APÓS CONFRONTAR CONTRATO DO GALO COM LICITAÇÃO, ESPECIALISTA DÁ BOAS NOTÍCIAS.

Demorei a falar sobre o contrato BWA/Atlético porque não sou advogado e as teias e armadilhas invisíveis de cláusulas e alíneas sempre me pregaram peças. Consultei muitos especialistas, mas nenhum me convenceu tanto quanto o dr. Jarbas Lacerda, através de suas mensagens no twitter.

Jarbas Lacerda é advogado, professor do curso de Direito do Pitágoras e doutorando em Direito na Universidade de Buenos Aires. Para seguí-lo no twitter, clique aqui

Vamos ao seu parecer, divulgado no twitter:

“Analisados o edital, contrato de concessão e contrato BWA/Atlético:

1º) Edital de licitação é regra para escolha do concessionário (Lei 8666/93)

2º) A cláusula 5.7 do edital NÃO PROÍBE A PARTICIPAÇÃO DE CLUBES DE FUTEBOL, mas de pessoas físicas que integram essas entidades!

3º) Se proibisse (clube) feriria o direito de igualdade, salvo se o clube não pudesse explorar o futebol (Art.30,II lei 8666/93).

4º) A exemplo da legalidade da participação dos clubes, o Botafogo de Regatas é o gestor do Engenhão! Legal!

5º) Vencida a fase de licitação (escolha), feita a concessão, aplica-se a lei 8987/95, que regula as concessões públicas no Brasil.

6º) A concessionária não pode transferir a concessão ou alterar sua composição de sócios sem autorização do Estado (Art.35 lei 8987)

7º) No contrato de concessão (claúsula 12) está previsto como direito da concessionária exercer a atividade com “ampla liberdade” e prevê ainda que a concessionária possa constituir fundo para viabilizar a concessão e sua administração.

8º) No edital, no contrato de concessão ou no contrato do Atlético/BWA não está previsto prazo de 27 anos, mas de 10 com prorrogação!

9º) O contrato Atlético/BWA constituiu uma Sociedade em Conta de Participação (SCP) PREVISTA NO ART. 991 do Código Civil Brasileiro.

10º) O contrato Atlético/BWA prevê que a sócia ostensiva BWA (Arena Independência S/A) seja a ÚNICA administradora do estádio.

11º) O Atlético é o sócio participante do Fundo constituído pela SCP e tem participação nos lucros líquidos ou prejuízos na ordem de 45%.

12º) A Cláusula 11.1 do Contrato Atlético/BWA prevê que os direitos sobre a exploração não podem ser cedidos a outros sem autorização do Atlético.

13º) A cláusula 2.1.1 prevê o contrato Atlético/BWA inicialmente por dez anos, podendo ser prorrogado se isto acontecer com a concessão!

14º) De onde saiu “27 anos”? É o prazo estimado previsto na concessão de direito de uso América/Estado MG para recuperação do valor investido.

15º) Qualquer outra agremiação poderá utilizar o estádio? Sim, desde que pague pelo uso na forma determinada pela gestora Arena independência.

16º) A cláusula 11.12 determina que o Atlético deve mandar TODOS os seus jogos no Independência, salvo pelo cumprimento de pena ou incapacidade do estádio!

17º) A SECOPA vai suspender ou cassar a concessão? Quem pode fazer isto é o Estado de MG através da Advocacia Geral do Estado e devem fazê-lo sempre que o contrato de concessão for violado, é o que manda o art. 35 da Lei de Concessões (Art. 35 lei 8987/95).

CONCLUSÃO: o negócio jurídico É VÁLIDO e NÃO FERE o edital da concessão e nem mesmo o contrato de concessão! Pode ser contestado na justiça? Todo ato jurídico pode ser questionado na justiça! Cassá-lo é outra história!

O cruzeiro pode ir à justiça? O cruzeiro não participou da licitação, não integra a concessão e nem mesmo o contrato atual!

MORAL DA HISTÓRIA: os demais clubes estão tentando justificar sua ineficiência em face da habilidade do Atlético neste caso, POIS É INEGÁVEL QUE O CLUBE FOI MAIS COMPETENTE E UTILIZOU AS REGRAS JURÍDICAS A SEU FAVOR.”

O advogado Jarbas Lacerda esmiuçou o contrato e confrontou-o com as regras da licitação de uma forma que permite o perfeito entendimento dos leigos, como eu.

Muito obrigado, dr. Jarbas. O céu de brigadeiro se aproxima. Deixem sua opinião, amigos do L&N.

Siga este blogueiro no twitter clicando aqui

Anúncios

50 comentários em “APÓS CONFRONTAR CONTRATO DO GALO COM LICITAÇÃO, ESPECIALISTA DÁ BOAS NOTÍCIAS.

  1. O Céu de Brigadeiro se aproxima…

    dei uma gargalhada com isso…

    Galo!!! Agora temos estádio!!! Pelo menos economicamente temos metade de um estádio.

  2. parabens ao galo pela grande jogada, agora cabe ao tocerdor lotar o estadio para q o galo tenho lucro e tendo lucro vamos investir em bons jogadores e os titulos viram

  3. Parabéns pelo brilhante trabalho Roberto! Buscou as informações corretas com quem realmente entende do assunto.
    Não tem como Americano, Cruzeirense e principalmente essa imprensa tendenciosa, querer atrapalhar o Atlético.
    Convenhamos, tem que ser burro ou inocente demais, achar que o Atlético, com os profissionais que tem, ia fazer negócio ilegal, no escuro…

    Diretoria e Dep. Juridico do Galo mandaram muito bem!

