O CERCO DOS XIITAS FUNDAMENTALISTAS.

Uma crônica escrita para defender o Clube Atlético Mineiro e não para blindar o presidente Kalil.

Mas tampouco planejada para atacá-lo, ao contrário dos xiitas fundamentalistas.

Estes, para defender as suas teses radicais vazias (toda tese que só critica e não apresenta soluções é vazia), atacam, além do presidente, aqueles que não comungam das suas idéias.

Assim como se fossem os detentores de 100% dos direitos federativos e financeiros da verdade.

Criticam tudo aquilo que nós também criticamos. A diferença é que não abrem espaço para nenhuma positividade, nenhuma luz ao final do túnel. Nada presta.

Só enxergam o lado podre da laranja, como se fossem os paladinos alvinegros, montados num cavalo branco e combatendo moinhos “armados” de pás.

E os seus adversários não são os outros times não. Os seus verdadeiros inimigos _ criados por eles mesmos _  são os próprios atleticanos, aqueles que eles denominaram, do alto de sua “sabedoria”, de “ILUDIDOS”.

Ou seja, os que não se alinham às suas idéias são os chamados “iludidos”, os verdadeiros culpados da situação do Atlético, pois “aceitam tudo” e que, por causa deles, o Galo enveredou por essa trilha de fracassos.

Criaram agora uma tese de que o atleticano é megalomaníaco às avessas (como se isso pudesse existir na vida real), pois o clube não é melhor em nada e o atleticano acha que é o bambambam em tudo!

E escrevem isso com ares de inventores da teoria da relatividade, um Albert Einstein tupiniquim mais racional que a razão.

Pois eu lhes digo, arautos da arrogância, no dia em que a megalomania da torcida atleticana desaparecer, o Clube Atlético Mineiro desaparecerá junto! Fecha as portas para nunca mais abrir.

Estamos falando de futebol, de paixão ensandecida por um clube e não de uma empresa comum. Estamos pisando em um terreno onde a emoção é a nobre da corte e a razão é a mais humilde plebéia da aldeia.

Depois de tantos anos de repetidas decepções, talvez o que ainda sustente a auto-estima da nação atleticana seja mesmo essa tal  “megalomania”, embora eu saiba que estou tentando transformar um termo usado de forma pejorativa e irônica em algo de positivo.

Os xiitas fundamentalistas, tão atleticanos quanto os demais, costumam saber mais que todos, como se os outros fossem uns burros de galocha.

Mas se esquecem que aqueles que adotam uma posição mais moderada, menos terrorista _ com menos propensão a simplesmente destruir tudo e não deixar pedra sobre pedra _ têm o mesmo número de neurônios que as suas “sábias” cabeças.

Afinal, quem está satisfeito com o time atual? O time é fraco, sem padrão e sem força. TODOS sabem disso.

Quem se satisfaz com mais de 60 contratações em 3 anos sem resultados práticos?

Quem não sabe que não temos olheiros com competência de peneirar garotos de futuro para a base?

Qual atleticano não percebe que não temos pessoal capacitado para contratar jogadores com critério e perspicácia, além de uma demora irritante em cada contratação? O monte de pernas-de-pau que aportou por aqui nestes 3 anos é uma prova cabal disso.

E milhares de outros fatos equivocados que pululam na mente apaixonada do atleticano.

Só que não abordamos estas questões com uma granada na mão e rasgando o fiofó com a unha, querendo explodir tudo e desancando pessoas pelo caminho.

E sem subserviência, pois o senso crítico está integralmente preservado.

Quem não tem plena consciência de que Kalil errou e está errando mais do que ele mesmo esperava, principalmente no Departamento de Futebol?

O L&N sempre se posicionou a seu favor, mas sem fechar os olhos para os seus erros. Os últimos posts mais do que comprovam isso.

Só que, na minha opinião, não se pode descarregar em uma pessoa 40 anos de frustrações e vergonhas.

Pois o que move a revolta latente destes atleticanos é  o amargor dos fracassos dos anos passados somados aos atuais.

E encontraram um receptáculo perfeito em tempos de internet e twitter. Kalil virou  o saco de pancadas virtual dos tempos modernos.

“Quanto maior a perspectiva, maior o nível de exigência”.

Garanto que os mesmos que cobram hoje padrões europeus de um clube brasileiro (esquecendo o abismo que nos separa), não o fariam se Alexandre Kalil tivesse repetido as ridículas performances de Ziza, Ricardo Guimarães, Nélio Brandt, Paulo Cury, etc.

Estariam todos caladinhos assistindo desfilarem Bilú, Zé Antônio, Rafael Miranda, Edson, Juninho, César Prates, etc … pois estes seriam o universo visível… e possível.

Todas as pessoas têm o sagrado direito de emitir as suas opiniões, é óbvio. O princípio fundamental da democracia é conviver harmoniosamente  em meio às idéias conflitantes entre si.

Eu só peço que essa premissa seja respeitada e que não nos forcem a engolir teses estapafúrdias goela abaixo.

Para destruir, bastam duas palavras e um sopro. Quero ver é erigir, sob destroços, uma boa base para um futuro melhor.

E se pudermos caminhar todos juntos, como atleticanos que somos, sem extremismos, seria a melhor forma de encontrarmos o caminho do sucesso.

Pois certamente, ao contrário do que disse certo repórter da Rádio Itatiaia, TODOS nós, atleticanos da gema, merecemos muita coisa boa, depois de tantos anos!

