ATLÉTICO 1 X 1 RIVER PLATE. UM TESTE VÁLIDO.

Um time voando em campo em início de temporada é uma utopia do tamanho dos anseios de Júlio César, imperador romano, que sonhava dominar a aldeia gaulesa do chefe Abracurcix e seus guerreiros, que se entupiam da poção mágica preparada pelo druída Panoramix a cada batalha iminente.

O final era sempre o mesmo: os romanos se retirando todos estropiados enquanto os gauleses festejavam a vitória se deliciando com javalis assados na fogueira.

Enquanto os músculos não obedecerem 100% ao comando do cérebro, nós veremos partidas como a que vimos hoje:

Um jogo recheado de passes errados, alguns de dois metros, domínio deficiente de bola, matadas de canela, lançamentos equivocados, etc, etc, etc.

Mas por entre um festival de jogadas ridículas, ainda dá para selecionar, mal e porcamente, o que ocorreu de bom e de ruim, ainda que neste momento, não seja a coisa mais importante.

O Galo foi bem no início do jogo. Tão bem que achei que o jogo hoje seria barbada.

Depois foi se complicando aos poucos, pois o meio de campo concedia espaços aos uruguaios e _ como virou uma moda infindável por aqui _ deixava a zaga exposta aos ataques adversários.

Richarlyson, individualmente, foi bem, mas a coordenação com Serginho não funcionou. Os dois bateram cabeça ininterruptamente.

O Atlético voltou bem no segundo tempo, com 4 alterações. Mas, lá pelos 15 minutos, novamente embolou as ações e dificultou um jogo que poderia ter sido fácil. Louve-se a atuação do goleiro do River, Hernandez, que pegou até pensamento.

Para não me estender demasiadamente na análise setorial da equipe, pois isso demandaria muito espaço para esta crônica, vou me limitar a algumas observações essenciais:

1 – O time titular que entrou jogando, decididamente não será o time titular da temporada. Mais peças do que imaginávamos serão trocadas. E não serão pelos nomes que projetamos.

2 – A minha preocupação com a lateral direita triplicou depois desta partida, mesmo considerando o pouco preparo físico. Para mim, Rafael Cruz foi menos ruim do que Patric, que parecia travado pela pressão da estréia ou seja lá o que for.

3 – A equipe perde muito em qualidade com Richarlyson na lateral esquerda. Parece ser um desperdício utilizá-lo por ali, quando no meio ele pode ser muito mais útil.

4 – Fiquei agradavelmente surpreendido pela atuação de Magno Alves. É rápido, parte para dentro da defesa e constrói jogadas agudas. Só reforçou a minha opinião, dada quando ele chegou: a sua contribuição será efetiva!

5 – Mancini, Diego Souza, Renan Oliveira, Berola, Jobson, Ricardinho, Werley e Leandro ainda têm um longo caminho de exercícios a percorrer. Vão ter de ralar muito para retomar o nível de futebol de que são capazes.

6 – Repito o que já disse antes: Serginho é o melhor lateral direito que temos. Se no ano passado ele complicou jogadas na frente de nossa área, este ano voltou do mesmo jeito. Ou seja, não evoluiu na essência.

7 – Há necessidade premente de fechar o meio de campo. Zé Luis é peça de contenção importante demais para se abrir mão.

8 – Giovanni provou que a sua contratação foi acertada. A bola que pegou não é para qualquer goleiro pegar. Se eu fosse Renan Ribeiro, passaria a treinar dobrado.

Enfim, foi um empate de 1 a 1, quando poderia ter sido 4 a 4 ou 5 a 5. Espero que Dorival Junior tenha adquirido muitos subsídios para a definição tática e do time ideal para a estréia no campeonato mineiro.

Que se confirmem as palavras de Kalil: “que este ano o time funcione tanto no papel quanto no campo!”

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE >>> robertoclfilho

Anúncios

23 comentários sobre “ATLÉTICO 1 X 1 RIVER PLATE. UM TESTE VÁLIDO.

