ANALISANDO DESEMPENHOS DO ÚLTIMO JOGO…

Vamos à análise do desempenho de cada jogador no último jogo:

Renan Ribeiro: O primeiro gol do Atlético-GO foi uma pedrada indefensável. Mas o jovem goleiro deveria saber que o batedor goiano só cobra as faltas daquele jeito. Então, poderia ter armado a barreira de forma a fechar o meio e não o ângulo esquerdo. Questão de experiência, que ele não tem ainda. No segundo gol, demorou a sair no abafa. Mas se comportou bem no restante do jogo. Nota 7.

Diego Macedo: A melhor partida com a camisa do Galo. Do primeiro ao nonagésimo minuto, correu muito. Era a válvula de escape que o Galo tinha para contra-atacar ou sair jogando. Talvez tenha sido, por isso, o jogador que mais pegou na bola. Dentre as dezenas de passes que deu, só errou um. Nota 8.

Réver: Algumas falhas de posicionamento ou de perda de tempo de bola, mas mesmo assim, jogou bem. Marcou um golaço, um dos mais bonitos do campeonato. Por isso, nota 8.

Werley: Tem uma vantagem sobre os outros zagueiros do elenco. É o mais rápido, não se pode negar. Os seus grandes problemas são a falta de impulsão para o cabeceio e a péssima saída de bola. Prefere rifar uma bola dominada do que dar o passe no pé. Entre falhas e acertos, nota 7.

Coutto: Não comprometeu em uma posição estranha para ele. E não foi culpado no segundo gol do adversário. Ele não alcançaria o atacante nem que tivesse um motor no pé. Mas se limitou a guardar posição e não serviu de opção ao ataque em nenhum momento. Nota 6.

Fernandinho: Não fez nada de melhor do que Coutto faria. Está sem noção de tempo e espaço por causa do longo tempo de inatividade. Porém, é mais incisivo no ataque. Nota 5.

Zé Luis: Está errando muitos passes, embora a sua presença na cabeça de área seja um alento para os zagueiros. Destrói bem, mas entrega mal. Está, gradualmente, aperfeiçoando a sua parceria com Alê. Nota 7.

Alê: Tem um jogo muito parecido com o de Zé Luis, com uma qualidade de passe bastante razoável. Jogou sempre com muita raça, procurando fechar a zona do agrião. Nota 7,5.

Renan Oliveira: Entrou sem ritmo no lugar de Alê, mas mesmo assim conseguiu chegar na bola antes do goleiro e entregá-la _ com açucar e com afeto _ ao Ricardo Bueno para a feitura do gol da vitória. Só por isso, nota 8.

Serginho: Ainda não se encontrou nesta temporada. Levou um cartão amarelo absolutamente desnecessário, além de não acertar passes de 5 metros. Pior, perde a bola constantemente e compromete todo o sistema defensivo. Tem potencial, mas não está demonstrando. Nota 4,5.

Ricardinho: Na atual circunstância, Ricardinho é fundamental para a equipe. Ele tranquiliza ali no meio porque tem clarividência, sabe aonde enfiar a bola. E não se limita a trocar passes laterais. Além disso, está correndo que nem um garoto. Parece que conseguiu escapar da caixa de areia do Mello. Nota 8,5.

Diego Souza: A exemplo de Diego Macedo, fez a sua melhor partida pelo Atlético. Muito mais vibrante que em outras oportunidades, fez um gol e deu o passe magistral para Renan Oliveira fazer a jogada do terceiro. E ainda recompôs o meio. Que melhore cada dia mais. Nota 8.

Obina: Correu muito, procurou se desmarcar, lutou pela bola como se fosse um prato de comida, mas nada que fez deu certo. Não está recebendo a bola entre os zagueiros, em progressão, daquele jeito que todo atacante rompedor gosta. Mas sempre vale pela luta. Nota 6,5.

Ricardo Bueno: Substituiu Obina e talvez tenha participado mais das tramas de ataque porque é leve e se desloca com uma facilidade maior. Mas precisa melhorar muito para se tornar um atacante letal. Fez o gol da vitória e por isso, recebe uma nota 7,5.