PAZ, CABEÇA FRIA E CORAÇÃO QUENTE BATENDO NO PEITO!

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE >>> robertoclfilho

Anúncios

55 comentários sobre “O CERCO DOS XIITAS FUNDAMENTALISTAS.

  1. Vou manter o que venho dizendo há muito tempo – Na parte administrativa, de reestruturação do GALO, Kalil é nota 10

    Administrativamente é nosso melhor presidente, desde o seu pai, Elias.

    Melhorou as cotas, patrocínios, paga em dia (Isso é obrigação, mas obrigação que não vinha sendo feita pelo seus antecessores), busca bons jogadores

    Mas também tem seus erros

    Agora em relação ao futebol, vem cometendo os mesmos erros de seus antecessores – A cada 6 meses praticamente um time novo

    Precisa só ajustar isso.. Afinal 64 contratações (até hoje 15/04) em pouco mais de 2 anos de gestão, é muita coisa

    Como no administrativo, a parte de campo também precisa de continuidade

    1. Eu não fiz referência a nenhum nome de blog ou pessoa por aqui, Daniel. Fiz referência isto sim às pessoas que só fazem desmerecer e ridicularizar o Galo, como se não torcessem por ele. Acho que não é o seu caso, não é? 🙂

      Defendo o direito de criticar e cobrar o mais que puder, mas quando os termos são ofensivos à instituição, acho q há exagero. Só isso. Muitos pensam diferente de mim, o q é super normal. Abraços.

  2. Bacana demais, Roberto.

    Como você, sei conviver com todas as opiniões. Sou do tipo mais tranquilo, mas também me sinto me incomodado. Mas sei que está sendo feito o melhor pro Galo nesse momento.

    Dias melhores virão! Saudações!

    @RuyMorato

  3. PERFEITO!

    Eu sou apenas um “zé ninguém”, mas Atleticano de alma, inclusive, muito mais apaixonado do que eu gostaria de ser.
    Por isso, é muito bom e importante que um Atleticano com você, Roberto, poste este texto defendendo os Atleticanos que sabem que o presidente Kalil não tem culpa por 14 anos sem ganhar nada. Isso mesmo, 14 anos! Pois pra mim, a Copa Conmenbol é título impotante sim. Mas para “atleticanos” enfeitiçados pela imprensa maria, a Conmenbol é um lixo.

    Abração.

  4. onde assino Capitão…

    é realmente triste ter q ler as vezes certos comentarios deste tipo, ou certos textos bloguisticos, q só fazem é desmerecer o Alvinegro… sabemos q não está as mil maravilhas…ms façø uso de uma palavra do Dorival Jr. dita no meio da raiva… “foi a torcida do Galo q segurou o time no momento em q mais precisavamos, se ela não ajudar agora ae já era”…
    Não posso ir à arena, a distancia não permite.rs ms o q me fez tornar atleticano de verdade foi ver a torcida q apoia 105 min, a torcida q fazia um time q perdia por dois a zero virar ou ao menos empatar o jogo… agora parte desta mesma torcida realmente cismou q nada do q temos é bom e q o capim do vizinho é melhor q meu bosque inteiro…
    Mas vamos … sou alvinegro e não desisto… acredito no Galo…

  5. Sem falta de respeito a outras opiniões! Sem ficar cego aos erros, mas deixar de apoiar em campo? JAMAIS!

    Sou contra vaia em campo, mas não deixaremos de cobrar. Título todo mundo quer, mas a torcida a cada dia que passa se parece mais com o lado fresco da lagoa.

    Perfeito o texto! Parabéns!

    GALO SEMPRE!

  6. Discordo totalmente. Completamente. 100%. Mas respeito a opinião e continuarei como leitor.

  7. Perfeito. Excelente texto! Chega a ser cômico a maneira como uma turma ai está comentando. Gostaria de saber como pessoas tão mais sábias (como dizem) podem mudar de opinião de maneira tão drástica e tão rápida. Afinal, para estas pessoas, kalil era rei no início (aplaudiram tudo que fez) e agora não passa de um burro, imbecil que tem de sair do galo logo. Ora, ou estas pessoas erraram completamente no começo do ano, ou erraram agora, para mim erraram agora.
    A turma da modinha, que muda de opinião de acordo com o vento, e que no futebol só formam opiniões a partir do resultado de uma partida deveriam serem as últimas a chamarem alguém de iludido. E para mim, mais iludidos que esta turma impossível, pois na época de outros presidentes, onde tudo estava errado, não falavam o que falam hoje (iludidos), e com este discurso de que nada presta, continuam iludidos metidos a sabichões.
    E acho que nem as críticas sobre futebol que o Kalil tem recebido são justas. Todo mundo sabe (apesar de alguns não reconhecerem) o milagre que o Kalil fez na administração do atlético, mas quanto ao futebol ele fez o que toda pessoa competente faria, e que todos elogiaram. O cara simplesmente contratou por duas vezes o treinador mais valorizado do brasil, jogadores consagrados e pedidos por estes treinadores, e contratou ainda o diretor de futebol mais valorizado do Brasil. Não esta dando certo critiquem o Maluf e o Dorival, estes sim tem culpa no cartório…
    Mas é aquele negócio, apontar o dedo para o outro é muito fácil, então porrada no Kalil, afinal agente não ganha nada a 40 anos, e a culpa deve ser dele.