  1. Apessar de que eu esperava bem mais do time, Deu pro gasto a estréia. Mas as laterais continuam me preocupando. Pois apesar de o meio não ter funcionado tão bem o que não falta é peça de reposição. Nem com todo azar do mundo todos darão errado. Fica a esperança de um ano bom até que enfim! #Galo

  2. Concordo com voce Roberto. Renan RIbeiro vai ter q treinar dobrado, pois Giovanni é um ótimo goleiro e vai incomoda-lo durante toda a temporada.
    Patric foi horrível, e Rafael também. Serginho poderia msmo assumir a lateral, mas sem dar seus apagões de segundo tempo, como deu ontem.
    Rever, se continuar assim, será titular da copa de 2014! heheheh E pra mim, Lima, em forma mereceria uma chance. Sempre gostei da tranqulidade e da pegada do Lima.
    Na esquerda não adianta inventar. É Leandro mesmo. E acho que ontem ele foi até bem, dentro de seus limites.
    Richarlyson e Zé Luis de volantes. INDISCUTÍVEL! Um fixo e outro com mais liberdade. Os dois correm o tempo todo e não passa nem mosquito!
    Pra completar o meio de campo, ainda é cedo pra falar…. é onde temos mais jogadores fora de forma. Eu gostaria de ver Mancinni em forma e que Renan Oliveira se firmasse finalmente como titular. Diego Souza e Ricardinho, que seriam ótimos reservas.
    No ataque, Tardelli precisa encorporar o espírito de Obina! FAZER GOLS! Não importa se foi de placa, de cobertura, de calcanhar. O importante é a bola na rede! Dorival deveria deixá-lo dentro da área e Magno Alves com correria e atrapalhando a zaga adversaria!

    Aos poucos, vamos acertar, e esse ano, é GALOOOOO!!!!!!!

  3. Em certos momentos deu calo nos olhos assistir a partida ontem, na minha modesta opnião, Serginho, Werley(cansei de defender ele) e Renan Oliveira vão pro banco, o time titular provavelmente será: Renan Ribeiro, Rafael Cruz, Rever, Lima(Leo Silva quando estiver pronto), Zé Luiz, Leandro, Richarlyson, Ricardinho(Diego Souza), Tardelli, Mancine(Ricardinho) e Jobson(Magno Alves).

    GALO SEMPRE.

  4. Prezados,

    Infelizmente não vi o jogo, sou de Brasília e a internet estragou bem na hora para eu ouvir a Itatiaia.
    Então , confio nas palavras de vocês. Pelo Twitter, chutei que daria 1×1, não tem jeito, pré temporada é foda, ninguém acerta nada. Pelo o que li, fico triste pelas vaias ao Tardelli, o que está acontecendo com essa torcida? Vaiando o craque do time em amistoso de pré temporada. Independente de ter jogado mal, isso não é hora de vaiar ninguém, ainda mais o craque que marcou tantos gols em 2 anos. A qualidade dele é indiscutível!!!!!!!!!

    Abraços e que venha a temporada agora

    Rafael Silveira/ http://www.twitter/@rafaelrsilveira

  5. Amigo Roberto,
    Achei que nosso meio campo com Richarlysson e Serginho ficou muito vulnerável, acredito que precisaremos de um jogador mais “pegador” nesse setor, provavelmente zé luiz ou quem sabe o Toró, aí poderíamos deslocar o Serginho para a lateral direita onde concordo contigo rende muito bem. Quanto ao Magno Alves foi realmente uma grata surpresa o cara pela idade que tem mostrou que tem ainda um “caldo” extra. Enfim início de temporada, amistoso, galera ainda com as pernas “pesadas” não dá para exigir muita coisa.
    Um abraço

  6. Olá Roberto! Concordo contigo em vários pontos: Richarlyson na lateral é um desperdício e Serginho é o melhor lateral direito que temos, Giovanni mostraou ao que veio (RR que se cuide!). Fiquei irritada com a parte da torcida que cornetou o Tardelli! O cara correu, movimentou-se bastante e quase fez um gol de placa. É bom lembrar que estamos em início de temporada e a excelente forma física do nosso atacante é um prenúncio de que são grandes as chances de ele fazer uma excelente temporada. Por fim, gostei bastante da participação do Mancini. Depois que ele estiver com o condicionamento físico ideal, vai dar muito trabalho. Galo!!