Dorival Junior: Escalou muito bem o time para o início de jogo e fez as substituições corretas no decorrer da partida. Mesmo que tivesse perdido, era o que ele tinha em mãos para mudar algo. Tem uma leitura de jogo muito mais apurada do que o “moleque”, que chegou aqui com a fama de ser o bambambam neste quesito e só fez besteira. Nota 9.

Pronto. A partir de agora, eu gostaria de ler os comentários dos leitores do L&N e verificar se as suas análises e notas são parecidas _ ou não _  com as minhas.

Galo sempre!

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE >>> @robertoclfilho

Anúncios

25 comentários sobre “ANALISANDO DESEMPENHOS DO ÚLTIMO JOGO…

  1. Infelizmente nao assisti ao jogo de sabado, mas atraves da sua analise consegui criar a imagem do que foi o jogo. Mais uma vez, parabens!

  2. Renan Ribeiro: Mantenho a nota, porém discordo sobre o gol de falta. O erro foi que os jogadores da barreira se abriram, deixaram um jogador do time adversário ocupar o espaço entre eles, justamente aonde a bola passou. Por ter levado 2 e salvo algumas que o F. Bosta levaria, Nota 7.

    Diego Macedo: As opções de ataque eram sempre pelo lado dele. Sinceramente não acho que foi tão superior à média de suas atuações. Só que dessa vez deu certo, como poderia ter dado errado naquele lance que ele tocou e quase resultou no 3º gol dos goianos. Defendeu razoavelmente bem e atacou muito, gerando cartões e consequentemente, receio nos adversários em levar o 2º amarelo que resultaria em expulsão. Apenas para lembrar: naquele jogo contra o Vitória e falha bisonha do Cáceres e que muitos o culparam, aconteceu praticamente o mesmo no lance da falta cobrada pelo Ricardinho. O Macedo partiu, driblou, sofreu a falta e na cobrança errada veio o contra ataque. Como queriam que ele estivesse já acompanhando o adversario lá embaixo? Se bem que ele acompanhou dessa vez, mas se o outro atacante tivesse recebido a bola, faria o gol da mesma forma. O posicionamento do Macedo não o impediria. Nota 8.

    Réver: Além do que o Roberto já citou, o jogador tem muita segurança em si, além de habilidade. Confiança em excesso pode atrapalhar. Mas não atrapalhou. Não teve culpa nos 2 gols. No 1º não foi ele quem chutou fraco ou fez a falta e nem quem abriu na barreira. No 2º, estava tentando o gol na área adversária e foi surpreendido pela infelicidade do Ricardinho e erro do Diego Souza. Pela atuação e golaço, 9.

    Werley: É mais rápido, mas às vezes afoito. Arriscou ao ataque e teve uma vez que fez até uma boa jogada, driblando e chegando próximo ao gol adversário. No lance, tocou pra outro jogador que sofreu falta, mas o juiz não marcou. Perdia na corrida para o Juninho. No lance de erro do Diego Macedo,por exemplo, deixou o Juninho receber em suas costas e mandar um torpedo no gol do Renan. Sorte que foi pra fora. Por isso e por ser responsável pelo 1º gol por não dar um bico na bola feito homem, mandando pra lateral ou para o meio campo, Nota 05.

    Soutto: Não comprometeu. Foi de certa forma inteligente no 2º gol. Ele não é zagueiro e a bola foi lançada em suas costas para um jogador rápido que conseguiu dar um toque de joelho e fazer a bola tomar o sentido que queria. Não tinha como o Soutto impedir a não ser fazendo pênalti. Se fizesse, seria expulso na hora. Prejudicava o time no 2º tempo inteiro e ainda para o próximo jogo. E o gol poderia sair da mesma forma em cobrança de pênalti. Por isso digo que foi inteligente no lance. Não arriscava ao ataque. Teve medo, talvez preferiu seguir à risca ao pedido do Dorival. Mas nas oportunidades deveria arriscar. E teve algumas e não arriscou, foi inseguro no ataque. Nota 6,0

    Fernandinho: Não foi melhor que o Soutto. As jogadas de ataque foram improdutivas. Os adversários passavam por ele como se não tivesse ninguém. Nota:3,5

    Zé Luis e Alê: Nada a mudar no conceito e descrição do Roberto. Perfeito.

