ANALISANDO JOGADORES E SETORES DO GALO.

Em uma semana tão importante para as pretensões do Atlético no campeonato brasileiro, é bom dissecarmos o nível de nossa força.

Gostaria de fazê-lo em conjunto com os fiéis leitores e amigos do L&N, trocando idéias e pontos de vista nos comments.

Para que o texto não se torne maçante e excessivamente longo, vamos analisar hoje, de forma resumida, somente a defesa que este blogueiro considera a titular.

No decorrer da semana, estarão na berlinda o meio de campo e o ataque.

DEFESA:

Fábio Costa: Tem alternado excelentes  defesas e lances que beiram as raias do ridículo, como os gols tomados contra o Internacional e Atlético-GO. Porém, contra o Avaí, foi um dos melhores em campo. O ritmo de jogo e, consequentemente, o tempo de bola, parecem estar de volta para o arsenal de Fábio Costa. Tem tudo para ser novamente um goleirão.

Diego Macedo: Como eu disse em post anterior, nunca tinha visto lateral ciscador. Ponta sim, mas lateral jamais. Macedo tem uma enorme dificuldade defensiva. Naquele primeiro gol do Alecsandro, do Inter, se fosse outro mais forte fisicamente, teria ganhado aquela bola, evitado o gol e saído jogando. Mas não o fez. Além disso, ofensivamente, deixa muito a desejar nos cruzamentos. Está aí um assunto polêmico para discutirmos.

Cáceres: Fora de forma, iniciou muito mal a sua segunda jornada no alvinegro. Mas se redimiu com sobras. No jogo contra o Inter, foi o único que se salvou no meio de uma defesa em frangalhos. Contra o Avaí, no meu entendimento, foi o melhor em campo. Cáceres é, por definição, titular absolutíssimo deste time. E continuará, com toda a certeza, mantendo o nível de grande zagueiro que é. E se eu fosse Luxemburgo, daria a ele a faixa de capitão.

Rever: Tão capacitado que já foi convocado para a seleção brasileira pelo Mano Menezes. E tem altura suficiente para ajudar a defesa nas bolas aéreas, que é um de nossos grandes problemas. O Billy Leew (@billy_leew), amigo no twitter, deve estar soltando fogos de tanta alegria, pois foi um dos mais ferrenhos defensores de uma zaga de grande estatura para o Galo. Mas altura só não basta. O senso de colocação é essencial para estar aonde a bola vai chegar. E Rever tem a manha.

Jairo Campos: O Jairão caiu de produção uma enormidade. A única boa partida que o vi fazer no brasileirão foi o 2º tempo contra o Avaí, quando foi um gigante em campo. Coincidentemente quando Werley já não estava em campo. Será que Werley o atrapalhava? Está aí mais uma polêmica.

Werley: Não vou analisar Werley, a não ser que os amigos do L&N queiram. Chega de arranca-toco no nosso Galo!

Fernandinho: Veio em baixa do cruzeiro, mas está funcionando bem pela lateral esquerda, um dos nossos calcanhares de Aquiles de seguidos anos de raiva e ranger de dentes. Mas se continuar crescendo como está, pode, em curto espaço de tempo, retirar essa espada que ameaça as nossas cabeças. Gostei dele, sobretudo, de sua garra. É incansável durante os 90 minutos.

ANÁLISE DO CONJUNTO DEFENSIVO:  Nenhuma defesa do mundo, nem a do Internazionale de Milão _ que conseguiu sustentar uma derrota de  1 a 0 dentro de Barcelona, o que lhe proporcionou a conquista da taça de campeão da Champions League _ obtem êxito no combate frente a frente com atacantes em projeção, com a bola dominada.

Além de um posicionamento equivocado, a nossa defesa não tem a proteção do meio e muitas vezes, se vê as voltas no combate direto sem cobertura.

O meio de campo, no meu modo de enxergar futebol, entrega a nossa defesa aos bandidos quando proporciona ao adversário a possibilidade de concatenar jogadas e mais do que isso, um tempo enorme  para pensar e optar pelo lance mais agudo.

