CORINTHIANS 2 X 1 ATLÉTICO. FALTOU CONFIANÇA!

Até quando o Galo vai levar gols no apagar dos holofotes?

Pela milésima vez, aconteceu o que todos os atleticanos temem, assim como gato escaldado tem medo de água fria.

E desta vez, ressuscitamos um mastodonte barrigudão da era do gelo, que deu apenas um chute a gol. E marcou.

O Atlético não se posicionou em campo da forma como o Cuca imaginou. A intenção _ de congestionar o meio e partir em estocadas rápidas _ era boa, mas não deu certo. A entrada de Serginho no lugar de Berola e a liberação de Carlos César para agredir pela direita só complicou o que antes era simples.

Bastava manter o mesmo time que vinha jogando, com evidentes ganhos em termos de conjunto desde o início do jogo.

Quando Cuca efetivou a entrada de Mancini, a vaca foi pro brejo de vez. Mancini está mal, retarda as jogadas e acaba travando todo o sistema de ligação defesa/ataque que a equipe ainda possui.

No atual estágio do campeonato, nada mais danoso para o Galo do que lançar Mancini em campo.

E Triguinho, que substituiu Richarlyson, fez a pior partida desde a sua contratação. O primeiro gol do Corinthians foi em seu setor. Era dele a obrigação de não permitir o cruzamento daquela bola. Mas permitiu e deu no que deu.

E nem Berola entrou bem. O pior que pode acontecer a um time é levar um contra-ataque quando você está armando o seu próprio contra-ataque e um jogador perde inesperadamente uma bola que poucos de seu time acreditam que perderá.

E aí o contra-golpe adversário pega o sistema defensivo adiantado, mal posicionado e de calças na mão. Foi exatamente o que Berola provocou infantilmente.

Embora esteja claro que o Atlético foi prejudicado pela arbitragem, que não expulsou Alessandro por uma agressão escandalosa, e a má vontade de aplicar regras iguais para os dois times, acredito que o resultado, em si, não foi injusto.

A partir do momento em que o Galo fez o gol, o Corinthians sentiu tremendamente. Era o momento exato de matar o jogo. Mas não foi o que o Atlético fez. E ainda, para agravar a história, contou com as substituições equivocadas de Cuca, que debilitaram a equipe em campo.

E depois abdicou do ataque para ser dominado inteiramente pelo time paulista. Quando um time opta por sofrer pressão na casa do adversário, com tudo contra _ até o juiz _ é só questão de tempo a bola estufar as redes. Não dá outra!

E foi o que aconteceu. O Galo, inconscientemente, procurou e achou a derrota por ter tomado a trilha errada. Embora não tenha faltado raça, faltaram personalidade e confiança para encarar o líder fora de casa. É duro, mas é a verdade.

Vamos agora para a guerra contra o Botafogo. Além da vitória _ que é de nossa responsabilidade _ que os outros jogos nos favoreçam, para que possamos seguir para a última rodada já classificados.

Siga este blogueiro no twitter clicando aqui

Anúncios

12 comentários em “CORINTHIANS 2 X 1 ATLÉTICO. FALTOU CONFIANÇA!

  1. Cuca suas CELSOROTHIADAS, ou melhor CUQUIASSES leva o mérito de mais uma derrota.
    E essa boa vontade que o GALO sempre tem com times e jogadores defuntos.
    E outra coisa quem espera jogo fácil contra o Botafogo pode tirar o cavalinho da chuva, pois além de ter que vencer essa síndrome de Botafogo dos últimos 6 anos, também temos que vencer a nossa boa fé com os defuntos como citei, já que o Botafogo não vence a três ou 4 jogos.