    Continuo depois…

  3. Concordo com o que foi pontuado pelo Roberto e também pelo João.

    Gostaria de fazer uma ressalva quanto ao Serginho: embora eu concorde com a análise do Roberto, que diz que ele jogou mal, temos que enxerga o belo cruzamento para o Diego Souza, que resultou no gol. Acho que a nota dele pode subir um pouquinho.

    Sobre o Dorival, acrescentaria também que nesse mesmo lance, dol go cruzamento do Serginho com gol de Diego Souza, tratava-se de jogada ensaiada no último treino. Logo, embora não seja uma jogada linda, mais mérito para o nosso novo treinador.

    Abraço a todos.

    @RuyMorato

  4. Não que eu seja chato! Mas ganhamos de quem mesmo? Um Atletico de onde? Atlético que eu conheço. É Galo. Somos nós! Então, não ganhamos de ninguém! Da sua pontuação – Roberto a análise foi muito boa – eu retiro 2 pontos de todos os jogadores. Alguns merecem até que seja retirado mais!
    VAMO QUE VAMO!

  5. Apesar de ser um grande fa desse blog (o melhor entre os blogs sobre o Galo) e, na grande maioria das situacoes, concordar com as opinioes do estimado autor, dessa vez me arrisco a discordar com veemencia. Na minha opiniao, as notas dadas estao infladas, talvez pela emocao e alivio da vitoria. Contudo, um time com nota media de 8, conforme sugerido, deveria ter ganho do fraco Atl-GO de muito mais. Alem disso, acho que as notas contradizem a nota deixada pelo mesmo autor logo apos a partida. De qualquer forma, deixo meus parabens pelas excelentes analises e opinioes, e qualidade de apresentacao. Apesar de discordar com o ultimo post, continuarei um assiduo leitor.

    1. O seu ponto de vista é interessante sim. Pode ser um bom tema de debate entre os leitores.

      Um esclarecimento: Na crônica após o jogo, eu disse q houve nítida melhora, embora não no nível q gostaríamos. Se vc analisar as notas, vai reparar q há flagrante desequilíbrio entre elas. Ou seja, houve notas boas, mas muitas notas ruins. É sintoma de que algo está errado em termos de balanceamento da equipe. Abraços, amigo.

  6. Roberto, já que vc pediu aí vai as considerações de quem estava no estádio:

    Renan Ribeiro – não foi muito exigido, mas lhe falta um pouco de segurança e experiência. Não mudo a sua nota

    Diego Macedo – chamou a responsabilidade para ele, embora seja muito criticado. mostrou bastante carater e tem meu voto de confiança. mantenho a nota alta

    Rever – cara, que gol maravilhoso e que zagueirão. não é a toa que está na seleção. aumenta a nota dele aí.

    Werley – eu já não sei o que penso desse cara. Mas temos que confiar nele, apesar da crise do time, ele vem crescendo.

    Coutto – muito fraco ainda, esconde no jogo. Por isso que ficamos mais para direita. não gosto de jogador assim, mas é muito novo ainda e o Dorival pode ter visto alguma coisa nele. Pode dividr a nota dele por 2.

    Fernandinho – mesma nota do Coutto, mas este já tem experiência. Não gosto dele, que volte o Eron!!!!
    Zé luis e Alê -Em certas horas que até confundia os jogadores, Eles foram muito bem. Eu achei que o Alê tinha se machucado, seu futebol acabou depois do 15 minutos do 2° tempo.

    Renanzinho – Esse aí é dificil. Quantas discussões já tivemos por causa da sua Renantite, né ROberto? não sei nem se vc se lembra! Esse menino é uma incognita, tomara que dê certo ainda!!!
    seja muito bem vindo de volta ao Galo.

