EU, O MAURO CÉZAR, O GALO GRANDE E O GALO MÉDIO

Prezado Mauro Cézar,

Quero começar dizendo que recebi boas referencias a seu respeito, de um amigo que é jornalista e trabalha com você. Mas, mesmo que não tivesse escutado isso dele, não ousaria colocar em xeque seu trabalho de tantos anos – mesmo porque não acompanho de perto – apenas por discordar de uma idéia sua. Ao lhe escrever, meu objetivo é o diálogo saudável e o esclarecimento de uma dúvida sincera que me ocorreu e que compartilharei com você ao final.

Não discordo de você quando aponta a ausência de bons resultados e títulos do Clube Atlético Mineiro nas últimas duas décadas. Mais do que ninguém, nós da torcida sabemos como nos é caro esse jejum. Portanto, concordo que este é um elemento importantíssimo que caracteriza um time grande: títulos. Nesse ponto, não podemos discordar. Só não concordo que isso, por si só, constitua um time grande. Ser tão taxativo seria medir o imensurável baseado no mensurável.

Um time não se faz grande apenas porque a torcida é grande e fanática? Verdade. Mas esse é um elemento que não se deve menosprezar. Um CT invejável não faz um clube grande? É verdade. Mas você vai negar que uma estrutura dessa qualidade pode ajudar, e muito, nos resultados futuros? Um time vitorioso não se faz recheado de contratações caras e comissões técnicas badaladas. Também concordo. Mas, peraí, não é importante saber que o clube está se reestruturando financeiramente e consegue se reforçar?

Pagar salários em dia não leva um time ao topo da tabela de classificação? É claro que não. Mas vai falar que isso não importa na hora de montar seu elenco? E ter um trabalho excepcional nas categorias de base, ganhando vários títulos importantes, não faz um clube grande. Mas vai menosprezar esse trabalho? O que estou querendo dizer, Mauro Cézar, é que de longe a realidade pode parecer simples, mas bater martelo baseado em um aspecto (importante, mas é um aspecto entre vários) e dizer de forma tão contundente que um time tornou-se mediano é uma verdade que considero reducionista.

E daí vem a minha dúvida: em que o seu comentário nos ajuda? Você diz que o Atlético precisa se reconhecer médio para voltar a ser grande. O que significa isso em termos práticos? Trabalhar com um elenco mais modesto, sem nenhuma grande contratação? Enfrentar times grandes, em casa, com 3 zagueiros e 4 volantes? O que significa isso para a torcida? Baixar a crista de Galo e desestufar o peito quando vestir a camisa? Olhar o escudo como quem se acha menor? E a diretoria, o que faria no dia em que se visse à frente de um time médio?

De verdade, não entendi seu conselho. Não sei o que ele significa no dia-a-dia. Na minha opinião de torcedora, o Galo precisa fazer o contrário: reconhecer-se grande e trabalhar segundo esses padrões. Qualquer pessoa que visitar seu centro de treinamento e olhar o trabalho das categorias de base saberá que o Clube não pensa pequeno. E qualquer um que tiver boa vontade enxergará que uma estrutura bem montada, contas em dia, torcida enorme e apaixonada também são elementos que caracterizam um time grande. É preciso ter aspirações.

Mas, juro, fiquei com uma pulga atrás da orelha: saber-se médio para tornar-se grande? Poderia explicar isso melhor? Não estou pedindo para você reafirmar que considera o Atlético um time médio. Isso eu já entendi. Eu quero é saber o que você acha que devemos fazer com isso e em que o seu conselho pode nos edificar. Agradeceria muito se você pudesse ser mais claro. E, por favor, se o fizer, gostaria de pedir ainda que evite respostas prontas. Porque, se for o caso, acho que vou desconfiar que sua intenção era menos a de contribuir para o futebol e mais a de polemizar, simplesmente. O que, de verdade, espero que não tenha sido.

Obrigada.

