O ATLÉTICO ENFRENTA O INTERNACIONAL, EM PORTO ALEGRE.

Renan Ribeiro disposto a fechar o gol mais uma vez.

Quando o Galo pisar o gramado do Beira-Rio neste domingo, estará, mais uma vez, desesperadamente em busca de oxigênio.

Para este blogueiro, nas semanas que antecederam a demissão do moleque, era um suplício escrever as crônicas pré e pós-jogo.

De um jeito ou de outro, as palavras descambavam na mesma direção e se tornavam repetitivas _ para o blogueiro e para os leitores _ pois tratavam quase sempre dos mesmos problemas.

E o pior: problemas estes que não recebiam a mínima atenção. Aliás, muito longe disso.

Para ser sincero: foi um pé no saco! Era como explicar a teoria do caos _ supostamente ocorrida há milhões de anos _ para uma criança de 3 anos de idade.

Mas depois da chegada de Dorival Junior, a motivação mudou. Agora eu escrevo com mais gosto, com mais confiança, embora a nossa posição na tabela permaneça preocupante.

Daniel Carvalho retorna em Porto Alegre.

Dorival Junior sabe que o nosso oxigênio tem data e hora para acabar, se não obtivermos pontos suficientes para nos tirar dessa encrenca.

E no Beira-Rio, há a necessidade absurda de repetirmos a performance da última quarta-feira, nos 35 minutos finais. E seremos, por força da situação,  obrigados a ignorar o horroroso histórico que temos em Porto Alegre.

Apesar disso, temos de esquecer o passado e pensarmos no futuro. Nestas horas, a concentração vale mais do que a técnica ou a habilidade. Afinal, a cabeça é que comanda o corpo.

Mas me tranquiliza ver que o grupo respira novos ares. Ares de integridade e não de enganação.

Ares de trabalho sério, com jogadas ensaiadas, triangulações e repetições de cobranças de faltas.

Embora saiba que o tempo de treinamento não é suficiente _ e não é mesmo _ Dorival vai compensando com iniciativas motivacionais, envolvendo todos os atletas numa corrente de pensamentos positivos e fé em si mesmos.

Vamos torcer para que todo o trabalho desenvolvido na Cidade do Galo traga frutos no Beira-Rio, quando o Atlético entrará em campo, provavelmente, com:

Renan Ribeiro, Diego Macedo, Lima, Werley e Eron; Zé Luis, Alê, Serginho e Renan Oliveira; Berola (D. Carvalho) e Ricardo Bueno (Obina).

Diego Souza foi suspenso por 2 jogos e não enfrentará o Internacional.

Apesar dos sérios e inúmeros desfalques, vamos para cima deles, meu Galo!!!

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE >>> @robertoclfilho

Anúncios

9 comentários sobre “O ATLÉTICO ENFRENTA O INTERNACIONAL, EM PORTO ALEGRE.

  1. Boa tarde Roberto e companheiros,

    Confesso que já havia jogado a toalha após o jogo contra o Vitória. Mas a esperança renasceu após o jogo contra o Corinthians. Óbvio que precisamos da vitória, mas na atual circunstância um empatezinho fora de casa até que não seria de todo mal. Independentemente do resultado o que a equipe não pode abrir mão, de jeito nenhum, é daquela tremenda raça demonstrada no segundo tempo da última rodada. A força e a vontade demonstrada por todos, inclusive (pasmem!!!!) o Renan Oliveira, é o combustível que precisamos para alçar vôos maiores.

    E, só para não perder o costume, uma leve cornetada em um técnico que não as está merecendo nesse momento: que tal o Serginho na lateral direita ao invés dos dois que temos para a posição?

    Saudações!

    1. Kaká, já estive pensando nisso. Porém, como não tenho assistido aos jogos e pelo motivo da minha angústica, tb. não tenho escutado, fica difícil de “pitacar”. Contudo, pelos melhores momentos dos 2 últimos jogos, e pela ruindade do Macedo, penso que o Serginho na lateral seria melhor opção.
      Mas,isso é assunto para o super Roberto.

      1. Amigos mas o Serginho tá entrando muito de primeira, afobado, atabalhoado, e por isto levando uns cartões bobos, tem que consertar senão vai prejudicar mais nosso Galo, o futebol dele, ainda está muito longe de ser aquele ano passado inicio do ano, mas melhorou depois do Dorival

    2. Concordo com vc e com a Stela. Serginho na lateral, depois do que vi na quarta, é uma excelente pedida. Vamos esperar o retorno do Mendez pra ver como é q fica! Abraços. 🙂

  2. Só uma correção, Roberto;
    O Réver ainda está com a Seleção, por isso não enfrentará o Inter.

    De acordo como treinamento de hoje pela manhã, o time será:

    Renan Ribeiro, Rafael Cruz, Lima, Werley e Eron; Zé Luis, Alê, Serginho e Renan Oliveira; Daniel Carvalho e Obina.

    De acordo com informações da Itatiaia, Daniel Carvalho alternou posição com Renan Oliveira mas atuou a maior parte do tempo no ataque, deixando o Renan responsável pelas armações.

    Wendell, Ricardo Bueno e Neto Berola devem ser opções para o 2º tempo. De repente, dependendo do rendimento do Rafael Cruz ele pode sair para o deslocamento do Serginho para a direita com a entrada do Wendel ou um atacante.