  2. Estou mto triste e chatido demais com a derrota de ontem, pricipipalmente pela maneira q o galo perdeu, depois q o atletico fez o primeiro gol o time simplemente começou a jogar como um “timinho´´, e pela milesima vez vejo o galo jogar como um “timinho“, o galo se apequenou dentrou do pacaembu é dificl dizer isso mais é a verdade. O galo é clube grande e de massa, mais joga algumas vezes como um ”timinho”, seria tao bom o galo calando aquele pacaembu lotado, jogando bem com personalidade, mais no final das contas o galo sofreu uma derrota vexatoria, depois q o adriano levantou a camisa fiquei com mais vergonha ainda, era o Honda do street fighter pesando 300 Kg, foi la e fez o gol e caiu nas graças da torcida. E volto a dizer estou envergonhado e mto chatiado com a derrota de ontem principalmente pelo jeito q aconteu, longe de mim crtitcar o Cuca mais ele teve um peso mto grande na derrota de ontem, quando ele botou o Mancini no jogo, pronto agora vai fuder tudo de vez, dito e feito, e por essas e outras q eu falo q cabeça de treinador é terra de ninguem, a minha feclidade para esse fim de ano vai ser ver as marias e o generico do parana rebaixado, vai ser tao bom tomara q aconteça. e se for o galo acertando o ultimo golpe vai ser melhor ainda, quem nao se lembra quando a CBF resolveu por os classicos na ultima rodada, a primeira noticia q saiu la da toca das gazelas, foram elas dizendo inclusive os proprios jogadores, dizendo q seria mto bom ser campeao no ultomo jogo contra o galo, foi o unico clube q teve essa arrogancia toda de sair falando isso, portando vao cair e com o galo dando a bicada e a esporada fatal.

  3. Assistir aos jogos do Galo ta fazendo mal pra saúde. Parece que eu tava correndo em campo igual um atleta do Galo. Chego ao final das partidas com pressão alta, corração palpitando, tremendo. Ta doido! Ta por fora.
    Foda de tudo é que é esse o time que temos e temos que ser fieis neste momento. Ja tinha dito antes e volto a repetir. Mancine ta fud** o Galo tem muito tempo. E fala que é Atleticano ainda…
    Outre coisa, falar de juiz, de Adriano, de Cuca, de Berola é bobagem.
    Agora é torcer e ganhar do bostafogo e das bichas.

    Galo sempre!

  4. __ Pior do que levar gol de biriteiro pançudo, que não fazia um gol, há mais de um ano,é ver o seu golkeeper praticar inúmeras defesas durante o jogo e,ficar pela bola sete. Aquela bola do pançudo,era A BOLA !aqla que diferencia um simples goleiro, de um GOLEIRO simples, que na hora da verdade,nunca confessa,mesmo que o padre o exconjure.Tínhamos todos os ingredientes para finalizar os gambás da marginal,e nos garantir de vez, na elite futebolesca no ano vindouro,mais naum !!fomos acometidos do vírus ” bobeirucus retranquélicus inexplicávicus”mais uma vez.Presssscionante!!!como o time do GALO, recua logo após fazer um gol, em uma partida em que o adversário, estava afoito,apavorado e desarrumado em campo,muito pela excelente marcação imposta pelo nosso time á eles.Na guerra, assim como na vida,todo aqle se propõe a receber pressão,uma hora arrega,e foi assim com o GALO ontem.Cedeu á pressão gambalística,cedeu ao apito amigo e pediu para tomar a virada,numa partida que estava ao seu feitio,diga-se de passagem.Como dizia o famoso “proctologista de smurffs” Kafúcio : _ jacaré que come môsca,vira bolsa de madame “. Com a vitória do ceará sab.p.p. 45 pts, se fazem necessários para evitar de vez, o temível corte.Esta partida frente ao bostafogo tornou questão de vida ou vida,tudo por causa de um recuo pouco estratégico, na hora errada.
    __ Abs Roberto,amigos e #GaloSempre

  5. O que o Galo jogou no primeiro tempo, deveria ter jogado no segundo, em termos de marcação. É difícil dizer, mas depois do gol, o Atlético nao me passou mais confiança. Acho que foi o mesmo sentimento dos jogadores em campo… difícil.

    Agora vamos pra cima do Botafogo e vencer esse jogo, porque no clássico será uma final. Empurrar as Maria ladeira a baixo.

    abraço Roberto!