  7. É amigo, para começo de ano galístico, até que foi bom o jogo.

    Pra mim, Serginho perderá a vaga no meio, não restando a ele, outra opção que não seja a lateral direita.

    Acho também que, Ricardinho ou Renan Oliveira (ou até mesmo os dois) deveram sair do Time, entrando Mancini ou Diego Souza (ou os dois).

    No ataque, achei o Jobson um bom jogador, tem habilidade e vontade.

    Meu time: Renan Ribeiro, Serginho, Réver, Leo Silva e Leandro (não tem Tu, vai Tu mesmo), Zé Luiz, Richarlysson, Ricardinho, Mancini, Jobson e Tardelli mais a frente, onde ele fez sucesso por aqui.

    Abraço.

    1. Andreson, se não tem tú, pode jogar sem o tu mesmo porque este tu e ruim demais, ele joga contra o Galo, tude de ruim acontece do lado dêle, jogar com 10 é melhor que jogar contra 12 Leandro, gente, meus amigos, não serve nem para gandula, ele atrasa a bola, ou a bola atrasa ele

  8. Bom dia, Roberto e Galera!
    Após um período que considerei longo para ficar longe das notícias do Galo, voltei de minhas férias ontem. Nesse período estive no sul de Minas, onde convivemos com um garoto que se dizia cruzeirense, mas ficava o dia inteiro e todos os dias com a camisa do Galo e dizia que era para sejá-la e deixar a do crugayro limpa. Mas tinha muitas do Galo…
    Depois fui ao Rio, em Cabo Frio, e logo que cheguei na Praia do Forte, o primeiro detalhe que chama a atenção é uma linda bandeira do Galo, içada ao lado de uma barraca, “lutando contra o vento da beira-mar”. Indescritível! O pessoal da barraca me informou que há dez anos, todo mês de janeiro, a bandeira é hasteada naquele local. O dono de uma barraca próxima me informou que um cruzeirense tentou uma vez fazer o mesmo, mas não teve pique e não durou nem um dia.
    Passei por BH só uma noite, e fui a Montes Claros. Infelizmente não foi possível permanecer na cidade para ver a estréia do Galo.
    E aqui em Brasília, não deu para assistir o amistoso de ontem, pois não transmitiu em nenhum canal.
    E as notícias sobre o jogo só estou tendo pela Internet, no seu texto e em outros sites. E os comentários não me agradaram.
    Entendo que a pré-temporada destina-se exatamente para “descontrair os músculos e nervos”, provocar o entrosamente e deixar a equipe pronta para a estréia. E parece que só com o Galo isso não acontece. O time vai se entrosar somente em jogos oficiais? Ano passado jogamos com um time mais ou menos entrosado e ganhamos um duvidoso Mineiro. E o entrosamento no restante da temporada não aconteceu.
    Será que a pre-temporada foi uma extensão das férias???
    Os demais campeonatos já começaram e pelos poucos lances que vi (ontem vi o jogo do Botafogo) os times já estão jogando com entrosamento e condicionamento bastante significativo e nota-se que há um comprometimento importante dos atletas com o nome da equipe…
    Espero que o Dorival consiga impor uma filosofia vencedora no plantel e não comece a falar em “projeto”. Estamos cheios de engenheiros e arquitetos.
    E, dá-lhe, Galo!

    1. Vicente, com a qualidade do time e principalmente com a vontade demonstrada ontem, não duvido que logo o time estará jogando entrosado. O preparado físico pode estar sendo prejudicado devido aos diferentes estágios que os jogadores se encontravam quando da apresentação, diferentemente dos outros clubes que praticamente estão repetindo suas equipes da temporada passada. Você deveria ter visto a vontade do Mancini e do Diego Souza ontem.

      1. Oi Stela,
        Como disse, aqui em BSB não passou o jogo e não pude ver. Mas, se na visão de você, Roberto e outros colegas internautas foi detectado pontos positivos, espero que possamos deslanchar em 2011.
        E, dá-lhe, Galo!

