DAQUI A POUCO, O ATLÉTICO ENFRENTA O ATLÉTICO-PR NA ARENA DA BAIXADA, EM CURITIBA.

Fábio Costa, Werley, Jairo CAMpos e Cáceres; Diego Macedo, Alê, Mendez, Ricardinho e Leandro; Daniel Carvalho e Obina.

Esta é a formação (no 3-5-2)  que entrará em campo logo mais.

Réver, o mais importante jogador do Galo atual, não jogará. Um estiramento na coxa o afasta por 15 dias.

E uma contratura na panturrilha também transporta Fabiano ao estaleiro.

Incrível como os atletas do Atlético se lesionam.

Algo nessa preparação física está muito parecido com o reino da Dinamarca!

Coincidência ou não, depois que a maldita caixa de areia foi instalada na Cidade do Galo, não há semana que passe sem uma contusão muscular.

E olha que, antes que fosse adotada, eu berrei aos 4 ventos os problemas que poderiam advir de seu uso, principalmente em relação à excessiva carga sobre os músculos da panturrilha e da coxa.

Mas ninguém ligou para isso, pois o sr. Antônio Mello é o bambambam do pedaço e não é questionado.

Serginho também não joga, pois está suspenso pelo 3º cartão amarelo.

Diego Souza, devido às suas atuações abaixo da crítica, assistirá ao jogo acomodado confortavelmente no banco de reservas.

Alê (foto)  fará a sua estréia dois dias depois de contratado. Mas a necessidade, nesta hora de urgência, não lhe concedeu o tempo que precisava para se adaptar à equipe.

Mas soldado que está no quartel quer serviço. Então, que Alê vá à luta e nos surpreenda agradavelmente.

Interessante seria vê-lo correr mais que os outros, uma vez que o seu preparo físico vem do Santo André e não de Antônio Mello.

Não deixaria de ser curioso, realmente. Pelo menos, estabeleceria uma linha de comparação.

Como notícias positivas, Jairo CAMpos, Cáceres e Mendez iniciam jogando.

Enfim, todo mundo sabe da situação em que estamos, lutando para manter o nariz fora d’água e aspirando qualquer resquício de ar que apareça.

Por isso, temos de jogar na Arena da Baixada como se fosse no Mineirão, sem ligar para pressão de torcida.

Nós não podemos nos dar ao luxo de lutar  por empate, infelizmente. A reação não pode esperar mais.

O ideal seria jogar fechado na defesa, com o meio de campo compactado e sem dar espaços, mas, para isso, os nossos contra-ataques têm de funcionar, caso contrário, não suportaremos a pressão.

Nesse aspecto, Berola seria importante demais para este estilo de jogo, porém, ficará para o 2º tempo. Mas antes tarde do que nunca.

Eu acordei hoje com a intuição de uma vitória.

Então, sendo assim, vamos pra cima deles, meu Galo querido!

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE >>> robertoclfilho

Anúncios

10 comentários sobre “DAQUI A POUCO, O ATLÉTICO ENFRENTA O ATLÉTICO-PR NA ARENA DA BAIXADA, EM CURITIBA.

  1. Roberto, acho que o Alê vai resolver esse problema ai do Galo. Ele é volante-volante mesmo, do jeito que o Galo necessita. Serginho e Fabiano não sei qual marca menos…

  2. Amigo Roberto, já enviei há tempos e-mail lá para o Galo falando sobre a tal caixa de areia, ela deixa as pernas dos jogadores pesada, por vários dias, quando for na praia, corra na orla na areia e verá que no outro dia, você está pesadão, não aguenta suspender a perna direito, mas a cabeça de alguns é dura demais e não aceita você falar, no mínimo, fala lá, um leigo, vem criticar, mas não analiza as consequencia.

    Espero e confio muito neste jogo de hoje temos que ganhar de qualquer jeito e partir para um punhado de vitorias para sairmos deste incomodo e entregar a vaga para o flamerda ou vitoria e que eles façam bom uso da vaga por um bom tempo.

    Estive olhando no Globo.com o Flamerda ano passado, teve em 17 partidas apenas 1 derrota para o Barueri, então nos podemos simplesmente ter um punhado, e o florminense também saiu da ZR no segundo turno, será que o Galo é tão pior assim e tão sem sorte, haaaa não, nós vamos sair e subir quem sabe uma vaga na libertadores, eu confio.