    Serginho – não é nem de longe o que esperamos do futebol dele, mas vc pegou pesado. Dá uma aumentadinha na nota dele , já que vc está tão convalescente. O lançamento do gol foi dele!!
    quebra esse galho aí!

    Ricardinho – esse, eu sou fã. Acho que ele não se dava bem com o moleque. Fácilsaber quem tinha razão: um é bom carater e o outro não.

    D. souza – Eu acredito que dará muitas alegrias para gente, se o Galo não cair para 2° divisão. gostei da sua vibração e correria.

    Obina – Fraco, o futebol do bom Baiano. Para mim o pior em campo. Pode dividir a nota dele por 2, também. Ele não acertou nada.

    Ricardo Bueno – Muito fraco, desse eu não espero nada. Fico arrepiado e sem esperanças quando ele entra. Pelo menos fez o gol. Falando nisso, foi muito engraçado no estádio, ninguém tinha a mínima idéia de quem tinha feito o gol. Eu nem vi que tinha sido gol!!!!

    Dorival Jr – com certeza a melhor nota, vem dando muito corpo ao time do atlético.
    mas tem muito trabalho e pouco tempo para realiza-lo . Espero que se o Galo cair, , Deus que me livre, ele continue no time.

    minhas considerações são essas.

    um abraço e espero ler a opinião de todos.

  7. …tarde Roberto e amigos.
    …não sei se é imprenssão minha ou, o efeito ¨cx de areia do melo¨ está sendo expurgado pelo metabolismo dos jogadores. Roberto vi um GALO ,menos travado em campo ,ñ sei se vc concorda comigo…estão correndo melhor ,falta velocidade nas jogadas ainda porém,o fôlego melhorou bastante…outra coisa que percebi, é que aproximações e ultrapassagens, começam a aparecer [ gol do DS em bola cruzada pelo Seginho,ñ via isso no GALO há muito tempo!],tímidas ainda ,mas estão acontecendo … o q o DJr precisa corrigir urgentemente é,este buraco que existe entre a zaga e o meio campo[isto vem acontecendo de longa data, ñ é de agora]pode ver,todo contra ataque que tomamos e/ou, bolas enfiadas entre nosso 1º volante e a referida zaga ,sofremos perigo de gol…se ñ me engano ,o 2º gol q sofremos foi assim,o anaílson meteu a bola entre o Alê e o Coutto, só que por cima,sei que isto vem de treimamento e com o tempo,mas alguma coisa tem de ser feita neste sentido …o que vc acha? …corremos melhor fato,mas ainda corremos errado,fazer o que …8 meses sem treinamentos técnicos/táticos,não ia ser em uma semana q o DJr iria consertar isto…o mais importante é q vencemos,coisa q não acontecia há séculos…rsrs
    …concordo com suas notas aos jogadores ,menos o fernandinho ,ai fico com a nota dada pelo amigo João Cândido.
    O GALO NÃO VAI CAIR …O GALO NÃO VAI CAIR!!!
    Abs. GALOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOÔ…!!!!!

  8. Roberto bôa a anãlice, mas sÕbre o Werley, ele até que tem boa saida de bola, mas veja em todos os jogos, não só para Werley, mas os jogadores do Galo não sabem encostar naquele que está com a bola, para se fazer a troca de passes, a ajuda ao colega que poderá estar apertado.

    È normal todo jogo ter jogador abrindo os braços procurando um companheiro para ele lançar ou tocar a bola, e os zagueiros não teem outro meio a não ser isolar a bola ou para as laterais ou com chutão prá frente, MELHOR QUE ATRASAR A BOLA PARA GOLEIRO OU OUTRO ZAGUEIRO, como fazem o Diego Macedo e o Ricardo Bueno.

    Você sabe que sou fã do Ricardinho, mas ele tem se enrrolado demais com a bola e criando contra ataques perigosos e perdendo a bola ao tentar driblar, mas mesmo assim é ótimo nos lançamentos, o que ele fez pro Serginho no cruzamento do gol do DS foi ótimo e perfeito.