  6. Acho que perdemos o jogo e para o figueirense tambem ( e quase para palmeiras e coritiba), por falta de confianca do time,e principalmente do nosso goleiro que sempre que se precisa dele nao se pode contar.
    Um goleiro que faz as vezes algumas defesas dificeis mas quase sempre deixa passar bolas que eu no gol nao deixaria, isto piora a auto-estima do time que ja nao e grande.
    Acho que nao cairemos e espero que kalil e maluf consigam contratar um goleiro para o ano que vem(na minha opiniao nossa maior prioridade).
    O reserva do corintians e o goleiro do america dao de 10 no nosso.
    Um abraco

  7. Vc falou uma coisa ae que vi pouca gente comentando: a entrada do Triguinho foi desastrosa mesmo. Culpa do 1º foi toda dele.

  8. Rapaz, achei um castigo daqueles este placar.De positivo(?) serviu para dissipar as dúvidas sobre se o Mancini deve ir ou ficar: que se vá!Melhor seria se nem tivesse vindo, ele e todos os que tem a sua disposição.Bora ganhar do Bota e acabar de vez com qualquer possibilidade de série b.

  9. Estava lendo uma reportagem sobre o assoprador de latinhas que apitou o jogo com o curintia e fiquei sabendo que o meliante era aspirante a árbitro da fifa. Quem colocaria um aspirante para apitar um jogo tão crítico, onde um dos adversários estava disputando o campeonato e o outro lutando para não cair ????!!!!!!
    Com certeza este filho da fruta o ano que vem já vai estar no quadro da fifa !!

    1. Ou comentando larapinagem ooooopsssss…!! digo,arbitragem na vênus de latinha hehehehe… redi grobu plim plim .eiiiiiiiiiiiiiiitaaaaaaaaaaaaaaaa!!!

  10. Bem, eu acho que as entradas de Serginho e Richarlyson e a liberação do Carlos Cesar deram certo, sim. E deram muito certo. Enquanto este esquema esteve em campo o GALO ganhava do líder do Brasileirão. E se o azar que ronda o GALO há uns 40 anos não tivesse aparecido novamente o time traria os três pontos na bagagem com certeza.
    Mas o Cuca errou e muito nas alterações mesmo, ou melhor, na alteração. Colocar o Mancini no lugar do Carlos Cesar é coisa de… nem quero falar o nome, sem explicação. Quem deveria entrar era o Werley, como terceiro zagueiro pela direita (prefiro o Lima, mas fazer o que se o Werley é o primeiro reserva?). Se isso tivesse ocorrido não tomaríamos aquele segundo gol.
    O Triguinho no lugar do Richarlyson foi o óbvio e o correto. E não foi ele quem não impediu o cruzamento do Alessandro (QUE DEVERIA TER SIDO EXPULSO UNS 20 MINUTOS ANTES), pois o Triguinho estava na área (nem sei por que) e falhou no posicionamento e o Liedson subiu livre nas suas costas.
    Eu queria que o GALO tivesse jogado no ataque durante os noventa minutos, claro, quem não queria? Mas estavamos enfrentando um ótimo time e que é o melhor do atual campeonato, diga-se de passagem. Portanto, não acho que o resultado foi justo. Os três pontos do Curíntia vai mais uma vez para a conta da arbitragem brasileira. E com o apoio de Cuca e Mancini.

    Abração!

    1. Ouso divergir, Roberto: Berola não teve a menor culpa no Gol do Adriano. Ele perdeu a bola lá no ataque ao partir pra cima dos beques como sempre faz. Perdeu a bola como já o fez em tantas outras oportunidades e acertou em outras tantas também, o que é normal. Daí deixaram o Emerson correr 50 metros com a bola sem ninguém pra combater. Quem estava tomando conta do setor direito do Galo era o Mancine que deixou o Sheik passear por ali. A culpa é dele e não do Berola.

      abços.

Os comentários estão desativados.