  9. Concordo com o que foi escrito Roberto.

    Mas não me desespero.

    O principal fator para a fraca apresentação foi o posicionamento.

    Nitidamente o Galo estava perdido em campo, com uma marcação forte de um time que não tem nada de bobo e que ja vem jogando junto faz um tempo.

    Os treinamentos na Cidade do Galo visando o condicionamento físico foram pesados, o contato com bola foi mínimo ainda, acho normal o atletas se atrapalharem um pouco com abola, e não se posicionarem bem m campo.

    Contra o Funorte veremos uma equipe mais consciente do se papel em campo, com um objetivo mais definido e em busca da vitória, até pq, não acho que o Funorte criará dificuldades ao Galo como foi contra o River.

    Jobson precisa perder uns quilinhos ainda, Diego Souza tb, Mancini precisa de ritmo, e fatalmente serão titulares, e definitivamente não estou nada animado com nossos laterais, de lado nenhum.

    Volantes e zagueiros precisarão de um treinamento à parte, entrosamento urgente, e nada passará ali.

    Muito bem servido de goleiros, enfim.

  10. Daqui do exílio consegui assistir ao jogo pela internet, graças ao Zeca do Galocast.
    Foi mais um treino que um jogo. Concordo com você, Roberto:o combate no meio campo é o nosso calcanhar de Aquiles. Qualquer time chega fácil na nossa área.

    Fracos, fraquíssimos são os laterais. Creio que não tem treinador, esquema, centro de treinamento de primeiro mundo, salário em dia, vitamina, anfetamina, boleta, testosterona de cavalo que dê jeito. É ruindade de nascença mesmo…

    Bora GALÔ!

  11. Não dá para cobrar por enquanto, o time adversário está no meio de temporada, enquanto para o Galo era o 1º jogo do ano.
    Contudo, gostei da vontade dos jogadores. Parecia que estavam disputando final de campeonato. Jogaram com garra, honrando a nossa camisa. Gostei mais ainda do Mancini e do Diego Souza, este me fez lembrar o Éder Aleixo quando chutou a bola no adversário. Os mais antigos lembram desse lance… né Guerra? Os 2 serão titulares.
    Fiquei preocupada com as laterais. Rafael Cruz conseguiu ser melhor que Patric. O DJ vai ter trabalho com aquele setor.
    Tardelli é meu ídolo, é craque, mas tem de parar de perder gol bobo e parar de achar que é Pelé.

    No mais … vamos “agualdal”.

  12. meio campo do galo tem q ser o mancini e o diego souza.

    antes o problema era o gol, agora são as laterais.

  13. Roberto,moçada do L&N…boa tarde à todos !
    …bem,a primeira impressão é a q fica.Para um jogo-treino,valeu e valeu muito;pela tela do pc[Galocast é sohw]ñ dá p/ ver toda a movimentação da equipe,mas,os primeiros 15′ foram esperançosos pelo toque na bola, que a faziam girar pelo campo dando uma falsa certeza, de um entrosamento q ainda ñ existe.Viu-se um meio campo perdido,principalmente por parte do Serginho[concordo com vc,lugar dele é na lateral] cada enxadada uma minhoca,do mesmo modo q terminou a temporada passada.Rick grata surpresa[gostaria de tê-lo visto junto com o Zé Luiz,presuponho q ficaria uma meiuca bem legal].Nossa defesa continuou vulnerável,tem de ter um cara pegador e pacificador à sua frente,senão é sufoco na certa.Laterais ??????? deixo a interrogação,preocupante por demais da conta,sô …e o ataque,bem o ataque tem de jogar mais próximos um do outro,e ñ gostei de ter visto o Tardelli vir dar combate na defesa,correndo igual a um louco, ñ precisa disto,o lugar dele é próximo á área onde rende muito mais.RICARDINHO é o CARA,é o pensante ,como joga fácil o¨garoto¨,fez um golaço e armou bem o time enquanto esteve em campo.A equipe está ainda amarrada,qdo se soltar acho que teremos boas performances por parte dela.Na estreia do MIN11,com certeza a equipe que iniciou o jogo-treino,terá modificações,poucas mas terá, e as laterais,bem as laterais deixo a ??????????????????????…putssssss!!!!parece novela mexicana…nunca tem fim,affff!!!!