  8. Roberto, por favor. Há quase pedaços do meu texto no seu blog. A megalomania as avessas foi escrita por mim, o texto sobre a administração do futebol europeu está no meu blog, e a frase toda tese que só critica e não apresenta soluções é vazia, você mandou para mim no twitter. Acho que vc tem TODO o direito de criticar. Apesar de achar que vc está sendo extremamente injusto em suas críticas e extremamente radical no confronto do que disse em meu blog. Mas acho, também, que seria muito mais honesto se vc direcionasse suas críticas.

    Mas cada um faz o que acha certo. Eu tenho minha opinião em relação a administração do Kalil. Você tem a sua. Sou total defensor de que cada um faça a sua análise e filtre aquilo que quer ler, ouvir. E que disso sejam criadas as opiniões.

    A diferença é que eu JAMAIS faria isso. Defendo a liberdade de falar o que quiser independente do que seja dito. O que falo é minha opinião e seu texto em nada a muda. Dentro da normalidade jamais colocaria em meu blog um texto chamando de Xiita uma pessoa por dar uma opinião em relação aquilo que ela pensa. Até mesmo porque a imposição daquilo que se acredita ou defende, tentando desmoralizar o que vc chama de Albert Einstein tupiniquim, ou de Don Quixote, (mais ou menos um “gênio” louco?) é tão radical e impositivo quanto o que vc critica.

    Sabe, Roberto. Temos estado do mesmo lado na maioria das situações que envolve o Galo. E a grande verdade é que é muito fácil manter o respeito quando as pessoas estão do mesmo lado. Em lados opostos este respeito é uma questão de noção de liberdade de expressão e até mesmo um exercício de paciência.

    Continuarei a expor em meu blog aquilo que acredito. Continuarei a ler o seu blog por considerar muito bom, e para poder formar a minho opinião contraponto as opiniões contrárias a aquilo que penso. Não sou dono da verdade e nem quero que o que digo seja verdade.

    Meu blog é para buscar o que acho que seja melhor para o Galo. Você acha que o melhor é o Kalil, tudo bem! Te respeito, mas não tenho que pensar igual. E não tenho que agradar ninguém com ele. Tenho pensado realmente em abandonar o projeto Na Crista do Galo. Assim como o nosso amigo do Copo Sujo do Galo está cansado eu também estou. Se isso se confirmar o radicalismo estará estancado e as discussões caladas. Será que isso realmente é bom?

    um abraço,

    Daniel

    1. Meu caro, se o texto de hoje fosse SÓMENTE direcionado ao que vc escreveu, tudo bem, eu concordaria contigo e teria colocado seu nome no contexto.
      MAS NÃO É!!! O que se relaciona com o seu texto é quando vc escreve em seu blog que o Galo não é melhor de NADA e que o atleticano é megalomaníaco. Isso eu lembrei. Mas o resto… ou vc acha que toda a crônica foi uma resposta à sua? Não é nem de longe. Talvez esse pensamento seja uma demonstração de pretensão demais de sua parte, vc não acha não?
      Uma grande gama de atleticanos estão inseridos no mesmo perfil. E vc pode facilmente perceber isso.

      E não estou procurando briga com ninguém não. Muito menos com vc. Mas me reservo o direito de, tanto quanto vc, ter a liberdade de defender os meus pontos de vista.

      E tanto quanto vc, ler e comentar em seu blog, que é um dos melhores, embora eu não concorde com muita coisa que vc escreve, da mesma forma que vc em relação ao meu.

      Estamos aí, companheiro. Somos atleticanos. Se não defendermos a instituição, torceremos para quem amanhã?

      Abraços. 🙂

  9. Essa ‘tesezinha’ de que o que afunda o GALo é a torcida é coisa de maria.

    Atleticano que abre a boca pra falar isso, já deixou de sê-lo.

    O Atlético só não acabou até hoje por conta da sua torcida.

    Concordo plenamente!

    Abraço!

    1. Não seja ridículo João Paulo, falar que o cara é cruzeirense só porque ele tem uma opinião contrária a tua? Já pensou se todo munto pensasse igual ? O cara não é robô ele pensa no que ele quiser, e não é por isto que ele deixa de ser atleticano. Até o Humberto Ramos que é um dos responsáveis pelo título de 1971 disse uma coisa na Rádio Itatiaia um dia que eu fiquei irritado com ele, mas não falei que ele era cruzeirense, ele concordou com a homologação do título da taça brasil, e ele ainda disse uma coisa irritante ” que aquele título que o cruzeiro conquistou foi mais que um título nacional, e foi um mundial, porque o cruzeiro venceu a equipe do santos, que seria campeão mundial mais tarde”.

      Isto saiu da boca do cara que cruzou a bola para o Dario dar o título ao Galo em 1971, eu confesso que até pensei que era o perrela que tinha molhado o bolso dele para ele dizer aquilo , mas pra mim Humberto Ramos continua sendo atleticano, apesar de ter opiniões divergentes da minha!!!

      1. O João Paulo, disse maria

        e o Humberto Ramos, tá é querendo fazer média, para arranjar emprego

        e que seja feliz juntamente com a itatiaia

        Mas longe do Galo com suas piadinhas infames

      2. Boa noite a todos atleticanos !

        Depois do ocorrido abaixo, não dá nem para saber se o Humberto Ramos disse alguma coisa, mas se ele disse, ele se equivocou, pois o Santos foi bi-campeao mundial ANTES de 1966 e não MAIS TARDE !

        FODA-SE OS CRUCRUZETES….