    Acho bom o Jorge henrique está vetado, para o jogo contra o Galo, o Elias está na seleção mas deve voltar o Dentinho no time dos gambás, acredito no Galo, mesmo que seja um magro 1×0 de mão roubado impedimento de penalty e com falta e com paradinha e tudo, tem que valer os 3 pontos.

    João Candido, bôa analice, e o colega que disse de quem nós ganhamos.
    Realmente você tem razão, mas queira ou não meu caro, como não estamos ganhando de ninguem qualquer vitoria é copa do mundo e final do brasileirão, gostaria que tívessemos lá em cima disputando o título, mas infelismente a inhaca continuou com o Galo neste ano de 2010 mas um dia tenho certeza, antes de morrer, vou ver o meu Galo lá nas alturas disputando grandes títulos e ganhando dos maiores

  9. Ganhamos de um time que meteu 3 no Palmeiras no Parque Antárctica e vinha numa crescente. Está na serie A, né? Então, o Galo está na faixa da zona de rebaixamento e antes do jogo eram 4 pontos a menos que o adversário. Logo o Galo não é time? Nenhuma equipe tem que respeitá-lo? Temos que engolir seco o discurso de um jogadorzinho ridículo que até outro dia estava na serie B, e que é reserva do reserva do cúrinthia só por quê o nosso time passa por situação difícil causada por um safado enganador e sua trupe? Respeito ao adversário é sempre bom e preserva pontos. Respeito é uma coisa, medo, outra totalmente diferente. Temos o direito de lamentar as derrotas e vibrar com as vitórias, sim, mesmo que enxergarmos erros em nossa equipe e depois as apontamos. Por quê não comemorar uma vitória, especialmente do jeito que foi? É por quê o Galo ganhou fora apenas dos times de Goiás? Os mesmos times que venceram o São Paulo e Palmeiras pelo placar de 3X 0; que venceu o Cúrinthia, até então líder da competição? Os 3 pontos pela vitória são os mesmos, independente do adversario. E já que ultimamente tem sido algo raro, temos ao menos o direito de comemorar?

  10. Continuando…

    Renan Oliveira: Foi feliz nas jogadas dos 2 últimos gols da partida. No primeiro, lançou na cabeça do Ricardo Bueno que obrigou o goleiro a defender e mandar para escanteio. Na continuação da jogada da cobrança de escanteio saiu o golaço do Réver. No 3º, estava bem posicionado, recebeu e tirou do goleiro com categoria, cruzando de forma que a bola fizesse uma leve curva para trás. Se tivesse chutado a gol, erraria o alvo ou o goleiro /zagueiro tirariam. Meio afobado na marcação. Levou amarelo por não saber marcar. Seu negócio é armação de jogadas e ataque mesmo. A torcida deveria saber. Assim evitaria pegação no pé, desnecessariamente. Pela falta de entrosamento, falta de ritmo e participação nos dois gols, nota 7,0.

    Serginho: Cada jogo um novo cartão amarelo, faltas bobas próximo à área e erros de passes em excesso. É voluntarioso e corre muito. Nem sempre em posicionamento correto. Fez belo lançamento para o Diego Souza igualar o placar. Nota 5,5.

    Ricardinho: É essencial, desde que tenha fôlego. Passou dos 20 min. do 2º tempo não aguenta mais. As pernas pesam, começa a perder a bola para adversários, lança nas costas dos laterais, obrigando-os a voltar e errou passes, algumas vezes servindo ao adversário. Não acertou uma cobrança de falta ao gol. No lance do 2º gol dos goianos foi culpado pelo medo de arriscar. O Diego Souza falhou no arremate. Mas mesmo que acertasse, a chance de gol seria mínima. Tinha muitos jogadores à sua frente. Logo, a jogada foi equivocada. O que deveria é arriscar direto para o gol, jogando no canto esquerdo do goleiro, como inclusive fez contra o Vitória no jogo de Salvador. Outra opção seria lançar para cabeceio dos jogadores do Galo que estavam na área, principalmente porque o Réver e o Werley abandonaram à área para tentar o gol. É esforçado e digno. Passei raiva com ele e sinceramente teve um momento que imaginei um velhinho com bengala ciscando procurando não tropeçar em buracos. Não é delírio nem crítica infundada, imaginei isso mesmo. Pelos motivos citados e por ter permanecido em campo já que o Dorival não teria mais como fazer substituição, nota 6,0.

