CARTA AOS JOGADORES DO CAM

Senhores jogadores do Clube Atlético Mineiro,

Não pretendo aqui representar a torcida do Galo. Esta carta é minha, leva a minha assinatura. É a minha opinião. Traz o meu pedido.

Nos últimos anos, já escrevi cartas ao presidente do clube, à torcida e até a mim mesma, mas hoje meu assunto é com vocês. E é respeitosamente que escrevo.

Não deve ser novidade que a Massa atleticana está revoltada com o futebol que vem sendo apresentado, já que a torcida tem ficado calada durante os jogos e até vaiado o time.

Não sei se vocês entendem bem o que isso significa quando se trata da torcida do Clube Atlético Mineiro. Tradicionalmente, somos um povo que empurra seu time para a vitória. Mas acho que, para minha tristeza, não tem sido mais assim, não é?

Eu acho que sei o motivo: para esta nação chamada Galo, não basta ter bons jogadores; é preciso vê-los jogar como quem parte para o jogo mais importante de suas vidas.

E, querem saber? Daqui até o fim do ano, cada jogo será realmente o mais importante de suas vidas. Pensem bem: talvez vocês tenham ganhado títulos em outros clubes, talvez alguns de vocês já tenham conquistado tudo o que queriam, mas um rebaixamento à Série B manchará para sempre a honra de vocês.

O Clube Atlético Mineiro é grande e logo se reerguerá, contratará novos jogadores, poderá ganhar grandes títulos na próxima década. Mas, caso se confirme nosso descenso este ano, vocês serão para sempre lembrados como o time milionário que rebaixou o Atlético.

Acho que vocês ainda não entenderam o tamanho do clube que defendem. Vocês vestem hoje a mesma camisa do único time que fez curvar a toda poderosa Seleção Brasileira de 1970!

Lembrem-se agora de todos os seus sonhos de meninos e saibam que eles estão em jogo. Queriam ser grandes jogadores e agora amargam uma melancólica zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro?

Ainda dá tempo, acordem! Lutem com honra, garra e dediquem cada gota do seu suor a quem quer que queiram: família, amigos e até a vocês mesmos, que um dia sonharam vestir uma camisa de time grande. Não sei se vocês entendem isso, mas o Atlético sempre será grande.

Mas, nas próximas semanas, se o mundo inteiro tiver a impressão de que o Galo se apequenou, serão os rostos e os nomes de vocês que serão apontados como os responsáveis pelo fracasso. Não pensem que uma queda à série B será fácil para vocês. É melhor jogar além do limite agora do que tentar remendar os efeitos depois. Isso sem falar, claro, no prejuízo financeiro.

Não há mais tempo para nada além da mudança de atitude de vocês mesmos. O time que vai cair ou que vai ficar é este aí.

E a decisão de lutar e encontrar forças até onde vocês não sabiam que seria possível cabe somente a vocês. Eu só posso pedir que tentem. São dez jogos. Dez verdadeiras guerras. Eu só posso dizer que, se realmente tentarem, eu acredito de todo coração que conseguirão.

Espero muito que queiram. Lutem. Lutem muito. Entreguem-se de um jeito que ainda não fizeram. E verão um país inteiro, em preto e branco, torcendo loucamente a favor de vocês.

Até mesmo contra o vento!

Ana Cristina Gontijo

Para seguir a colunista no twitter, clique aqui

Siga este blogueiro no twitter clicando aqui

Anúncios

14 comentários sobre “CARTA AOS JOGADORES DO CAM

  1. Disse tudo o que podia e devia ser dito. Brilhante e intenso. E no fundo eu e milhões de outros sabemos que se eles quiserem de verdade nós não cairemos. Tem que fazer chegar à todos os jogadores esta carta, acho que pode fazer diferença nesse momento.

  2. Ana, você não falou só por você não. Falou por mim, pela minha família atleticana, e com certeza por milhões de outros que ainda nutrem um tênue fio de esperança que não seremos rebaixados. Tudo passa pelo querer desses que hoje no representam.
    Não temos um time forte o suficiente para pontuarmos na parte de cima da tabela. Mas sinceramente, com um pouco mais de esforço os atuais jogadores podem nos tirar dessa vergonha.
    Realmente, falta-lhes vontade, falta-lhes gana.

  3. Ana, confesso, já no terceiro parágrafo meus olhos piscaram, como se o atleticano aqui, no dia das crianças, choraria.
    Sabe aquela lágrima contida? Pois é, ela molhou meus olhos.
    Tem visita aqui em casa, segurei como pude. Ainda dá tempo, não chorar.
    Clamo para estes jogadores, os forasteiros, não deixe nossa casa suja, voces chegaram quando com nosso Galo na PRIMEIRA DIVISÃO, se divertiram e já no fim da festa, deixem a casa menos suja se mandem, sem olhar para trás, deixando nosso CAM onde voces encontratraram.