  10. Olá Roberto,

    Voce quer fatos que ajudem em vez de teses malucas??

    retirado do cristado galo do amigo Daniel:

    ####
    Como o futebol deveria ser
    Na Europa a UEFA, entidade responsável pelo futebol no velho continente, lançou, no começo do ano, regras de “fair play” financeiro criadas para garantir a saúde financeira dos clubes de futebol associados a entidade. Na prática, a medida tem como finalidade garantir que as contratações milionárias, comuns na Europa, não desestabilizem as finanças dos clubes, o que poderia atingir diretamente o mercado do futebol europeu.

    Se observarmos entrevistas de dirigentes dos clubes da Europa, todos são incisivos ao afirmar que não existe boa administração no futebol sem uma gestão fundamentada no controle rígido de seu orçamento, desenvolvimento e diversificação das fontes de receitas e investimento contínuo no esporte profissional.

    Quanto mais receitas o clube puder gerar, melhor administrada deve ser a entidade, a fim de que o controle financeiro e criatividade das estratégias possibilitem uma gestão tranquila para o departamento de esporte profissional, que consome a maior parte das despesas dos times, principalmente com a remuneração de seus jogadores.

    Com a saúde financeira em dia, os patrocinadores investem milhões para associar suas marcar a clubes que, além de gerar receita, 90% das vezes montam grandes times para disputar os maiores campeonatos do mundo.

    Na Europa não há cabeça de burro enterrada, nem santa pintada, nem azar histórico que faça um clube de futebol de ponta amargar jejuns imensos sem conquistas.

    Para se ter uma ideia, o patrocínio do Barcelona (primeiro da história do clube), pagou nada menos do que 30 milhões de euros para estampar, por um ano, sua marca na camisa. Manchester e Liverpool recebem anualmente 23,6 milhões de euros de seus patrocinadores. O Real Madri recebe por ano 23 milhões de euros. O Bayer, 22 milhões. A fórmula deste “milagre” de rentabilidade europeu é só uma: Organização e boas ideias. Não existe mamata no futebol.

    Não existe azar, desmanches precoces trocas constantes de técnicos, dirigentes passionais que se metem a fazer tudo. Além disso, existe respeito pelo torcedor. Os estádios são fantásticos e o acesso a eles também. Existem sócios torcedores, existem pacotes fechados de ingressos para todo o ano. Não se vê estádio vazio.

    O marketing é voltado para trazer o torcedor para dentro do clube. Tudo é pensado para fazer com que o torcedor consuma produtos licenciados constantemente. As empresas não tem medo de associar suas marcas a estes clubes. Pelo simples fato de terem a certeza de que eles são bem administrados e respeitam o seu maior patrimônio e fonte de renda: o torcedor.

    No Brasil a coisa é como é. Todos nós, fanáticos por este esporte sabemos. E não é pelo fato do Brasil não ter dinheiro para investir. É pelo fato de as más gestões, as más campanhas e as brigas e instabilidades internas espantarem os grandes investidores dos clubes de ponta.

    Somos obrigados a viver da receita de televisão, da péssima renda dos estádios e do pouco material esportivo vendido. Pior: presidentes com mentalidade pequena, como o nosso, dizem ser o marketing uma grande besteira. Ele não só é importante como é vital para o aumento de receita. Por último elejo como principal diferencial as contratações.

    Times brasileiros tem medo de gastar com isso. A volta de Ronaldo Fenômeno para o Brasil mostrou isso. Ele pouco jogou, rendeu muito para o Corinthians e a parceria do clube paulista com a empresa do jogador R9 ainda vai render muito para o clube. Imagine se ele estivesse jogando no Brasil no auge de sua carreira? Quanto isso renderia?

    Obviamente ninguém começa no auge. Os dirigentes do futebol brasileiros precisam ser ousados. Precisam contratar melhor e não ter medo de investir em nomes que podem trazer visibilidade e dinheiro para o clube. Futebol sobrevive apenas de futebol.

    Apenas o investimento em elencos de qualidade poderão fazer com que, algum dia, possamos ter um futebol vitorioso. O exemplo das boas gestões está logo ali. Dou outro lado do Atlântico. Para quem quiser ver.

    Me pergunto se algum dia um dirigente teve a capacidade de pensar em fazer uma visita ou uma troca de experiências com algum clube europeu de sucesso para tentar entender o fracasso e o fiasco que é a gestão do futebol brasileiro. Esta troca de experiências seria muito boa para aprendermos a fazer, e para ensinarmos a como não se deve fazer nunca.

    Por mais que queiram me convencer de que a atual gestão atleticana seja muito boa, a experiência em times de ponta mostra que ela é primária, insuficiente e incapaz de mudar radicalmente a dura e triste realidade do Galo. Não serão Marquinhos Cambalhotas da vida que não farão ser vistos e respeitados. Isso é um fato.
    ####

    Amigos, o que acontece com os chamados chiitas que o Roberto intitula é o seguinte: como um copo dágua que aos poucos vai enxendo uma hora ele transborda, é isso o que aconteceu com os chamados chiitas que tetam acabar com o Kalil como descreve o Roberto, nós não queremos culpar o Kalil por tudo, olha o exagero! nos queremos mostrar que ele não resolveu também infelizmente, e precisamos de muito mais do que isso que ja foi feito para irmos além, voce quer ir além Roberto? não saimos do lugar, ninguém aqui defende os antecessores, foram muito piores mas e dai? aonde vamos chegar com este papo?, o kalil também nao resolve e ponto final! sem ser dono da razão ou verdade, é fato, não há mais nada pra ser discutido! estamos no mesmo barco furado fudidos e mal pagos! e vou defender alguém? NÃO!