    Diego Souza: Teve sua melhor atuação desde que chegou ao Galo. Mas está muito longe do jogador que esperamos e pelo qual foi contratado. Bateu bizonhamente uma falta, além da furada que gerou o gol adversario. Fez o gol e deu lindo passe para o Renan Oliveira na jogada do 3º. Mas pode render muito mais. Nota 6,5

    Obina: Não está fazendo nada a não ser correr sem noção de espaço, sendo sempre pego em impedimento. Não está fazendo a sua função há pelo menos 3 jogos e não fez no último. Tá com um cai, cai de dar calo nos olhos. Foi substituído por lesão. Nota 3,5

    Ricardo Bueno: Tem que saber que o seu posicionamento deve ser na área. Tem bom cabeceio e chuta forte mesmo com pouco espaço para preparar o chute. Quando atuou afastado da área só atrapalhou o time. Recua demais a bola e erra passes em demasia, de forma bisonha. Na área foi eficiente. Nota 6,0

    Dorival Junior: Armou um bom time com os jogadores disponíveis. Teve que fazer as substituições do Obina e Alê devido a lesões e foi feliz. Pôs Fernandinho no lugar do Filipe Soutto que poderia se abater pelo fato de não ter evitado o gol e prejudicar o time no 2º tempo, embora o substituto não tenha rendido o esperado. Ricardo Bueno e Renan Oliveira foram fundamentais. O técnico chamou a atenção dos jogadores e cobrou posicionamento a todo momento. Teve visão de jogo. Nota 9,5

  11. Renan Ribeiro: nota 7. Vai melhorar, é nosso melhor goleiro
    D. Macedo: nota 6. Melhorou só tiquim…
    Werley: nota 4. sem comentários
    Rever: nota 7,ganhou 2 pontos na nota pelo gol que fez.
    Soutto e Fernandinho: nota 4. Um não é da posição, o outro fraco.
    Zé Luiz e Alê: nota 5. Muita transpiração, pouca inspiração
    Sergin: nota 3, horrível
    Diego Souza: nota 6. Melhorou um tiquim também, mas pelo que ganha e custou, tá maus…
    Obina: nota 4. Ministério da Saúde adverte: acarajé demais aumenta sensivelmente a circunferência abdominal.
    Ricardin: nota 7, joga bola, mas está sem companheiro. É útil pela técnica.
    Ricardo Bueno: nota 5. Fraco, para mim até agora num joga nada. Fez o gol, mas quase perde.
    Renan Oliveira: nota 6. Correu um cadin mais que antes. Tem técnica, mas tem muita preguiça. Se aparacesse pro jogo, e tivesse mais força de vontade, seria craque. Médio prá fraco.
    Dorival: nota 8. Pela humildade,principalmente.

    Média do time: 5,4. Ou seja não passa por média, mas pode se recuperar nos exames finais, isso se estudar muito e for melhor do que foi o ano todo. Caso contrário. BOMBA!

  12. Ótima leitura do jogo… concordo com
    praticamente tudo!

    O que acho que tem que ficar claro para os torcedore, principalmente
    os corneteiros, é a diferença entre as características de um ATACANTE
    e um CENTRO-AVANTE. Muitos ficam aí queimando Obina e Ricardo Bueno, mas
    não sabem a real característica e a função tática do jogador!

    No mais, muito boa a avaliação!

    Abração aí!