Para seguir a colunista no twitter, clique aqui

Siga este blogueiro no twitter clicando aqui

Anúncios

22 comentários sobre “EU, O MAURO CÉZAR, O GALO GRANDE E O GALO MÉDIO

  1. Esta é a pergunta que faço, sempre, a todos, inclusive atleticanos, que criticam, mas nunca tem a coragem ou ousadia, o favor ou a bondade, de dar a sugestão, que não seja para a diretoria, mas sim, para nós torcedores termos a solução para nossos problemas.

    Contratar errado, tenho visto, muitos clubes, contratarem, claro que não na quantidade de erros da nossa diretoria.

    Mas as pessoas erram, e eu tenho comigo, uma vez passa, duas vezes tá ultrapassando a cota, três vezes, já passa a ser BURRICE, mas como sou paciente, espero que nossa diretoria tenha aprendido, de uma vez por todas neste próximo mandato, seja quem for o eleito, coloque em ordem o elenco e a casa do futebol, pq a casa da administração já está.
    Até que alguem prove o CONTRÁRIO, pq tem muitos que tentam dizer que lá tá tudo errado, mas ninguem teve coragem de PROVAR, então fico com a diretoria por enquanto.

    Só lembrando, tive um entrevero com o Daniel da Crista do Galo, pq ele postou erros no balanço e que foi uma empresa de Spaulo a Consultoria BDO RCS e agora vem um estudo da ITAU BBA e mostra que 8 clubes são devedores no Brasil e para minha surpresa o GALO não foi citado, então foi uma grande mentira na ocasião, por que a Itau BBA deve ser empresa conceituada, por levar o nome do Banco, fez os estudos através dos dados da BDO.

    Peço aos Atleticanos, se querem atacar, qualquer uma pessoa do GALO do ATLETICO diretoria ou comissão técnica ou jogadores DM ou empregados, que se dirija diretamente a pessoa, não é melhor, mas não relacione ao CLUBE ATLETICO MINEIRO a entidade.

  2. Em relação a essa polêmica toda criada pelo comentário do Mauro Cezar, esse é de longe o melhor comentário. Com argumentos precisos e pontuais, a tese do jornalista da ESPN foi desmontada. Parabéns pela lucidez, excelente texto. Renato Oliveira

    1. Obrigada, Renato. O Mauro Cézar leu e me respondeu pelo twitter. Depois vou escrever outro texto falando sobre isso e o que pude entender das colocações dele. Abraços!

  3. Pra mim o Mauro foi infeliz no posicionamento da informação.

    Dizer que o Atlético precisa parar de dar o passo maior do que a perna estaria compreensivelmete de bom tamanho.

    Quanto maior o salto, maior a queda, e é aí que a diretoria do Atlético, que ainda não desceu desse salto, continua errando.

    A afirmação do grande atleticano Leonardo Bertozzi procede; “O Atlético caminha a passos largos para ser o menor dos times grandes.

    REAGE GALO!

    1. Gabriel, meu amigo, DISCORDO:

      Eu acho que o Galo, não está dando passo maior que a perna, e lhe digo por quê!!!

      Os salários estão em dia, nossas dívidas equacionadas, os protestos conforme informação da diretoria, anos e anos com bloqueio no CERASA e agora com o nome limpo, as ações quase todas pagas ou dentro do programa feito junto a Justiça do Trabalho, que é o pagamento parcelado, iniciado pelo Galo, e o modelo copiado em todo o Brasil, tendo apenas 8 ações, mas já com negociações para pagamento e parcelamento.
      Compra de novos aparelhos para o departamento médico, fisioterapia e ortopedia, ficando o mais moderno do Brasil inclusive modelo para Clinicas Academias e Hospitais, reforma dos campos e gramados, com cadeiras para torcedores e imprensa e visitantes no campo principal d treinamento.
      Com Hotel com um punhado de estrelas, elogiado por todos que lá hospedam, delegações de clubes, e com tudo pago quitado.
      Dinheiro sobrando em caixa conforme informação da diretoria, que até agora o conselho não questionou e nem o conselho fiscal ou de ética onde tem seu integrantes, hoje sendo candidatos a presidencia, e se tivesse algo errado, teria e deveriam denunciar, mas não fizeram até o momento.
      Todas as contratações, foram feitas, conforme dito e ninguem da diretoria ou conselho questionou sobre o não pagamento, e nem os clubes envolvido nas vendas, cobrou valores, então foi feito com lesura, e até o momento é valores sem divida vencida, se parcelada ou não mas está em dia.
      Dívidas, normais de fornecedores, totalmente em dia, e as dividas antigas, refinanciadas, parceladas e com pagamento em dia, pelo menos não apareceu nada na imprensa, que sempre gosta de noticiar estes problemas do Galo, anos e anos anteriores, se não noticiaram nada agora é por que não tem.