  3. É isso aí…independente dos desfalques : “VAI PRA CIMA DELES GALO”!!!
    Beijão Bepe! =)

  4. Não gosto de fazer simulações, como nas disponíveis pelo G1. Prefiro fazer outro tipo de análise como a que fiz antes do jogo contra o Inter, embora parece que ninguém deu a mínima.
    Pena que o Galo não ganhou, mas serviu pra ver que se vencesse, passaria o Vitória, conforme havia antecipado essa possibilidade antes da rodada.

    Veja os concorrentes contra o rebaixamento e sequencia de jogos:

    Guarani – – Corinthians (c), Atlético-GO (c), Avaí (f), Atlético-MG (c), Palmeiras (f), Vitória (c), Flamengo (f), Grêmio (c) e Fluminense (f)

    Flamengo – – Inter (c), Vasco (f), Corinthians (c), Ceará (f), Atlético-PR (c), Atlético-MG (f), Guarani (c), Cruzeiro (c) e Santos (f)

    Vitória – – Prudente (c), Botafogo (f), Vasco (c), Santos (f), Cruzeiro (c), Guarani (f), Corinthians (c), Inter (f) e Atlético-GO (c)

    Avaí – – Atlético-MG (f), Goiás (f), Guarani (c), Corinthians (f), Botafogo (c), Inter (f), Atlético-GO (c), Santos (c) e Atlético-PR (f)

    Atlético-GO – – Vasco (c), Guarani (f), Ceará (c), Botafogo (f), Inter (c), Palmeiras (c), Avaí (f), São Paulo (c) e Vitória (f)

    Atlético-MG – – Avaí (c), Cruzeiro (f), Botafogo (c), Guarani (f), Santos (c), Flamengo (c), Palmeiras (f), Goiás (c) e São Paulo (f)

    Goiás – – Atlético-PR (f), Avaí (c), Palmeiras (f), Grêmio (c), Prudente (f), Fluminense (f), Santos (c), Atlético-MG (f) e Corinthians (c)

    Prudente – – Vitória (f), Santos (f), Cruzeiro (c), Vasco (f), Goiás (c), Atlético-PR (f), Ceará (c), Botafogo (f) e Inter (c)

    Agora são 7 times lutando contra a degola, visto que o Prudente praticamente já caiu. O Galo tem que vencer os jogos em casa e em hipótese alguma deve pensar em outro resultado que não seja a vitória nos confrontos direto contra o Avaí, Goiás, Guarani e Flamengo. Se vencer esses confrontos direto serão 12 pontos. Com 28, são 40. Se vencer esses confrontos, com mais uma vitória, possivelmente dá pra escapar. Ou seja, para o Galo por exemplo, é muito melhor uma vitória diante do Guarani, que uma vitória no clássico. De qualquer forma, tem que buscar a vitória independente do adversário, e em 2 tempos. Não jogando em apenas 1 tempo como vem acontecendo.

    Se analisar o aproveitamento do 16º até a rodada de ontem, a previsão é de que com 40 ptos dá pra escapar. Para isso, o Galo deve vencer os confrontos direto. Mas com 40, embora possível, é muito arriscado.

    Como escrevi antes, devemos torcer para derrotas do São Paulo (exceto contra o Atletico-GO) para que o tricolor não possa almejar o G3 (ou G4). Se o SPFC tiver chance de conseguir vaga a Libertadores em 2011 e dependermos do último jogo para escapar, estamos fritos. Não que não há possibilidade de vitória do Galo. Mais aí é bem mais difícil. Embora, tenha a tal da mala.. Desses, acho que dependendo da situação, o jogo contra o Goiás será o mais difícil, embora acredito que com vontade não é difícil vencer os jogos em casa: Avaí, Botafogo, Santos, Flamengo e Goiás.

    Mesmo com dificuldade é possível vencer o Guarani fora de casa.

    O clássico deve dar empate,

    Contra o Palmeiras, empate ou vitória do Galo. O time paulista joga melhor fora do que em casa. E dependendo da situação, poderá valorizar mais à Sul Americana.

    Contra o SPFC dá pra vencer, mas depende da situação do time paulista, conforme citei antes.

    Vale lembrar que alguns dos nossos adversários direto ainda jogam contra o Prudente, o que teoricamente significa mais 3 pontos. Casos de Vitória e Goiás

    Confrontos direto:
    Flamengo: Galo e Guarani
    Guarani: Galo, Avaí, Vitória e Atlético-GO
    Vitória: Prudente, Guarani e Atlético-GO
    Avaí: Galo, Goiás, Guarani e Atletico-GO
    Atlético-GO: Guarani (f), Avaí (f) e Vitória (f)
    Galo: Avaí (c), Guarani (f), Flamengo (c) e Goiás (c)
    Goiás : Avaí (c), Prudente (f), Galo(f)
    Prudente: Vitória (f), Goiás (c),

    Analisando os confrontos direto e a pontuação dos times até o momento, fica mais evidente que com 43 pontos o 16º se livrará tranquilamente do rebaixamento. Falta verificar quem teoricamente terá os confrontos mais difíceis nas últimas 9 rodadas. Isso não farei, especialmente depois da derrota do Cúrinthia para o Atletico-GO.

    No mais, vai pra cima deles, Galo!

Os comentários estão desativados.