias não favoreceram…ta de bom tamanho e com vc mesmo disse o melhor foi ver a GARRA ALVINEGRENA voltar.

    Bica Eles GALO!!!

    Beijos

  6. Que este resultado com dois a menos, não sirva para apagar o primeiro tempo bisonho que o galo fez. O time tem jogado mal, tá sem esquema nenhum, as vezes acho que o treinador do galo é o Bonamigo ou Lori Sandri. Time tá sem pegada, o centroavante só joga no meio campo, ou seja, o time tá todo candengo, e o Luxa não quer assumir isso. Se não assumir os erros, não irá concertá-los nunca.

  7. Boa Noite Roberto e amigos!

    Sou da mesma opinião daqueles que afirmam que esse time ainda não sabe atuar no esquema 3-5-2. O primeiro tempo foi realmente de arrepiar, principalmente porque o nosso meio campo, como bem disse o Roberto, pouco combatia. A equipe recuava toda para “marcar”, praticamente dentro da grande área e só não levamos gol porque o ataque do Avaí estava ruim de pontaria. Discordo do Luxa quando ele afirma que o esquema do primeiro tempo cumpriu bem a função de cansar o adversário.
    A mudança de esquema já no início do segundo tempo fez muito bem ao teime. Concordo com a análise de que com a saída do Werley a defesa ganhou solidez. Nem a expulsão do Daniel Carvalho foi suficiente para inibir a nossa equipe. Agora, tomara que a raça demonstrada quando estávamos com apenas dois em campo continue nos próximos jogos!

    Saudações!

  8. Fala Robertão, como estou em viagem nao deu para vir aki fazer um comentario antes, nem alias deu para ver o jogo, mas ja me interei dos acontecimentos. Tenho 2 obs a fazer, ao rigor da regra as expulsões fizeram sentido, no entanto na PRATICA isso não é aplicado, entao porque foi aplicado conosco? Quero dizer em lances como aquele nenhum arbitro brasileiro expulsa jogador, ai tem comentarista falano expulsão corretissima! Um caralho isso sim! Entao vamos expulsar todos e não os do galo só! Além disso quem ia esperar que um juiz INUTIL que apitou Chapecoense 1 x 0 Galo e deixou o time de SC bater igual o felipe melo em holandes, ia ser rigoroso? Se nao me engano ele foi para a geladeira depois desse jogo e acho que resolveu se vingar do galo por causa disso…

  9. Roberto,

    Sua análise está perfeita. Mas ainda questiono algumas escolhas equivocadas do Luxa.

    O time do primeiro tempo, sequer treinou 20 minutos juntos antes do jogo. Percebe-se isso com o péssimo meio-campo alvi-negro:
    Espaços demais entre os volantes e os meias e atacantes.
    Os dois volantes muito juntos dos zagueiros.

    O jogo fluia no primeiro tempo só perto da área, onde tem jogador que sabe tratar a bola bem.

    Isso é reflexo de falta de treinamento com o esquema e os jogadores escolhidos. Se for pra escalar time, eu mesmo o faço. Minha crítica é com a escolha do Luxemburgo no primeiro tempo.

    Agora, no segundo tempo, vimos do que o nosso treinador é capaz.
    Bato palmas pra ele no intervalo.

    Mas se for pra começar um jogo com o time todo torto e e concertar no intervalo… fica difícil… o jogo tempo noventa minutos e não 45.

    Nossos 10 min. iniciais do segundo tempo foi muito bom. Aí aconteceu o que todo mundo já sabe… juizinho do RS resolveu dar uma ajudinha pro Grêmio… difícil viu.

    Abraços Roberto.