E cá entre nós, é exatamente nesse aspecto que o dedo do técnico aparece (ou teria de aparecer, no presente caso)! E não está nem na foto!

Depois de amanhã, a dissecação dos jogadores do meio e do ataque, bem como a análise do conjunto desses setores.

Fico aguardando a sua opinião para a defesa. Concordando ou discordando, é importante que discutamos .

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE >>> @robertoclfilho

Anúncios

40 comentários sobre “ANALISANDO JOGADORES E SETORES DO GALO.

  1. Caro blogueiro, parabéns pela sua definição da zaga do Galo. Você foi feliz na sua análise, principalmente no que diz respeito ao fato do meio de campo não estar ajudando a defesa, dando muita liberdade e tempo para o adversário pensar e criar as jogadas.
    Minha opinião? O Werley deve sair rapidamente do elenco, pois, apesar de iniciar bem no campeonato mineiro, demonstra que não tem condições para defender um grande clube, falta-lhe técnica, improviso e talvez até formação psicológica para lidar com certas situações. Diego Macedo foi uma aposta que não deu certo. Me pergunto por que Rafael Cruz não está jogando, mas não consigo achar uma resposta, talvez o blogueiro me ajude… e tbm por que o Galo deixou escapar o Danilo, do América? Para mim ótimo jogador. Quanto ao Réver e Cáceres, dispensam comentários, assim como Fernandinho, que está solucionando uma carência do Galo desde Ronildo (1999 – 2002). Cáceres precisa realmente ser aquele velho cherife da zaga. E se não for pedir muito, caro Fabio Costa, espelhe-se em João Leite, Cláudio Taffarel, Velloso, etc.

    Abraços,

    Israel (Fanático e Eterno torcedor do Galo)

    1. P.S. Onde se lê: “Cáceres” precisa ser aquele velho cherife… leia-se: “Jairo Campos”. Grato

    2. Sobre o Danilo, do América: Veja vc, ele não está dando muito certo no Santos, neste início. Claro q pode ainda fazer sucesso. Mas talvez seja o mesmo problema do Diego Macedo,q veio da 2ª divisão. Para mim, e parece q para vc tbm, o plantel do Galo mereceria um LD melhor. Mas vamos torcer pra dar certo. Abraços.

  2. Concordo plenamente com sua analise. Como te disse antes , o Werley atrapalha a concentracao de qq jogador q formar dupla com ele, nao passa confianca .
    Nosso meio de campo nao esta ajudando , deixando uma avenida para o adversario passear e com os jogadores q o galo possui nao seria dificil fechar esta avenida .Nao eh o esquema que determina se um jogador vai jogar bem ou mal. O que determina a atuacao do jogador dentro de campo eh o seu posicionamento.

    1. E esse posicionamento do qual vc fala é o técnico quem estabelece. É justo aí a minha crítica ao Luxemburgo. Parece q o time não o escuta. Abraços, amigo.

  3. Fala Robertão! Concordo com vc em muitos aspectos, so descordo com relação as laterais, o galo hoje não tem laterais tem alas, Fernandinho (que é mto melhor que o leandro) e Diego Macedo se esforçam mas nao podem apagar o fato que para a defesa eles são muito ruins… Com esses dois o galo deveria jogar no 3-5-2. Jairo Campos Rever e Caceres (boa não?), com essa zaga e mais dois volantes de marcação (Zé Luis e Maldonado?) talvez deixassem os alas mais livres ou pelo menos a parcela de responsabilidade deles na marcação seria menor. É uma hipotese… Acho tanto o Fernandinho quanto o Diego Macedo habilidosos dribladores por isso usa-los como alas pode ser melhor que como laterias… Com relação ao Rafael Cruz acho que ele já está avisado que ele eh o substituto imediato do Diego Macedo, e que ele vai ter a oportunidade de jogar assim que O Macedo for suspensou ou contundir oq invariavelmente acontece uma vez ou outra no campeonato, ai so vai depender dele de aproveitar essa oportunidade. O Luxa imagina que fazer rodizio na lateral como fez no gol, nao vai ser bom pra ninguem entao ele vai manter o diego macedo mesmo que ele faça gol contra, so acho um desperdicio o sheslon não ter as mesmas oportunidades viu…