    1. Vc tem uma certa razão. O centroavante rompedor (caso de Obina, principalmente) é a figura mais dependente dos outros jogadores q um time pode ter. Tô dizendo: para fazer gols. Porque se ele não recebe a bola em projeção entre os zagueiros, ou não a recebe em cruzamento por alto ou por baixo, adeus centroavante. A bola tem de chegar nele, senão a Inês é morta. É o caso do Obina, que só recebe bolas quadradas na área. Pior: recebe as bolas FORA da área. AÍ É OSSO!!

      1. Desculpe, mas discordo de vocês. Para mim, o Obina é e sempre foi muito fraco!!!!!

        as bolas para ele não chegam tão quadrada assim não, ele é um matador muito dos mais ou menos!!!!!

  13. Roberto,o Galinho meteu 04 esporadas nas “pepecas purpurinadas” pelo juniores.O quarto goal foi uma pintura, do J.Paulo se ñ me engano, q após receber a gorduchinha na área pelo lado direito,aplicou um”boné”no zagueiro completando de canhota à queima roupa, estufando as redes cerúleas, fazendo voar purpurina prá tudo qto é lado e,deixando o defensor com cara de babaca rsrs.Esse junior do GALO, mostrou muitas jogadas ensaiadas principalmente em bolas paradas,ultrapassagens etc…gostei muito do q vi.O Sidimar bem trabalhado,vai ser um “BAITA ZAGUEIRO DE ÁREA”joga fácil demais,um dos goals foi dele. Ainda bem que o “moleque engravatado”,ñ colocou seus olhos e nem sua “filojofia” nos moleques ,senão teria colocado-lhes uma ziquizira sem tamanho, que acabaria com eles antes do tempo ou então,virariam $$$$$$$ fácil no seu bolso!
    Toda mer#@ tem o esgoto que merece,agora quando juntam os dois, ai meu!…não há nariz que aguente,assim como todo urubu tem a podridão que aprecia…um merece ao outro…!
    Saudações Roberto e amigos. O GALO NÀO VAI CAIR…O GALO NÀO VAI CAIR!!!

    1. É… de repente, o junior e o sub 23 desandaram a jogar bem. Fora as promessas q estão no Jacaré de 7 Lagoas. Uai, quecouve? Estávamos mal até a pouco tempo. Trabalho a longo prazo? Atenção q o moleque não dava e passaram agora a dar? Vou me aprofundar nesse assunto e me inteirar melhor. Abraços, camarada.

      1. Boa noite, Roberto.
        Muito bom você dar uma investigada mais profunda nesse assunto. E aproveite também para incluir no seu blog sobre os jogos do Sub-23 e Júniors. Não temos notícias a quantas andam as atuações dos garotos. No site do Galo ainda falam sobre a base, mas do Sub-23 notícia nenhuma.
        Só para me explicar com você: o cabo da Net (que tenho incluído: TV, Internet e telefone) resolveu quebrar às 18:30h, com previsão para voltar às 21h. Não vi o jogo do BOta (importantíssimo para depenar o urubu) e na hora do jogo do Galo, NADA. Só fui ver o resultado na manhã seguinte. E não vi o tape do jogo. Por isso não comentei.
        Mas, vi a falta que o cara bateu. Aquilo é uma truculência, e nem a barreira ficou com coragem de interceptar a bola. Portanto, o Renan não tem culpa alguma no lance e a barreira, se interceptasse, ia desviar pouco a trajetória e o zagueiro ia pras cucuias…
        E, dá-lhe, Galo!

      2. valeu Roberto,a molecada[aqui no bom sentido,piás fica melhor]tem de ser melhor aproveitada,tratada com carinho …no final das contas ¨craque tem de ser feito em casa¨concordo com o Vicente,pouco ou nada, é falado a respeito da garotada…pelo que fiquei sabendo ,batemos tbm o melequinha só não posso confirmar o placar,acho, não tenho certeza,de que foi 2 a zero pra o GALO.
        De nada, mestre!!!!
        OhhhW! Vicente,tú sumiste meu amigo,tudo bem contigo? abraço ai parceiro!