    Abraço!

  11. Desmanche e remontagem
    O torcedor do Galo nesse início de ano tinha esperança que o seu time disputaria as principais competições do brasil com um elenco forte. Todos imaginavam isto, até que o presidente Kalil não demostrou muita vontade de segurar alguns atletas que eram a espinha dorsal da equipe, tais como: Diego Tardellil, Obina, Ricardinho, Zé Luíz. Isto compromete e muito, porque todo o entrosamento que levou meses para se conseguir é jogado no lixo com certa indiferença.

    A diretoria alvinegra a semana passada confirmou que estava em negociação com mais dois nomes para reforçar a equipe para o campeonato brasileiro. A diretoria vem tentando no mínimo repor as perdas que aconteceram nesse primeiro semestre. No mundo das especulações surge muitos boatos, mas a diretoria trabalha como sempre em silêncio para não atrapalhar as negociações.

    A busca por reforços deve acontecer nesse período que antecede o campeonato brasileiro, já que é objetivo da diretoria não repetir os erros do ano passado, no qual a equipe se safou de cair nas últimas rodadas. Pode pintar ainda nessa semana ou na outra dois nomes, e que segundo o diretor de futebol Eduardo Maluf são jogadores com currículos vitoriosos.

    O Atlético não conseguiu segurar dois dos principais jogadores, Tardelli e Obina que não resistiram os euros da europa e da oceania. Já os jogadores Zé Luíz e Ricardinho deixaram o clube por quebra de hierarquia, segundo alega a diretoria do clube. Essa perda tem levado o clube a buscar novas peças para que o técnico Dorival Júnior tenha com o que trabalhar.

    A ditoria está em silêncio mas em trabalho, assim que foram nas últimas contratações do Galo. Não é de se especular muito, e as vezes a diretoria desmente alguma notícia e só confirma depois de está tudo acertado com o clube e o empresário do atleta. Dessa maneira o Galo tem conseguido reforçar a equipe, como bons mineiros Kalil e Maluf sabem a hora e o momento certo de falar, mas a torcida espera muito mais que nomes fortes e sim reforços que mostrem em campo e justifiquem o investimento.

    Por :
    Joel Diego

    1. kkkkkkkkkkkkk.. Eu hein?! Foi você mesmo quem escreveu isso aí?

      1. É difícil acreditar que o JD escreveu esse comment, né Thiago? Mas este é um exemplar clássico de torcedor bipolar… que eu tanto tenho falado…

    2. Ouuuu barata discascada Morde e sopra
      Pimenta só arde no zoio do zôtro,

      Faaaaaalso ÔOOOOu coitaaaaado

  12. Eu analiso o momento, o Kalil ele é um ótimo gestor e empresário, nenhum presidente do Galo até hoje soube lidar com dinheiro,negociar cotas de TV e patrocínio igual o Kalil. Mas como todas as pessoas o Kalil tem defeito, e o defeito dele é lidar com pessoas, ele não tem a mínima condições de apaziguar uma crise de relacionamentos entre os atletas, o gênero dele é muito forte, é preciso contratar um psicólogo, uma pessoa que saiba lidar com pessoas,o Kalil não sabe lidar com pessoas!!!!

    1. Saber lidar com pessoas, até que ele sabe.

      Não sabe e não aguenta, idiotices, perguntas inocentes e indecentes

      E toda resposta merece resposta a altura.

      e por ele não dar satisfação a ninguem, a não priorizar nenhum jornalista, é a má vontade dos mesmos com ele, e assim fazem lavagem cerebral na cabeça de certos torcedores (FRACOS) sem massa cefálica, para poder criticar ao Kalil, assim estes jornalistas se sentem realizados, porque não teem coragem de dar o truco no turco.

  13. Daniel, li seu texto e com certeza é muito bom e ele tem rodado a net…. mas entendi o que o roberto quiz dizer, tá osso aguentar certos atleticanos, sou do tempo em que entrar e jogar contra a bicharada era fava contada, hoje estão transformando isso em um confronto apocaliptico. (quem tem medo de jogar contra a bicharada nao merece torcer para o GALO pois o mesmo nao corre de luta.)

    Tem atleticanos que puxa vida tao enxendo o saco, dizendo que o galo vai cair, o mundo vai acabar em 2012 e isso para mim é duro, nunca coloquei fogo em camisa e nunca vaiei o galo e olha que ja vi o time tomar uma sapecada de 6 do corinthias ate o ultimo minuto (isso para nao contar outras). Ja entrou no site do christian? lá ta osso de ler, muita gente, muitas opiniões e sinceramente a maioria desconexa. Mas gosto do blog dele. Ja o blog que aqui escrevo esta mais clean, nao por ser pior mas sim devido ao meio de propagacao (viram como globo faz diferenca?) os considero verdadeiro companheiros de causa.

    Temos que nos unir essa é a unica verdade, encontrarmos nosso meio termo e seguirmos com o Galo, para que o mesmo continue sendo com toda dificuldade o 5 time que mais é visto e seguido no pais.

    Sei que tudo em excesso é ruim, por isso colegas sejamos brandos em nossas posicoes. O termo megalomaniaco acredito eu, vem derivado do bipolar creditado ao kalil. Assim irmaos. eu sou bipolar e megalomaniaco eu sou Galo. Não estou feliz com tudo que esta acontecendo ao time mas com o clube eu estou feliz, ao que parece a casa ta ficando em ordem e tudo vai correr bem.