    Muitos estão xingando o Marcos, mas veja bem, o Kalil faz muita coisa que a torcida pede, e tem certas coisas que tem que ser vistas, já falei várias vezes com esta turma, mandar embora jogador funcionário não é assim como a torcida quer, tem que analizar como vai ser mandado embora, já que a Justiça do Trabalho não dá ganho de causa para o empregador e principalmente ele sendo o Galo.

    È de amargar, agora que o Kalil, disse há uns dias atraz que estava terminando de pagar todos os problemas na justiça, aparece este do Marcos.

    O Atletico foi afoito em mandar ele embora, certo que o contrato venceu, mas como ele foi operado, teria que ter o tratamento normal e avisar o INSS consultar primeiro para depois mandar ele embora, e além do mais, poderia ter deixado ele fazer o tratamento lá na cidade do Galo, afinal, outros estranhos trataram lá e não deram nada pro Galo, pelo menos o Macos trabalhou 4 anos, queira ou não ajudou o Galo a voltar para a serie A, e durante muito tempo foi capitão do time e pelo que sei era um lider dentro e fora de campo, pode até ser que no final cagou fora do pinico, mas 2006 e 2007 ele foi titular absoluto no Galo, Diretoria do Galo ERROU por bobagem, não pensaram agiram precipitadamente.

    Nenhum empregado pode ser mandado embora, após cirurgia e estar totalmentr em condições de trabalho, senão a empresa tem que avisar o INSS e ajudá-lo a encostar isto é em qualquer empresa até uma empregada doméstica é assim que tem que proceder, cuidado gente, mandar embora, um empregado um servidor, é coisa séria, MT não dá ganho de causa ao empregador.

    Além do mais tem a parte HUMANA que devemos ter mesmo que o jogador não nos agrada.

    Sou Galo defendoaté na morte mas não gosto e não aceito covardia e nem este tipo de ação é sacanagem.

  3. Roberto, voltando para completar, e se o Alê jogar melhor e correr mais que alguns lebreias que estão aquí no Galo, temos que fazer uma carga em cima de todos para que o Mello ou saia ou mude seu pensamento de treinamento, e eu estou aí para uma CAMPANHA contra ele.

    Não estou confiando no Caceres, não sei porque, o cara tá me estragano, porque eu era fanzaço do zagueiro, achava que ele seria o xerifão do Galo, mas tem falhado barbaridade, e espero que hoje pelo menos hoje jogue melhor que nas outras partidas anteriores.

    E O Berola não aguenta mais que 1 tempo e nada melhor ser no segundo, assim apronta uma correria em cima da turma do atl PR e poderá nos dar a vitoria, ele tem que aprender a suspender a cabeça, chamar alguem para jogar com ele, e passar a bola para o companheiro melhor colocado, jogar coletivamente e parar de pensar que ele que vai salvar o Galo.

  4. Boa noite Roberto e demais amigos.

    O galo provavelmente jogará mesmo no 3-5-2. Concordo com vc quando diz que esse esquema poderá ser útil, mas o que realmente não pode acontecer é ficar plantado lá atrás sem arriscar jogadas de contra-ataque, como ocorreu, por exemplo, com o primeiro tempo do jogo contra o Vasco.

    Quanto aos 3 zagueiros, eu prefiro a entrada do Lima e não do Cáceres, pois, assim como o Guerra, penso que o mesmo não tem tido boas atuações. E por falar em zagueiros, o Werley tem sido bastante regular nos últimos jogos. Tomara que continue assim, sem as falhas medonhas que estava cometendo anteriormente. Espere igualmente que o Jairo Campos atue como vinha fazendo no campeonato mineiro, já que ultimamente não vinha me inspirando confiança.

    Quanto à caixa de areia do Mello, começo a acreditar que vc e o Guerra, dentre outros, têm inteira razão em criticar essa técnica, afinal é contusão que não acaba mais, né não?

    Muito acertado também a retirada do DS do time e a entrada do Mendez. Um ainda não conseguiu mostrar a que veio até o momento e o outro teve um ótimo desempenho domingo, contra o Prudente. Ao lado de Rever, Ricardinho e Obina, foram os melhores da equipe naquela ocasião. No mais, que venha a tal regularidade positiva, pelo amor de Deus!

    Saudações!