    1. quiz dizer ahí em baixo COMO SEMPRE

      Kriko, e ainda tem atleticano que critica, corneta e que o Ricardinho fora do time e alguns até fora do Galo.
      Sá até preguiça de ler certos comentarios, Ricardinho, é lento hahahaha prá quê correr louco igual ao Serginho, taí você dizendo que Tardelli correr correr mas o que deveria fazer mesmo era ficar lá frente dentro da área, tem jogador que faz isto para aparecer para a torcida, ahí mostra RAÇA RAÇA há foda-se raça, eu quero ver é futebol refinado, tabelas, troca de passes, inteligencia, classe, viradas de jogo, lançamentos longos e feitura de gol, em quem sabe onde se colocar, para receber a bola, prenche os vazios do campo, se coloca como opção de jogada, de tabela.
      Como você disse o RICARDINHO É O CARA

      1. Guerra meu irmão,¨cê tá bão¨?
        …pois é rapaz,gosto muito da maneira como o Ricardinho se comporta em campo[esse camarada já me fez raiva ¨pordemais¨sô!!! qdo jogava pelo timãozinho ,eiiita !!!],faz a bola correr,tem bom passe e sabe tabelar.Tá certo que já ñ é nhm garoto,mas pode-se compará-lo a um bom vinho : qto mais velho,melhor é o seu ¨bouquet¨,né não ?
        Teremos muitas resenhas bacanas este ano,é só o começo da temporada,primeiro jogo oficial,o adversário está anos-luz de distância em termos de preparação[tem quase 4 meses q vem fazendo amistosos aqui no Brasil,se ñ me engano]à nossa frente.E digo mais: em CNTP o GALO mete 15 neste time fácil-fácil…!!!o que me preocupa são as laterais ????????,mas temos boas perspectivas,meu amigo, q sabe muito de GALO .
        Abs. mestre e fica na PAZ ,vlw!!!

  14. Excelente texto Roberto!
    Eu gostei muito do futebol do Jóbson também e acho que ele vai sar muito certo ao lado do DT9, se Muriqui e Éder foram bem imagina o Jóbson?
    O Richarlyson deu uma dinâmica melhor no meio campo, e o fato da torcida ter gritado o nome dele me agrada muito!
    O Galo ainda vai melhorar bastante, confio no Dorival e nos jogadores.
    VAI PRA CIMA DELES GALO!

  15. Como senore, temos que cornetar um pouquinho
    Não interessa se é treino, o jogo treino, ainda mais que é um amistoso Internacional

    Deveríamos ter ganho a partida, mas quase que sairíamos com uma derrota, aí é que ia ter corneteiro para todo lado.
    Primeiro bou fazer uma alerta.

    Com estes arbitros, será que vamos conseguir ter um campeonato Mineiro, sem problemas, o José Eugenio ex juiz que agora é presidente da comissão, é pessoa bôa, o conheço, é honesto, simples, humilde, mas muito sério e gente bôa pessoa.

    Mas estes arbitros, não valem nada, para mim, não pode ser domente erros, e má vontade mesmo.
    O bandeirinha, é uma piada, o cara não deixou o ataque do Galo jogar, de tanto suspender a sua bandeira, não acertou nenhum impedimento, errou em todos.

    O Juiz o Cleisson, é outro, cartão amarelo, só para babozeiras, nos lances que deveria aplicar o cartão ele não aplicou nem para um lado nem para o outro, O Lance do Diego Souza, ele deveria ter em primeiro, repreendido o jogador do RP Correa, que não queria deixar efetuar a cobrança de falta, por 2 vezes chutou a bola e a tirou do lugar (será que ele não viu ) ou fez de conta, a culpa então é dele, já que deu o cartão amarelo para DS, porque não aplicou o cartão para quem era o culpado do problema, ERROU feio.