    1. Respeito muito a sua opinião sobre os laterais, mas entendo q o Fernandinho tem dado bom suporte na defesa. Não tem não? E o Diego Macedo é fraco na defesa e ruim de cruzamentos. Aí eu concordo. O Rafael Cruz ainda não jogou. Eu, tanto qto vc, tô doido pra ver se é bom mesmo ou se é do mesmo nível. Abraços, amigo.

  4. Bom dia Roberto……………….. Concordo com tudo que vc disse apenas uma observação quanto ao Diego Macedo. Ele era meia por natureza, mas foi improvisado como lateral direito onde jogou muito bem num esquema que lhe dava muita liberdade para atacar, chegou a jogar até como lateral esquerdo. Por isso vem as falhas de colocação e principalmente de marcação. Abraços.

    1. Eu, sinceramente, não sabia q a origem dele vinha do meio de campo. Mas ele jogou uma partida como volante e foi péssimo. Mas vamos confiar. Vai q o cara estoura… hehehe. Abraços, compnheiro.

  5. Será que o Campos está ficando de babá do Werlei em campo? Pqp!
    Werlei tem que ser emprestado ao Marítimo o mais rápido possível para o Kalil o vender por 3 milhões de Euros!!!

    Cara, A zaga do Galo será Réver e Caceres. E o Jairão no banco, isso sim que é elenco!

    O Tiririca já mostrou a que veio….veio fazer nada no Atlético. Kalil tem que emprestar ele também pro Marítimo!

    O Fernandinho a cada jogo está melhorando mais, pegando ritmo nas partidas… espero que continue assim.

    Abraços Roberto. Ótimo texto, veio na hora certa.

    1. O Werley ser vendido por 3 milhões? hahaha. Do Kalil se espera tudo, depois de vender o Kleber por 3 milhões, né? Vc pensa igual a mim: Rever e Cáceres como titulares. Abraços, amigo.

  6. Caro Roberto,
    Fica até difícil fazer algum comentário depois desta sua explanação precisa sobre nossa defesa.
    Mas conforme vc disse precisamos de um meio de campo mais consistente pois realmente a bola tem chegado muito fácil nos atacantes adversários. Na sua opnião Roberto, não deveríamos tem mais um volante de contenção para diminuir estes espaços na defesa??
    Abraços

    1. Penso igual a vc. Nós temos de ter outro volante de contenção urgente. Ou para jogar junto, ou para substituir. No momento, está tudo nas costas do Zé Luis.

  7. Roberto, como você convocou os fiéis leitores do L&N para palpitar, sinto-me “obrigado” a fazê-lo:
    1. Fábio Costa. Sempre foi um bom goleiro, meio maluco, acho que falta ritmo. Aposto nele.
    2. Diego Macedo. Está assustado no GALO. Tenho um amigo de Bragança que diz que lá jogava muita bola. Mas tem sempre aquele negócio de jogador que só joga em time pequeno. Por enquanto é uma decepção para mim.
    3. Cáceres. Titular, não se discute. Melhor zagueiro atuando no Brasil. Deveria estar muito de fora de forma para o Luxa não colocá-lo como titular.
    4. Campos. Muito bom jogador. Andou meio atrapalhado, mas tem crédito.
    5. Rever. Excelente contratação. Será o segundo melhor zagueiro atuando no Brasil.
    6. Werley. Já aconselhei a procurar algum curso no Senai, ou se preparar para o vestibular em alguma faculdade. Esqueça, esse não dá prá jogador de futebol profissional.
    7. Fernandinho. Bom, melhor lateral que Leandro, e que Junior (para esse o tempo já chegou, é a vida.)