      Quanto em CONTRATAÇÕES QUE NÃO DERAM CERTO, ahí amigo, podem falar a vontade, erraram e muito, maluf e Kalil com suas apostas e tentativas, e incluo também o Dr Rodrigo Lasmar Dr Vinicius e outros do DM, que poderiam ter VETADO algumas contratações, ou mesmo no ato das mesmas, questionar, que os jogadores, demorariam a estar apto a jogarem futebol., incluo neste roll os outros diretores, todos eles, por que afinal para que estão lá, apenas como figurantes, retrato na parede, e o departamento juridico, que deveria, na hora de fazer os contratos, colocar alguma clausula defendendo os direitos do Galo, e o também o departamento financeiro, afinal, todos os valores de uma empresa passam por este departamento, então o ERRO foi de todos, todos juntos NÃO SOUBERAM E NÃO AVALIARAM AS CONTRATAÇÕES por isto a maioria não deu certo.

      Nem pensem que estou defendendo um ou outro, todos tem sua culpa, mas ninguem sozinho, mas garanto que o galo, não deu o passo maior que a perna.

      Pelo que entendo, passo maior que a perna, é quando se compra e não tem como pagar, fica devendo e é cobrado e costuma ter que devolver a COISA, mas que eu topava devolver uns caras lá, isto eu topava, mesmo perdendo dindin.

  4. Se um time que desde de criança faz com que eu compre radinhos com faixa e me mate para ouvir seus jogos ou notícias (no ES os meios de comunicação só falam de times do RJ e pegar rádios de Minas aqui antes da internet era impossível), se me faz todos os dias da minha vida entrar na internet para saber notícias suas, se me faz viajar quilometros, cruzar estados para ver seus jogos ao vivo, se me faz cancelar qualquer programa nos dias e horários do seus jogos, que mobiliza uma nação, e que apesar de toda influência carioca no ES me faz fiel a este time, se este time não for grande, eu sinceramente perdi o meu senso de grandeza.

    1. O Galo é grande. E é por isso que estamos dispostos a esperar, porque SABEMOS que um escudo assim não vai ficar para sempre nesse jejum de títulos. Abraços.

  5. AnA,todos estes questionamentos que tu fizestes a este sr., que se julga o dono da verdade, e se vê no direito de chamar torcedores que se propuseram a rebatê-lo em seus comentários[infelizes, por sinal] sobre o CAM de imbecis, ficarão sem resposta,[caso ele tenha acesso a este texto],sabes o por que? Simples, ele não conhece NADA sobre a Instituição CAM,ataca por atacar.Soa falso, muitas das verdades que ele julga dizer,algumas são de conhecimento geral,outras joga-se no lixo.O CAM é GRANDE para nós,isto basta!
    Abs. e #GALOSEMPRE

    1. Kriko, o Mauro Cézar já leu o texto e me respondeu pelo twitter. Gastou umas 15 tuitadas na resposta. A idéia dele ainda ficou bem confusa, mas acho que já deu pra entender um pouco melhor. Não o fato de ele achar o CAM grande ou médio ou sei lá o quê. Isso não importa, cada um tem sua opinião. O que me interessava era saber o que ele achava que devíamos fazer com essa afirmação e em que isso mudaria nossa realidade. Ele respondeu de forma vaga, mas respondeu. Depois vou escrever outro texto falando sobre a conclusão a que cheguei. E acho que vale a pena pensar. Abraços, moço.