  5. …como em terra de cego quem tem um olho é …caolho rsrs,daqui até a estabilização concreta,todo ponto é ponto e,o q nos importa no momento , é a somatória deles, para nos vermos o mais longe possível da zr4 tão presente ¨ultimamente¨no nosso cotidiano …[no início da temporada, nunca me imaginaria dizendo isto,fato]…qto as lesões q acometem 5 entre 5 jogadores do GALO,já postei coments sobre isto e,muitos amigos tbm …este sistema do melo e sua cx distruidora de articulações, ñ funciona ,quer ficar travadaço[?], corra nela uns 15 min e depois sentirás como um presidiário americano,parece q te amarraram uma bolona dqlas nas pernas, rsrs …o mellô tem de se explicar,concordo plenamente com os dizeres do Guerra…falou tudo !
    … prá cima do ¨timeco¨ que já trocou de nome uma pá de vezes ,e foi fundado em 19ooe24,quase igual um q tem pelas bandas das Gerais,qqer coincidência é mera imprensão…hehehe !
    FORÇAAAAAAA GALOOOOOOÔ e abs.Roberto e amigos.

  6. Bom dia, Roberto e galera!
    Sofri demais. O comentarista e o narrador, pelo horripilante trabalho, me fizeram ver o jogo sem prestar atenção no que falavam. Por isso, só hoje fiquei sabendo que o Obina levou uma pancada e por isso foi sacado do time.
    Mas nunca blasfemei tanto contra o Luxa. O time conseguiu se recuperar no jogo, estava com o jogo bem controlado, só faltava mais arremates. E me aparecem as substituições: saiu o Mendez, que mesmo não jogando bem, estava contribuindo para o controle da partida. E depois o Obina, para a entrada do DS…
    Não deu pra entender. Pra mim, o Luxa perdeu o jogo de propósito. Desarrumou o time totalmente. O Berola tem que entrar no 2º tempo. Está caindo de produção.
    E aí, reafirmo e comungo das opiniões sobre a caixa de areia: está prejudicando o time.
    Viram como correm o Diego Macedo e o Daniel Carvalho? Dão passadas mais curtas, como se estivessem soltos no ar e temessem perder o equilíbrio. Isso é consequência do esforço por correr na areia.
    Bom. Mesmo com as alterações erradas, o Luxa não cai. Então, é torcer muiiiiiiiiiito para que no jogo contra o Vitória possamos nos recuperar, já que a zica tá solta mesmo e até o flamerda ganhou, distanciando da turma de baixo…
    E, dá-lhe, Galo!

  7. Tantas coisas a se pensar, tantas pessoas a se culpar, principalmente o Alexandre Kalil, e não adianta vir alguém puxar o saco dele aqui não, falar que ele fez tudo certo, contratar jogadores como Diego Macedo , Leandro, Fernandinho, e o pior, ter deixado Eder Luíz que esta arrebentando no vasco da gama ir embora,isto não é certo, e fora onilson, corrêa, o flamengo esta falido e conseguir contratar o corrêa e o Atlético que segundo o Kalil esta estavél não conseguiu . Que diferença tem de Ziza Valadares, Alexandre Kalil, Ricardo Guimarães ? Mudou apenas a colera mas o Cachorro é o mesmo!, sou Atleticano desde os 11 de idade , desde que não entendia nada de futebol, e hoje entendo um pouco, sei quais as pessoas que são realmente Atleticanos e os que são empresários que iludem a torcida, são capitalistas mercenários que querem só uma coisa : o lucro. Não pessam para o Luxemburgo ir embora, não se iludam, o Jair Picerri, Paulo Autuori,Levir Culpi, Emerson Leão,Andrade pelo amor de Deus não!, não são melhor do que ele, o problema não esta no técnico, mas sim no planejamento, só um time simi-profissional como o Amércia de Teofilo Otoni aqui da minha cidade que monta uma equipe no meio do ano, isto não existe em clube grande, o Atlético esta pensando como time pequeno há 2 decadas, é uma pena, ta na hora de fazer como o América de BH fez, coloquem uns 8 presidentes, façam isto , o américa foi resgatado no futebo, o Atlético precisa passar por este processo, o Kalil é igual Cachorro Vira-Latra, late late e não morde ninguém, ou seja, ele fala fala mas não faz. Prefiro um Presidente que fale pouco como o Vitório Piffero do Internacional, quase ninguém ver ele em entrevista, não é de falar nada, mas faz, levou o Inter a 2 libertadores em menos de 10 anos, isto que é dirigente. Kalil já é passado, o futebol hoje não é feito a moda antiga mais, precisa ter inteligencia, de exclusividade, não dá pro Kalil dividir a vida dele na empresa dele no Atlético, o Atlético não precisa de um empresário e sim de um dirigente de Futebol!

Os comentários estão desativados.