    “Obrigado” pela oportunidade. Depois palpito mais, rsrsrs…

    1. Item 2 – Eu vi esse cara jogar no Bragantino e acabou com o jogo. Não sei onde foi parar o seu futebol.
      Item 6 – hahahaha. Do futebol ele não pode esperar mto mesmo não.

      Eu q agradeço a sua participação, Jota. Muito obrigado.

    2. Item 2 – Eu vi esse cara jogar no Bragantino e acabou com o jogo. Não sei onde foi parar o seu futebol.
      Item 6 – hahahaha. Do futebol ele não pode esperar mto mesmo não.

      Eu q agradeço a sua participação, Jota. Muito obrigado.

  8. Caro Roberto,

    Apesar das falhas, creio que o Fábio Costa preceisa conseguir maior ritmo de jogo. O Macedo para mim ainda é uma incógnita: jogou muito mal antes da copa e no jogo contra o Avai, mas achei razoável nos jogos contra o Curintia e o Inter. Concordo com sua análise sobre o Cáceres e o Campos e sobre a falta de marcação no meio. Realmente, o nosso meio não dá combate. O Luxa disse no início do ano que o importante é apenas ocupar espaços no meio: não concordo com ele. É preciso que haja pelo menos dois volantes que marquem muito no meio e saibam sair jogando. Quando o Mendez estiver atuando, penso que o meio deva ser completado com Zé Luiz e Serginho, com Diego Souza ou Daniel Carvalho na armação.

    Saudações!

    1. O Luxa diz q basta ocupar espaços. Mas o time adversário não foi avisado disso. Muitas vezes, acho q o Luxemburgo quer q o Galo jogue como a seleção de 70, quando a marcação não era a principal preocupação dos times. Aí não dá, né? Abraços.

  9. Grande Roberto,

    obrigado pela citação amigo.

    Realmente, a vinda do Réver foi excelente por conciliar aumento de estatura com ótimo posicionamento, força, velocidade, cobertura e técnica, tudo que um bom zagueiro precisa.

    Além disso ele proporcionou um belo chapéu nas marias, e em uma semana já foi pra seleção, sem nem ao menos estrear.

    Acho que nem o Diego Souza teve uma chegada assim tão bombástica, rs.

    Sobre o Werley: gostaria MUITO de vê-lo como titular…..
    …. da Ponte Preta, jogando a segundona.

    Abraço e parabéns pela coluna.

    Billy

    1. Injustiça, Oh, Billy.
      Sugere que ele seja titular do Marítimo, de Portugal, aí ninguém vai ver ele jogar…

  10. Concordo contigo grande Roberto. E vejo ai nosso maior problema.. nosso time realmente nao dah combate durante o jogo(excecao contra o avai).
    Na final da copa o time da Espanha marcava quase q a saida de bola da Holanda; resultado, volta e meia estava no ataque com aquele espetacular dominio de bola q tinham…
    O Galo tem hj jogadores pra fazer este combate, o Zé Luiz, ou ateh mesmo um terceiro zagueiro ali no meio…q forme um paredao e ajude aos nosso goleiros a se acostumarem com as traves, pq nao dah mais pra ficar buscando bola dentro das redes nao neh… eh complicado…
    abracos… e aguardo ansiosamente o proximo…

    1. Creio q vc idenfica perfeitamente onde é o nosso principal problema. Ali no meio, aonde os adversários passeiam q nem aqueles footing de antigamente. Espaço é o q não falta. rsrs Abraços.

  11. O Jairão crescerá de produção com Rever e Cáceres! No gol, acho que encontramos nosso goleiro.
    abcs,

    1. Eu torço por isso, caro Davy, porque o cara jogou muita bola qdo chegou. Não é possivel q esqueceu. Isso é igual andar de bicicleta. Nunca se esquece. Abraços, amigo, e obrigado pela participação.