  6. Mais uma vez excelente texto Ana! Fazer criticas sem o objetivo de construir eh muito facil! Apresentar opcoes viaveis e criativas para resolver o problema eh que sao elas. Gostaria muito de ver publicado as respostas do Mauro Cezar, para definitivamente, colocar os pingos nos is e terminar com toda esta polemica!

  7. Esse babaca,que já recebeu audiência demais, dirá que não somos inteligentes. Tentou amenizar com um texto que da destaque a torcida organizada que viu méritos no fatídico texto. Lamentável!

  8. Amigos leitores, o Mauro Cézar leu o texto e entrou em contato pelo twitter. Escreveu bastante e esclareceu pouca coisa. Mas um último tweet fez um pouco mais de sentido. Perguntei ainda uma última coisa e ele concordou, motivo que me levou a achar que encontrei um fio condutor n raciocínio dele. Não quero defender nem atacar o jornalista. Quero é saber o que podemos fazer de positivo e produtivo com uma discussão desse tipo: o Galo é um time grande ou médio? A idéia não é provar quem está certo, mas descobrir o caminho para que isso sequer seja posto em dúvida. E há, sim, caminhos a trilhar.
    E vamos trilhar. E vamos vencer, vencer, vencer. Este é o nosso ideal. :o)
    Abraços a todos. AnaCris

  9. Excelente texto Ana! Mas para aqueles que acham que o Galo é pequeno porque não conquista títulos, penso numa única resposta: O responsável pela falta de títulos chama-se “arbitragem”. O único adversário que o Galo não conseguiu derrotar. Se ele é tão pequeno como insinuam, por que se valem tanto dos trabalhos dos juizes nos momentos decisivos? Prá vencer um adversário fraco não é preciso ajuda. Se não fossem os valorosos trabalhos das arbitragens ao longo dos anos e a proteção televisiva a outras equipes, o nosso time seria no mínimo tri campeão brasileiro, sem contar disputas internacionais. Pequenos são aqueles que pensam pequeno… nós somos GRANDES!

  10. Eu acho que ele nunca veio a BH e muito menos conhece a história e a estrutura do Galo. Tem muitos malas na imprensa que “se acha formador de opinião”.
    Ele deve se achar tb.
    Mas achar que o Galo é um clube médio pela campanha que faz ? Ou pela estrutura do clube ?
    Torcida ?
    Na verdade eu acho ele o PIOR comentárista da ESPN. Muito fraco e pior do que ele só o Trajano que se acha tb.

  11. Mauro Cézar,

    A Ana desferiu, protegida, com luva de pelica, né?

    Para você, Mauro César, saber da grandeza do nosso CAM, o Galo das alterosas, não será pegando o trem andando, moço. Você, meu bom intencionado amigo, teria que vir sentado na primeira classe deste longo trem, onde, em cada vagão desta composição, tem uma das mais belas Histórias do futebol, não só de Minas Gerais e Brasil, como, também, do mundo, nobre jornalista. Mauro, Nossa locomotiva alvinegra, desliza por estes vales e montanhas, passando pelos lobos, coiotes, saltimbancos disfarçados de árbitros e de tantos outros roedores, tão bem intencionados como muitos dos seus, meu caro.

    A locomotiva de crista alta, avança rompendo barricadas para abrir caminhos nunca antes vencidos pelos brasileiros. Sei que você não sabe, ou finge não saber do primeiro título conquistado no exterior para o futebol brasileiro (Campeão do gelo, dentre dezenas de outras conquistas, além do primeiro Campeão brasileiro, o de 1971).
    Para nós, o amor não nos deixa ver que um título vale mais que a nossa vibração na hora de entoar nosso hino (você e todo Brasil conhece). Se um título demora chegar, nós chegamos antes. Não importa o tempo, já que ele não passa de imagens em movimento desta eternidade. Ainda estamos em movimento, Mauro Cézar.