    Abraços para todos nós, as crianças deste nosso amado Clube Atlético Mineiro.

    @cabrito2606

  4. Sabe,quando leio uma carta como essa e a quem é dirijida,decepcionado é pouco,sinto o q todo ATLETICANO está sentindo,irado,indignado,odiando tudo isso.Pq os caras são bons,mas vieram todos juntos e essa tal de readaptação tá matando o time,pq qdo é um ou dois,o resto do time leva,mas todos q vieram pra resolver,todos,hj são reservas ou nem isso.Kalil contratou errado sim,e errou mais em vender Obina e Tardelli…mas os Jogadores q aí estão tem q ter caráter,honra,personalidade,vergonha e responsabilidade de no mínimo deixar o GALO onde encontraram q é na primeira divisão.Por isso força ,apoio a todos e q consigamos permanecer na primeirona e ano q vem aí sim,q o tão falado PLANEJAMENTO de certo. ABRASS e parabéns pelas palavras q expressam sim as palavras de todo e qualquer ATLETICANO.

  5. “Lutar, lutar, lutar com toda nossa raça prá vencer…”. Infelizmente virou só uma frase na boca de uma torcida sofrida, transformada pela falta de atitude de um time sem identificação, “reunido” pelas mãos de uma diretoria incoerente e comandado por técnicos vaidosos e teimosos. Espero que a carta chegue até os jogadores e, muito mais que os olhos, alcance a consciência de cada um. Valeu Ana!

  6. ___ AnA , querer é poder ? Existem pessoas que precisam da ausência para querer a presença.O ser humano não é absoluto.Ele titubeia,tem dúvidas e medos,mas se a pessoa REALMENTE quiser,ela consegue. Estes caras que [ não] defendem o CAM,teem de querer de fato,não por eles,já que daqui á pouco aqui não mais estarão,mas pelo Clube,pela Instituição,estes sim, serão os mais atingidos.Nos colocaram nesta,que nos tirem dela ! Concordo com o André, tem de fazer chegar á todos esta vossa missiva, e que tirem proveito dela.

    ___ Abs. e Saudações

  7. Perfeito Ana Cris Gontijo! Esse tipo de mensagem ajuda muito. E os jogadores irão ler. Eu acredito que vamos nos safar.

  8. Ana, foi perfeita em tudo, porém só um pequeno detalhe: Não pense que esses jogadores irão sofrer com o rebaixamento porque a grande maioria sequer vai continuar no clube. Podem até nos colocar lá , mas salvar-nos ( os descompromissados ) conduzindo para a volta eles não irão mesmo. Triste mas real.

  9. Pode escrever meu nome embaixo Ana,
    assino e aprovo.
    Pena que não temos HOMENS DE HONRA no time do Galo, alíás, temos poucos e vou enumerá-los, é a minha opinião, são os que jogam ou tentam a jogar, por que não são beneficiados pela classe e o dom de jogar futebol, mas tentam a jogar Pierre, Soutto, Bernard, Carlos Cesar, Berola, Triguinho e em alguns jogos, uns lampejos do Daniel Carvalho, o resto se enfiar um no outro não encontra nenhum HOMEM honrado e de coragem para entrar em campo e jogar futebol são GIGOLÔS do GALO.

    Veja a entrevista do guilherme bunda, o cara já jogou a toalha, ele não acredita nem nele, quanto mais nos colegas.

    Mas apenas com os que disse acima, quem sabe sejam iluminados e conseguem, mas para mim é só eles, e MAIS NINGUEM, é minha opinião, talvez a sua seja outra.

  10. Cris, mais uma vez, fantástica!

    Concordo com a opinião do AlexQ, muitos jogadores não ficarão, e se tivessem vergonha não deixariam o time do jeito que está. Tinham encarado jogar no CAM com profissionalismo, treinando à exaustão, não participando de festas, noitadas, ert. Para esses jogadores – e nós sabemos quais são – o que importa é sua conta bancária bem alta e nada mais.

    O América já nos ajudou, à noite teremos mais ajuda do tiem do lado de lá da lagoa.

  11. Só quero parabenizar a Ana e o Roberto. Já joguei a toalha. Quero muito me surpreender positivamente com esse bando que está aí: jogadores, diretoria, conselheiros…

    Não vou render meu pessimismo (e quem me conhece sabe bem que não sou assim. Só estou cansado mesmo). Como disse o Soares, “nessa altura do campeonato, o que vier é lucro”.

    Abraços.

    @RuyMorato

  12. ese e o galão da massa
    vai galooooooooooooooooooooooooooooooooooo

Os comentários estão desativados.