  12. Roberto,

    Começo a acreditar que o Galo vai buscar um lateral direito no mercado. Achava que não, já que o clube investiu em dois jogadores para esta posição (Macedo e R. Cruz). Mas, ao que parece, ambos foram colocados no Galo por investidores. Sendo assim não deve ter multa para nenhum dos lados, imagino. Aí fica mais fácil “devolver” um dos dois para os investidores se for o caso. Na lateral esquerda temos dois jogadores experientes, nenhum craque, mas dois bons jogadores. Mas a direita pede um jogador mais tarimbado, se quisermos realmente montar um time completo. Pelas palavras do Maluf deve chegar, além de um volante, um jogador para outra posição. Por estas razões é que estou achando possível que as especulações em torno de nomes como Rafinha e Ilsinho podem fazer algum sentido. A única certeza é de que, se vier, não vem qualquer um não.

    Abraços, Luiz.

    1. Eu tbm começo a acreditar nisso, posso confessar. Circulam rumores q o Galo vai repatriar um lateral direito ao nível de seleção, embora só a tuitada do Kalil defina tudo. Mas…

  13. Torço muito para o Fábio Costa dar certo no GALO, mas toda vez que vejo a lista a seleção com o Renan lá, fico imaginando que poderia ser o nosso Renan Ribeiro. Mas ele precisa de chances para conseguir tal vaga e acredito que o Luxemburgo o dará quando ele estiver pronto.
    Acabo de ver este comentário sobre o Rafinha, se isso for verdade, teremos o melhor lateral direito do Brasil. Tuita Kalil. Mas enquanto isso, aguardando ansiosamente o Diego Macedo mostrar o futebol que ele apresentava no Bragantino. Na lateral esquerda, acredito que temos dois grandes laterais.
    Nossa zaga é a melhor do Brasil, Cáceres e Réver são dois ótimos zagueiros, e o Campos um reserva de luxo que nenhum time no Brasil tem. E tchau Werley, o Sidimar é melhor que você.

    1. Rafinha não vem, amigo. É desejado por vários grandes times da Europa. E qto à nossa zaga, só precisa ter maior proteção dos volantes para deslanchar e fechar tudo. Abraços, companheiro.

  14. Roberto
    é a primeira vez que comento aki, mas o acompanho todo dia, alias tudo que é referente ao Galo vejo. Morando em Curitiba já a 4 anos so me resta a net ou tv a Cabo pra acompanhar os jogos. Minha pergunta é referente ao lateral Rafael Cruz. Pq ainda não colocaram pra jogar? So vejo atuando em treinos. Deviam dar uma chance pra ele pelo menos de entrar no segundo tempo. E tentar com os outros atacantes (Obina de volta já é uma grande notícia)não apenas com o Bueno. Acho o Berola uma boa opção pra segundo tempo, é veloz e so ta faltando tranquilidade pra fazer os gols. O que vc acha?
    Abraços.

    1. Amigo,
      1- Por aqui tbm ninguém sabe dizer porque o Rafael Cruz não joga. É um mistério guardado a 7 chaves. Mas está treinando muito bem. E todos nós estamos aguardando q ele jogue pelo menos 1 tempo.
      2- O Obina ainda está fora de forma, mas tem possibilidades de ser relacionado para o jogo contra o cru.
      3 – E o Berola é mesmo uma excelente opção para o 2º tempo. Concordo.
      Abraços.

      1. ..esqueci de esclarecer…sou uma “guria” como dizem por aki…obrigada pela resposta..
        Abraços

  15. Como já disse no post anterior e reafirmo nesse variar esquema tático como Luxa faz no momento em que os jogadores estão se conhecendo não dá certo. É o que eu penso, deve-se repetir mais uma mesma escalação, atingir uma solidez tática e depois sim usar variantes. Ou seja, precisa de mais treinamento, as vezes eu vejo o GALO meio perdido em campo principalmente naquela “meiuca ali”. Se os meias não marcarem não adianta jogar esse futebol ofensivo estoura tudo lá na defesa, por isso não concordo com Ricardinho titular nem Fabiano, dois cerca lorenço que nem conseguem dar um combate eficaz. Concordo com todos: é Caceres e mais um ou dois, menos Werley.

Os comentários estão desativados.