    A História desta gente de Minas e do Galo é a mais perfeita simbiose, quando se trata de lutar em defesa da gente destas montanhas. Nos céus, a locomotiva deixou marcas indeléveis que a nuvens negras que pairam sobre o seu meio, não os permite ver. A composição alvinegra, arrastada pela grande locomotiva, desliza sobre estes trilhos, levando a Massa que está dentro destes vagões recheados de glórias.

    Você, Mauro Cézar, só pode falar dos seus, por serem iguais e jamais de nós, porque, nós Somos do Clube Atlético Mineiro e você, sequer viu o trem passar.
    Agora que jogar pedra?
    Errou a pontaria, moço.

    http://twitter.com/@cabrito2606

  12. Perfeito o texto Ana. Então nos anos de 2004, 2005, 2007, 2008 o Galo estava fazendo tudo certo para voltar a ser grande, Mauro Cezar? Montando times médios, sem nenhuma organização, salários atrasados… esse sim é o caminho certo para conquistas… vai entender esse Mauro Cezar.

    A verdade é que o cara se aproveitou de um momento em que a torcida estava extremamente chateada (Fez o texto após um empate inacreditável contra o Ceará) para ganhar ibope, ele sabe que se mexer com a torcida, vai ganhar uma atenção eterna, não vai ser esquecido nunca…

  13. Eu acho que para questionar um pseudo jornalista, que não conhece a estrutura de um clube e que vive cego pela viseira “Rio-São Paulo”; você, Ana, foi uma jornalista nota 1000. Esse seu texto mostra tudo aquilo que possivelmente esse tal “Mauro Cézar” deveria aprender sobre educação e respeito, pois mesmo tendo sido desrespeitada, como todos nós atleticanos, se mostrou cordial em suas palavras dirigidas a esse cidadão…
    Eu só não vejo motivos para que os torcedores se sintam agredidos por palavras de uma pessoa que, para falar a verdade, eu nem conheço… Esses repórteres de menor expressão é que devem se olhar no espelho e saberem que podem estar atingindo o estágio mediano, e com isso não se acharem GRANDES o suficiente para falar bobagens sobre um dos maiores clubes de futebol do nosso país…
    Esse cara tem que lavar a boca antes de citar o nome CLUBE ATLÉTICO MINEIRO…

  14. Olá Roberto,

    KKKKKKKK, Meu Deus, quanto comédia neste lugar, Time Grande é time que ganha títulos e dá resultados em campo, O Galo conseguiu nos ultimos 10 anos foram vexames e luta contra o rebaixamento e nos ultimos 30 anos amarelar nas finais ou semifinais pra times menores que ele nas competições, é lógico que o clube se apequenou, é obvio e a torcida se apega a folclore e amor incondicional tolo blablabla de sempre, que qualquer coisa vale mais que título, quem lançou esta bobagem quer continuar a cegar a todos, o cancer do Galo é sua torcida que é iludida e não enxerga um palmo a frente, come feijão e arrota caviar, achando que o Galo é o melhor do mundo, paixão é isso aí, esta longe da razão, e como!

    Sou Atleticano, mas não me iludo com este papinho cego de que somos grandes ainda, grande em que? precisa de muito, mas de muito pra ficar bom e enquanto voces ficam discutindo este papinho de puro recalque o futebol do Galo esta a mesma draga de sempre, quase empata com o palmeiras com 2 a mais! e se não cair este ano, no ano que vem é mais do mesmo sabe porque? porque estamos cercados de gente amadora e incompetente e de torcedores medíocres achando o Galo o melhor do mundo, enquanto houver esta repetição de atos vai ser isto.

    Vou começar a bater palma pra quem apoia este amor tolo incondicional de pura megalomania ano que vem caso o time se encontre na mesma situação e vou dar gargalhadas!