    Nos preparemos, entremos em estado de luta pois a batalha contra a bicharada ta chegando e la se definirá tudo, nada de baixo astral, lembrem se o Galo ganhou os ultimos dois jogos.

    “Mas é claro que o sol vai voltar amanha, mais uma vez eu sei.” Digo isso pois o nosso time é imortal.

  14. . Boa noite Roberto e galera do L&N;

    . sabe, há muito tempo não via a torcida Atleticana, com tamanha demonstração de insatisfação com um time do GALO,como tenho visto neste início de ano,aliás,de dois meses para cá.E olhe,que em janeiro{dia 25/01],qdo começou a pré-temporada era só otimismo,este seria sem dúvidas,o ano do GALO,afinal manteve-se a base do ano anterior,houveram contratações para composição do grupo,etc,etc…o que não se esperava,era o desmanche precoce,daquilo que tinha gdes possibilidades de se tornar real;ou seja, uma equipe forte,com um banco forte e séria candidata a afastar de vez esse fantasma que tanto nos atormenta_a falta de um título expressivo,minaram não se sabe a razão,o sonho de mais de oito milhões de apaixonados.talvez seja esse o motivo de tamanha insatisfação. Isto é aceitável,mas daí, ver torcedores maledizendo a INSTITUIÇÃO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO,da forma como temos visto,vai uma distância muito gde.O pres.Kalil não dirige a INSTITUIÇÃO CAM sozinho;se ele erra, todos erram,e todo ser humano é passível de erros[quem nunca errou,que atire a primeira pedra],agora apontá-locom o único culpado, por tudo de errado q acontece “NO TIME DE FUTEBOL,acho uma sacanagem.Temos de cobrar SIM,afinal, que seria do CAM sem sua legião de seguidores,nada!Para se ter uma idéia,tem pessoas cornetando jogador, quem nem se sabe se foi contratado ou,não!foi-se a época em que, primeiro analisava-se o cidadão para depois cobrá-lo,hj o imediatismo,tomou conta da torcida [mais]jovem do CAM,aquela formada pela velha guarda,que era temida por todos os adversários,pois sabiam que jogariam contra doze,esta ficará só na lembrança,agora estão vindo com um tal de “verdadeiro atleticano”,isto não existe,ATLETICANO É ORIGINAL DE FÁBRICA,ANTES MESMO, DA SUA CONCEPÇÃO.Concordo com tudo o que tu escreveste Roberto,e parabenízo-o pela forma como o fez.

    . Saudações ALVINEGRAS

  15. Vô botar é fogo nesta fogueira.

    Um punhado de Torcedores, que nunca foram no CT, nunca viram um treino
    talvez nunca deram um chute na Bola, so sabe que ela é redonda, porque ela rola.

    E querem escalar jogador, haaaaa assim não né

    Escalar jogador, da poltrona do PC é fácil demais, mas nem no PS2 conseguem ganhar APOSTO.

  16. Olha eu ahí de novo:

    Piadinha, Fakes, zuação, criticas veladas, xacotas>>>>>>>>>vaias>>>>>>>> alguem já foi vaiado em seu trabalho, ou zuado o xacoteado.

    e depois das criticas, zuação, xacotas, vaias, o seu chefe o quê fez??? te deu melhoria de salário, subiu de cargo???

    Poisé, no Galo, não necessita de rival, prá quê, jatemos muitos torcedores que gostam de vaiar zuar criticar xacotear ironizar, eita torcida bôa gente, tem que fazer isto, assim acham que estão cobrando, mas cobrando de quem???? se não falam com o devedor, fala é na internet.

  17. @RobertoFilho quero comunicar a você, que não tenho nada contra tua pessoa, se eu falei algumas coisas que você não gostou não foi dirigido a tua pessoa e nem questionando o teu caráter, e sim foi a algumas opiniões que eu não concordei a respeito do Kalil. Mas eu quero dizer que quando o Alexandre Kalil tinha se candidatado eu fui um dos que mais queria ver ele lá na direção do Galo. Eu continuo admirando o Kalil como um torcedor, e como um empresário, eu sei que ele tem dificuldades de lhe dar com pessoas, ele é muito mal educado e as vezes fala muita coisa na hora errada.

    Então isto que quero deixar bem claro, se eu tivesse alguma coisa contra você, se não gostasse de você eu não entraria no teu blog, além de entrar eu recomendo ele para meus amigos atleticanos, SE QUISER PODE MODERAR ESTE COMENTÁRIO, LEI PRIMEIRO E DEPOIS APAGUE AÍ, VALEU, ABRAÇO!!!!!!!

    1. Cara, nunca restringi comment de ninguém aqui, a não ser a sua pessoa. Mas q seja a última vez q invente calúnias envolvendo meu nome, aproveitando-se de um momento de tensão entre amigos, q somos eu e o Daniel.

      Se vc não sabe com certeza, procure se certificar. Se mesmo assim, persistir a dúvida, enfie a viola no saco e se cale. Mas nunca, nunca mesmo, faça de uma mentira uma acusação leviana. Ninguém aceitará uma injustiça.

      Vc pode ser processado por isso se for contra outra pessoa. Vc é novo, eu sei. Mas já comece a aprender cedo. Agradecerá no futuro.

      Quero também te fazer uma surpresa, a que todos terão acesso e verão porque vc tem tanta necessidade de semear a discórdia entre os atleticanos. http://bit.ly/if9u17

      Afinal, vc é cruzeirense ou atleticano? Ou os dois? Ou nenhum dos dois? Pois o link é do seu blog, não é, Jota????