        1. Últimos resultados do hexagonal final de juniores. Galinho 1 x América 0;
          Galinho 4 x Mariazinhas 0

          Sub23 – O Galo é líder do grupo B com 6 pontos (2 vitórias e 1 derrota); o 2º Flamengo tem 5 (1 vitória, 1 empate e 1 derrota). Vale ressaltar que empate leva a partida para cobrança de penaltis e o vencedor tem 1 ponto extra, ou seja, após empate a equipe que vencer a cobrança de pênaltis fica com 2 pontos.

          Como é: Times do grupo A enfrentam times do grupo B. Os 2 primeiros de cada grupo passam à próxima fase. São 5 times em cada grupo. Próximo jogo do Galo é contra o Internacional-RS e o último dessa fase é contra o Palmeiras.

          Grupo A:
          1º Inter, 9 pontos (3 jogos); 2º Vasco, 6 pontos (2 jogos); 3º Avaí, 6 pontos (4 jogos); 4º Palmeiras 6 pontos (3 jogos); 5º Fluminense, 0 ponto (2 jogos)

          Grupo B:
          1º Atlético-MG, 6 pontos (3 jogos); 2º Flamengo, 5 pontos (3 jogos); 3º Corinthians, 3 pontos (2 jogos); 4º Santos, 3 pontos (3 jogos); 5º Botafogo, 0 ponto (3 jogos)

          Próximos jogos do Sub 23

          06/10 (16h30m) – Fluminense x Santos
          07/10 (18h) – Flamengo x Vasco
          09/10 (15h30m) – Internacional x Atlético MG
          10/10 (13h) – Corinthians x Fluminense
          10/10 (15h30m) – Avaí x Flamengo
          13/10 (19h) – Vasco x Corinthians
          17/10 – Palmeiras x Atlético MG
          17/10 (15h30m) – Fluminense x Botafogo
          24/10 (18h) – Santos x Internacional
          24/10 (15h30m) – Botafogo x Vasco
          24/10 (13h) – Corinthians x Palmeiras

          1. bacana João,o resultado contra o melequinha não tinha certeza de qto havia sido o placar,como frisei acima mas,a gurizada ,se for bem trabalhada,tem tudo para envergar com qualidade nosso MANTO SAGRADO.Tem de haver um trabalho psicológico com eles para que ¨soberba¨não lhes atrapalhe na carreira. [¨Mem sana in corpore sano¨].E valeu pelas informações passadas ai no seu comente,é sempre bom saber tudo sobre o GALO e,nem sempre é possível!
            Valeu Atleticano !!!!

  14. Boa tarde Robertão. Quanto ao Bueno centroavante, aposto com vc, que se os defensores deixarem ele parar em pé ele melhora muito. É um jogador, que se o time souber aproveitar os cruzamentos na area adversaria ´´e muito util, pois sofre muitas falatas, é forte e protege bem a bola. Abraço.

    1. Cara,

      eu queria ter seu otimismo por esse Ricardo Bueno!!!! Para mim ,Ele e o Obina não dão um jogador!!!!!

  15. Amigo Roberto,
    Vc tá de brincadeira faz uma leitura perfeita da performance de cada jogador que esteve em campo, aí vamos comentar mais o quê? Só gostaria que sua “renantite” seja curada o mais rápido possível para o bem de todos nós.
    Um abraço

  16. Não assisti ao jogo, então não dá para comentar. Contudo, pelos melhores momentos, percebi um Diego Souza comemorando com mt. raça o gol, e se entortando todo para cabecear a bola do terceito gol.
    – a jogada do R. Oliveira foi sensacional, pareceu-me que teve vontade, que deu sanguinho (se fosse assim, estaria na seleção)
    – o cruzamento do Serginho no segundo gol foi cruzamento de lateral direito dos bons;
    Se esses 3 jogadores – que pra mim são ótimos e jogam em qualquer time de ponta -resolverem editar o futebol que eles tem, nesses últimos jogos, vamos sim, sair desse atoleiro.

Os comentários estão desativados.