    Acordem! o Galo precisa retomar o caminho de clube que almeja coisas grandes e não este papinho rídiculo: “”Que jornalista bobão, não sabe o tamanho do meu Galo!”” á vá ver se eu to la na esquina PÔ!

  15. Acho que muitos aqui interpretaram o texto do Mauro Cezar de maneira equivocada. O Galo é um time grande isso é fato e indiscutível, mais o que ele indagou foi se o time vem comportando como tal. Sinceramente, nos últimos dez anos o Galo realmente faz jus a sua torcida? O Galo é respeitado como tal? Sou atleticano, óbvio, nunca deixarei de ser, mais, dos mais apaixonados como eu, é difícil crer que um time que se contenta com um campeonato regional, é eliminado pateticamente pelo Grêmio Barueri na Copa do Brasil, e briga para não cair novamente para segunda divisão, desde quando à retornou, com exceção de 2009, que também deixou escapar uma vaga na libertadores de maneira bisonha, é motivo de se orgulhar.
    Reitero, sou Galo até morrer! Mas essa historia tem que mudar! Ate quando vamos nos contentar das glorias passadas e da nossa apaixonada torcida??
    Levanto uma duvida, já que muitos estão perguntando se o Mauro Cezar desconhecesse a historia do Galo. Porque então ele importaria com a gente? Mauro Cezar é jornalista respeitado, que não tem “rabo” preso com ninguém, quem o acompanha sabe que ele bate de frente com a Presidente do Flamengo, com o Andres Sanches, Juvenal Juvencio e outras figurinhas carimbadas do eixo. Acho que ficar aqui tampando o sol com a peneira, sendo demagogo com a torcida, não está exercendo sua profissão de jornalista corretamente. Levo o Galo a sério como todos vocês, até por isso estou aqui escrevendo, e espero que todos que lêem este mini argumento entenda que o que estamos aqui discutindo não é a grandiosidade do Galo no cenário esportivo mundial, e sim se ele comportando como tal !
    Grato.

  16. Ana,

    Parabéns pelo texto.
    Confesso à vc que ao ler o texto escrito pelo jornalista concordei com ele. E logo após às enxurradas de reclamações de atleticanos, algumas delas totalmente infelizes (como por ex o argumento de que ele não conhece o atlético), ainda assim, comungava de seu pensamento. Todavia, digo à vc que, após a leitura de seu texto, parece-me que abriu um novo canal, onde pude repensar várias questões e, enfim, dar grnade razão à vc.
    Parabéns mais uma vez e aguardo ansiosamente o texto acerca da resposta do Mauro César.
    Obrigado

  17. A mesma coisa que a Aba, pediu ao Zé da ESPN, eu peço a Atleticanos que endossa as palavras do ZÈ das couve, e que fica martelando, que rime grande é time que tem título, que é só titulo que engrandece o CLUBE coitado, o Sto André tem copa Brasil né, onde está, é grande, o Sport tem título copa Brasil né, mas tá bom, eles não sabem o que falam.

    mas vou pedir, se não for incomodo, quando nós criticamos uma pessoa que ela tá errada, temos que falar o erro e como solucionar, este erro.

    Sobre contratações erradas, até uma criança sabe disto, então parem de vir falar nisto.
    Sobre Gestão, planejamento, são apenas palavras bonitas, que falam, por que não sabem o que dizem e nem o fundo do problema, então que não venham com estas palavras, por que planejamento, nos necessitamos de fazer todos nos, até para ir na PRIVADA senão é perigoso cagar na cueca.

    Qualquer diretoria que entrar, tá doidinha para saber o que fazer, eu a torcida, a imprensa que apareça o dono da verdade o sabe tudo o artista o 2% de QI elevado.

  18. O rapaz quer apenas aparecer e conseguiu.
    Eu só tomei conhecimento da existência do moço aqui em blogs e twitter de atleticanos.
    O Atlético precisa de conselho e quem não é atleticano?
    Alguém aqui já deu conselho a outros times?
    twitter.com/lincolnpinheiro
    PS: Roberto, me mande um e-mail em pvt

Os comentários estão desativados.