      1. Eu conheço bem de justiça e de direito, estudo justamente isto. Eu não disse em nenhum momento, e você entendeu, mas se você quiser entender como uma coisa particular contra você tudo bem, você é livre para escolher o que pensar, byer!!!!!

        1. tá bom, foi mal , me perdoe, fica com Deus, vou continuar lendo teus textos, gosto particularmente do teu estilo textual com que informa!!

          1. Tudo bem, cara. Não tem ninguém aqui melhor do que ninguém e nem mais santo do que o santo. Está mais do que perdoado. Quem sou eu para não perdoar.

            Seja sempre bem vindo!

      2. Ih rapaz!

        “Já guardei meu cavaquinho, aposentei minha viola
        Vou sair na madrugada não vou fazer remandiola
        Vou sofrer Chora…..chora…….chora cavaco[maria]” ♪♫♪♫

        1. Maria e MUITO maria! Afinal, eu sempre digo que maria se preocupa muito mais com o GALO do que com o time delas. Uma pena!
          Mas o símbolo das marias vem na frente né, Joel?
          E ainda dizia ser Atleticano!
          Por isso sempre criticou o Kalil. Sabe que os dias do seu time estão contados com o Kalil comandando o GALO né? kkkkkkk

          “Infelizmente”, tenho que te informar, Jota: VOCÊ PERDEU! E TENHA PELO MENOS VERGONHA NA CARA AGORA!

          Parabéns pelo seu caráter e educação ímpares, compadre.

  18. Sim Roberto, sou atleticano mas eu fiz um blog com o objetivo jornalístico de informar e não te torcer.Sou atleticano e mineiro também, não tenho nada contra a instituição Cruzeiro Esporte Clube, nunca escondi que sou atleticano, eu respeito todas opiniões, para quem acha que os torcedores do Atlético tem de matar cruzeirense ,eu lamento.Eu sou daqueles que acreditam que é possível viver e conviver num mundo em meio as diferenças e em paz, até porque meu irmão é Cruzeirense, e eu gosto muito dele!!!!! SIM MEU APELIDO É JOTA !!

    1. Hahaha… Acha que revelou aguma coisa dizendo que seu apelido é Jota?
      Seja homem e revele seu time… para com tanta molecagem. Ninguém aqui tem tempo pra isso não, rapaz.

    2. Ninguém, nunca, falou, aqui, que Atleticano tem que matar crugayrense. Conviver num mundo, em meio às diferenças e em paz, tudo bem! Mas um Atleticano, da gema, que chora, xinga, grita, bate no peito e tem orgulho de dizer: SOU ALTETICANO, TENHO SANGUE ALVINEGRO, NUNCA faria um blog para falar do lago azul fresco da lagoa.

      Tenha paciência, não menospreze a minha inteligência, muito menos a minha paixão Alvinegra! Vá cantar em outro terreiro!

      Você não é Galo. No mínimo, não passa de um franguinho de macumba!

      1. O cara voltou ao plano ofensivo de antes, apesar de ter perdido perdão. Baixou o nível outra vez e está moderado. E espero sinceramente que não volte mais, pois não será mais publicado. Basta de loucos!

    3. Só lhe peço um favôr, tire o escudo do GALO de perto dos cestas basica.

      E lembrando você, sempre sabia, que era de outras bandas, mas tinha prometido aquí, de não mais discutir com você, em respeito, aos amigos que aquí sempre estão comentando e para não ser taxado de cricri

      Se seu irmão, é azul cesta basica, acompanhe ele, afinal acho que com você só falta um empurrãozinho, para pular pro outro lado da lagoa, fria escura e obscura.

      E seja feliz meu caro.

  19. Boa noite a todos,

    Grande amigo Roberto,
    Não concordo com em partes com o texto, mas o momento é de união

    Sou fã do Lula, e sou obrigado a escrever uma coisa que nunca disse, o sucesso dele veio um pouco do FHC.

    O Do Kalil, veio fruto de alguma semente do Nélio, Ricardo, pode ter certeza.Alguma coisa se colhe. É uma sucessão de fatos ao longo do tempo pra gestão do Kalil da certo, e o pulso forte na area administrativa, e sua equipe e o MOMENTO ECONÔMICO do pais REFLETIU no futebol, tudo isto influenciou na sua gestão também, antes era muito mais difícil cota de TV, patrocínio de camisa, e O BMG (Ricardo) sempre do lado equacionando a divida, e ainda entrando com ativos PATROCÍNIO , no atlético.

    Qualquer discussão de gestão tem que analisar momento econômico, varias coisas, podem influenciar, jogadores, desprezados pra uns, foram importantes pra outros.

    Defendo o Maluf , Guerra tem um fundo de razão sobre ele. Mas a verdade doi.

    Momento é de reflexâo e unirmos sobre a marca ATLÉTICO MINEIRO.

    ESTA SUGIRO O NOVO POST, A MARCA DA VERDADE.

    1. Amigo PC,

      Eu realmente não sou fã do Maluf, os motivos, são, porque quando estava nos cesta basica, andou fazendo muitas piadinhas contra o Galo, ao qual não gosto, e pesa contra ele, trabalhou no Galo, sobre um contrato, que foi vencido ou quebrado, mas ele reclamou na justiça, vinculo empregatício, e levou naquele tempo nada mais nada menos de 800 mil dos cofres do Galo.

      E fico calado agora contra ele, porque espero dele um bom trabalho, que ele faça o melhor pro Galo, e porque, o Kalil considera ele aliado, talvez amigo.