    Acho que vamos ter problemas e mais problemas com arbitragens, neste campeonato Mineiro, só peço que não prejudiquem somente o Galo, NÃO É DESCULPA ANTECIPADA, MAS QUE ASSISTIU A PARTIDA NÃO PDDE TER FEITO VISTAS GROSSAS NESTES CARAS os tais de juizes que querem profissionalização, mas se apitarem todos os fins de semana, embolsam em média 10.800,00 reais, é salario ruim, o que querem mais!!!

  16. O Richarlyson joga demais! Lembrei de você, compadre, enquanto admirava o futebol clássico e eficiente do melhor volante do GALO desde Gilberto Silva. Confesso que achei que seus elogios à ele seriam destaque nesta crônica…rsrs Pois sei como você admira um futebol bem jogado.
    Mas é que você notou o Serginho batendo cabeça com ele. E não ele com o Serginho, né?! Cara, o Serginho tem de ir pra lateral direita. Não é possível que isso não acontecerá!
    Além do futebol impecável do Richarlyson, gostei muito de Jóbson, Magno Alves, Mancini e Diego Souza. Foram boas as estréias, levando em consideração as condições físicas e o fato do jogo não valer nada. (incluí o Diego Souza porque o mesmo ainda não estreou com o Manto).

    O que eu lamento muito é a falta de repeito que o Atlético teve com o torcedor que foi à Arena. Permitir mais de 11 substituições é PALHAÇADA! Isso não foi “Amistoso Internacional” como está escrito no ingresso que eu comprei. Isso foi jogo-treino, e para assistir à isso não se pode cobrar ingresso. Sem contar a gasolina que se gasta de Belo Horizonte à Sete Lagoas. E o mais importante: O desejo incontrolável que todos nós estavamos de matar a saudade do nosso GALO.

    Mas tá bom! Matei a saudade do meu GALO e vi muitas coisas boas no time. Esse ano vai! E VAI MESMO, MASSA!

    Abração!

    1. Concordo com vc Tiago, foi mais treino que jogo. Minhas conclusões após ver o jogo e ler os coments aqui:

      – Goleiro: Renan e Giovani vão dar conta do recado
      – Lateral direito: não temos, entramos com 10 pois cruz-credo e o amigo do bob esponja esqueça, ruindade de nascença não tem cura.
      – zagueiros: creio estarmos bem servidos
      – Lateral esquerdo: só Leandro, e convenhamos é quase nada.
      – Volantes: para mim tem que ser Zé e Richarlysson, Toró ainda vamos ver. Serginho é meio estabanado, concordo com quem acha que deve-se testá-lo na LD. Como volante leva muito cartão e também é mais fácil de contundir-se, parece que faltam peças,
      – Meias: Temos mais de um par: Ricardim-Renan; D.Souza-Mancini; D.Carvalho-Nikão; Bernard-Wendel … Se algum desses pares estiverem furado, manda cerzir uai…
      – ataque: Tamos bem…

      Agora é com você, ô Dorival…

      1. Concordo plenamente, Jota. Os únicos setores que nos preocupam são as laterais. AS DUAS!
        No restante estamos bem. Maravilhosamente bem eu diria. E isso não é se precipitar ou estar iludido, é fato. O elenco do GALO é excelente, mas sem laterais não dá, não pode, não existe.
        Tem de vir um lateral-esquerdo para ser titular. Mas quem? Não sabemos, mas tem de vir… Escalar o Richarlyson alí é desperdiçar um volante fora de série.
        O mesmo eu digo em relação ao Serginho. Colocá-lo como volante é desperdiçar um baita lateral-direito.

        Concluindo: Na minha modesta opinião, só faltam dois reforços: 1 lateral-esquerdo(titular) e 1 volante(reserva)… (isso nem é novidade, o Dorival já disse…rs)

        Quanto ao “falso amistoso internacional”, foi uma bola fora do grande Kalil. Teve torcedores ao meu lado que se recusaram a esperar o fim do jogo. Aquele monte de substituições cansaram e irritaram. E o pior é que as trocas começaram justamente no melhor momento do GALO na partida. Os gols de Magno Alves, Mancini ou Berola era questão de segundos.

        Abraços!

Os comentários estão desativados.