  10. Bom dia, Roberto e Galera!
    Ótimo texto, principalmente olhando para o lado da superação. Mas… Tomo a liberdade de “reprisar” o meu comentário no post anterior:
    Empate com gosto de empate. Não é com gosto de vitória pois, apesar do nível um pouco superior aos demais jogos, o time do Galo não jogou o bastante para ganhar nem para perder.
    Mas, já deu para perceber que o 352 não se coaduna como esquema para o time. E, se usar o 352, que tenha volantes marcadores, pois o time se perde. João Pedro não é marcador, não tem essa característica. É um risco pois ao marcar ele sempre está sujeito a fazer falta no adversário.
    O Werley já provou e comprovou que não dá… e o Jairo CAMpos precisa de um banco. Quem sabe nessa convocação para a seleção ele volta com mais tarimba. Tá disperso, quando não dá chutão não sabe sair jogando, e por aí vai.
    Achei o juíz muito severo com o nosso time e vista grossa para o Avaí. Afinal, o time é do sul do país também, descendente de alemão… No mínimo, teríamos um penalti a nosso favor se o juiz realmente apitasse ao etilo europeu. Por que vale só contra nós???!!!
    O Serginho continua muito afobado, levando dribles desconcertantes que ajudam a municiar o adversário. Ele tem que recuperar o ritmo logo, senão… banco.
    No mais, o time não foi tão horrível como no jogo passado.
    Mas, o problema é para o jogo com as “marias”… Não temos Neto Berola e Daniel Alves. O Luxa vai ter que treinar muito o time na semana para não entrarmos fraquejados. O Cuca tá pondo as marias pra jogar e elas estão se saindo bem…
    E vamos ver o que vem de novo durante a semana.
    Um bom domingo pra vocês e que o Grêmio de reabilite (somente no jogo de hoje)…
    E, dá-lhe, Galo!
    Esqueci de falar da “garra” que o time mostrou depois das expulsões: Com 10 em campo, o Tardeli “sentiu” o perigo e pediu para sair. Caiu a ficha e permaneceu em campo correndo o suficiente. Depois da expulsão do Berola, até o Ricardinho lutou muito, deu combate, fez desarmes, etc. Todos os 9 se dedicaram bastante.
    Agora pergunto: por que não é assim em todos os jogos? Por que não se vê o mesmo esforço?
    Em entrevista do Fábio Costa:
    “Importante que, na hora da dificuldade, o grupo se uniu e não tomamos o gol”.
    Pergunto novamente: A dificuldade já não está presente desde o começo do campeonato? Não é “dificuldade” estarmos na zona da degola, perdermos 7 jogos e sermos a pior defesa do campeonato?
    É o fim da picada, ne!!!
    E, dá-lhe, Galo!

    1. Muito boa suas colocações Vicente, honestamente, já cansei de me enganar com este ex-tecnico Luxa, se fosse Zetti, Gallo, etc, todos não teriam sido demitidos??? Porque não se podia dar tempo para estes muito menos experientes treinadores, tentarem arrumar o time, e se dá todo tempo do mundo há um cara tarimbado, como Lixemburgo???? Não esqueçam que ele esta há 7 meses no comando do GALO, ah, tá, reformulou o elenco, mas me respondam quem quiz esta reformulação??????????????????????????????????

      Trocou 6 por 5?????? mudou o time para pior?????? MINHA PACIÊNCIA COM LIXEMBURGO E SUAS DESCUPAS ESFARRAPADAS, ACABOU FAZ TEMPO!!!!!!

  11. muita garra, força. e raça, voltou a auto estima atleticana, por favor o caceres, tem que jogar professor, a zaga tem que ser caceres, e esperar o rever, jairo campos melhorou.
    mas caceres voltou a forma fisica e tecnica, bom zagueiro.
    as expulsoes atrapalharam,queria, ver o daniel carvalhocom o diego souza.
    aquela boa de calcanharpara diego souza foi de quem sabe muito. e o garoto bneto berola foi expulso tb fará tb falta contra a bicharada.
    mas nada esta perdido se ganharmos o classico la em sete lagoas, a moral sobe, e arrancada sera certa.
    tomara que de tudo certo. fabio costa esta no nivel dos grandes goleiros do brasil, sempre esteve. peca so nas saidas de bola, sai para matar mesmo.é perigoso, fabio costa se contundiu justamento num lance com tardelli e ficou muito tempo parado no santos, se pegasse o tardellli nossa.mas é um grande goleiro sim.
    tomara que o time cresça. e logo deixaremos essa zona. isso é temporario.
    que diego souza faça uma grande partida com tardellli. vamos com tudo pra cima da bicharada, que tem hj um elenco inferior ao galo, apesar de ter mais conjunto.
    mas como o time segurou o empate la no sul, e mostrou vontade e raça tudo é possivel.

  12. Não vi o jogo, mas vi a tabela do campeonato… dá uma tristeza e um desânimo danado…
    Vir hoje aqui, segunda-feira e ler seu texto, Roberto, animou-me novamente… Valeu, e… Bora GALÔ!!!

  13. Concordo com a sua análise Roberto, houve sim uma superação, enfim apareceu a garra que tanto cobramos, gostaria eu que ela permanecesse. Agora algo que eu notei: quando Luxa, mesmo com a perna quebrada, começou a gritar e posicionar o GALO em campo o time ressurgiu. Me parece que os jogadores são dependentes do treinador na beira do gramado, a explicação que eu vejo é que eles ainda não possuem o tão falado conjunto. Na minha opinião, variar esquema tático como Luxa faz no momento em que os jogadores estão se conhecendo não dá certo. É o que eu penso, deve-se repetir mais uma mesma escalação, atingir uma solidez tática e depois sim usar variantes. Isso de supreender o adversário, sei não, “cansar adversário no primeiro tempo”? Essa pra mim foi esfarrapada. Cáceres, este sim, é um baita jogador, mesmo fora de ritmo! Ainda bem que ele colocará o Werley n o banco. (Comentei com vc no inicio do ano que preferia o Welton Felipe que ele!..kkkk.. aindo prefiro.. Welton fez um excelente inicio de Campeonato ano passado, pena que que emprestamos o jogador errado!)

Os comentários estão desativados.