      Quanto ao Kalil, somente conseguiu, a equacionar as dívidas e parte financeira do Galo, porque teve um aliado, que é CRÂNIO cabeça, e bom nisto, nosso Governador Antonio Anastasia, que aplicou a mesma gestão em Minas Gerais, podem ter certeza, quase tudo Kalil, seguiu os conselhos do Anastasia, não sou nem conhecido do Kalil, estive perto dele, apenas uma vez, lá no conselho, nunca nos cumprimentamos, mas o Kalil, neste ponto é uma pessoa humilde, para reconhecer e levar para junto dele, pessoas que entende a fundo e que ajudou muito ele, colocar o Galo, nos trilhos.

  20. Tô aqui pensando: É Joel Diego ou Marcelo Bechler com um codinome?

    Isso porque agem de forma identica e o Marcelo Bechler escreve sobre os dois clubes, ou melhor: escreve para um e no outro, tenta enganar alguns atleticanos, quando na realidade é uma verdadeira Maria. Tenho essa confirmação de alguém dentro da própria Globo, onde esse Marcelo trabalha, agora pela Radio Globo-SP. Outro dia escreveu um texto no espaço do Ledio Carmona detonando o Galo, como de praxe. Quando o Galo ganha e convence,como as vitórias por 4×3, tem um textinho bem sem sal. Já qualquer coisa sobre as marias é cheio de retoque. Coisa de maria.

    1. Caramba! Desse jeito vão acabar os jornalistas para os Atleticanos.
      Eu sempre gostei do trabalho do Marcelo, apesar de já ter ouvido dizer que ele é maria, mas nunca vi parcialidade nele. E nem leio seu blog, são poucos os que leio de jornalistas.
      Mas, bom você ter nos alertado, vou ficar de olho na figura…rsrs!

      Abração!

  21. Roberto, apesar de pouco comentar aprecio demais este espaço. É muito bom ler aqui os comentários do Guerra, da Stela, Jota Galo, do Cândido. E recentemente o Coruja postou um texto que achei bacana demais.

    Estou postando este comentário prá me manifestar contra esse Joel Diego. Como Atleticano não entra na minha cabeça a possibilidade de escrever sobre o rival (não gosto nem de citar o nome). Não é por raiva, não alimento este sentimento, é por desprezo mesmo. Nada que acontece do outro lado da lagoa me interessa. Tal qual o Guerra, fiquei indignado ao ver o escudo do Galo ao lado do rival em um blog de alguém que se diz Atleticano.

    De minha parte acho bom que você o exclua e que o mesmo continue exercitando a sua dualidade. Isso não é típico da nossa torcida.

    1. Obrigado Ari,

      Mas tem que entrar na roda, dos comentarista, é aquí o nosso ponto de encontro.

  22. Que pandemônio é esse. Galera meio tensa. Vamos discutir mais levemente, com um copo de cerva do lado.
    Tenho tempo que não posto. Gosto mesmo é de ler as crônicas e os comentarios.Mas na minha humilde opinião não é o momento e nunca será o de hostilizar o GALO. Ser extremista ou conservador demais não é bom. Critico quando tenho que criticar e sempre apoio. Tenho que acreditar sempre, pois quando eu perder isso não mais serei um ATLETICANO. A muitas coisas erradas que devemos cobrar e também a coisas certas que acontecem no GALO que devemos enaltecer. Gostei do texto do Roberto, mas o problema é que as vezes transformam uma opinião em uma crítica direta. Leiam, tenham a sabedoria de extrair o que concordam e de criar sua própria opinião. Agora essa troca de farpas é inútil entre ATLETICANOS, quem faz isso normalmente são as envaidecidas.

    1. Otempo esquentou,
      Mas já passou, o JD sempre se dizendo do Galo, não passa de uma maria doida por afagos Atleticanos, por isto sempre vinha aquí.
      Mas foi identificado e o meliante caiu do cavalo, e zarpou

      Era o maior fofoqueiro das esquinas.maria mesmo

    2. Você tem razão, Doni. Mas o que o Joel Diego fez com o Roberto não foi uma atitude comum, pelo contrário.
      E ele não é Atleticano, sempre veio aqui para semear essa “troca de farpas” a que você se refere. Mas já está resolvido e ficou no passado.
      Este blog é da paz e será sempre 100% alvinegro.

      Grande abraço!

  23. Parabéns Roberto e concordo e muito com o que vc escreveu.

    Acho que deve ter critica sim e se for uma critica construtiva melhor ainda. Mas se só para detonar eu nem faço questão de ler.

    Mas fiquei aqui pensando,será que o Roberto é sunita ? kkkkkkkkkkkkkkkk

    Brincadeira amigo.

  24. Boa noite a todos atleticanos.

    Texto excelente como sempre. Separei uma frase:

    ‘Só que, na minha opinião, não se pode descarregar em uma pessoa 40 anos de frustrações e vergonhas.’.

    Você disse tudo. O Kalil tem uma grande vantagem: É odiado por todos crugayrenses, então só pode ser uma boa pessoa.

    Sou contra o fora Kalil, pois se ele sai agora, quem vai assumir na segunda-feira ?

    No final do ano teremos eleições no GALO e acho que a oposição deveria se organizar e mostrar uma opção melhor para o NOSSO clube.

    Creio que TODOS NÓS apoiariamos uma mudança que fosse para MELHORAR o NOSSO GALO.

    SEMPRE GALO.

Os comentários estão desativados.