    1. Se não ia fazer “no escuro” porque o contrato possui cláusula que proíbe expressamente a divulgação do contrato? Além disso, essa é uma análise tendenciosa que omite o seguinte item presente no edital de licitação:

      “5.7. Não poderá participar desta licitação, isoladamente ou em consórcio, a pessoa jurídica ou o fundo:
      5.7.6. Que tenha como administrador ou integrante do seu
      quadro societário pessoas que ocupem ou tenham ocupado
      cargos de dirigentes ou de membros do conselho deliberativo
      de entidades desportivas de futebol.”

      1. Prezado Gustavo, respeito sua opinião,vivemos em um país democrático! Esclareço-lhe: 1º) A cláusula de confidenciabilidade é perfeitamente possível uma vez que o contrato (Arena Independência S/A) é privado, a única obrigação é que ele seja apresentado ao Estado de MG que concedeu o direito de explorar o independência. Há na tal cláusula um compromisso de não se divulgar, caso acontece há uma multa para a parte que divulgar o dado contido no contrato. O Presidente Kalil somente falou depois que a empresa o autorizou a falar sobre o assunto! 2º) A cláusula 5.7 é muito clara, não poderiam participar da LICITAÇÃO, PESSOAS JURÍDICAS (EMPRESAS OU INSTITUIÇÕES) que tenham entre os seus sócios (Quadro societário) pessoas que ocupem (No tempo do processo de licitação) ou que tenham ocupado (passado) cargos de dirigentes (Kalil por exemplo) ou no conselho (Conselheiro do clube) de entidades desportivas. Conclusão: a pessoa jurídica não poderia ter em seu quadro de sócios dirigentes ou ex-dirigentes de clubes. Exemplo: O Sr. Ziza Valadares se quisesse concorrer com uma empresa de sua propriedade não poderia fazê-lo! A cláusula não proíbe o próprio clube, mas as PESSOAS FÍSICAS que tenham exercido cargo de direção ou no Conselho. Abraço.

  4. Depois dessa aula de direito, não tem mais o que discutir.

    E vou além, depois que entrar dinheiro para o Galo, acho que o próximo passo é a construcao do novo Estádio Presidente Antônio Carlos.

    @gladstone13

    Galo Sempre!

  5. Roberto, eu acho que esta chiadeira toda tem dois motivos.

    Pelo lado fresco azul se deve ao fato do cavalo estar passando arriado e ninguém do lado de lá vislumbrar a oportunidade de montá-lo, ou seja, agora tem que justificar a sua incompetência.

    Pelo lado do melequinha a divulgação antecipada do contrato arrebentou com a festa deles.
    De que adianta agora inaugurar um estádio com pompa e circunstância se “o Galo é que vai mandar”, isso lógico na visão míope dos torcedores, porque na prática o américa tem que soltar foguete, já que terá arrecadação garantida.

    Ao Galo, resta deixar os cães ladrarem.

  6. post muito didático…depois disso não há mais o que discutir…

    Galo sempre!

  7. Agora sim deu para entender o contrato,parabéns Roberto pelo trabalho e ao Dr Jarbas Lacerda. Bica Bicudo que as maria pira.Galooooo

  8. Muito boa sua análise, esclarecedora e bem fundamentada, foi dispara a melhor definição desse contrato para os leigos em direito, assim como eu. Vai ser um bom negócio para o galo, o torcedor ficará bem mais próximo do time. Outro detalhe que deve ser falado, o Indepedência era do 7 de setembro, time de BH, e esse afundado em dívida o repassou para o Estado e o Governo de minas arrendou o Estádio para o mecão. Então, da forma que alguns americanos estão falando parece que o galo está tomando o seu estádio, que o América construiu com o seu dinheiro, e só para lembrar ,estádio é arrendado, como é feito no engenhão pelo Botafogo.
    Parabéns Roberto pelo texto.

  9. Não vou me antecipar. Mas pelo que foi debulhado nesse post acredito que o Galo fez bem em firmar o contrato.
    Agora cabe o Galo não perder essa oportunidade e com maestria lucrar e transformar esse lucros em futebol.
    Não podemos ficar dependentes do Independência ou do Mineirão para sempre.
    A diretoria deveria com essa oportunidade perceber o quanto é lucrativo ter um estádio e quem sabe, em um futuro próximo, investir para se ter um.

  10. Acredito no KALIL, quando ele fala que o Atlético não faz mais contrato de orelhada, numa coisa temos que tirar o chapéu, Kalil profissionalizou ao extremo a administração do CAM, não tem nada mais de gente que acha saber, só tem profissionais gabaritados nos postos de decisão.

  11. Caríssimo Roberto, decidi pelo estudo em face das informações grotescas que vinha lendo e ouvindo à respeito do assunto. Reuni os documentos e decidi por um estudo no intuito de prestar uma informação aos meus seguidores e alunos. Sinceramente não esperava que o estudo fosse repercutir tanto! Parabéns pela forma como tratou o assunto e sempre à disposição!

    Jarbas Lacerda

    1. Eu e a Massa é que agradecemos sua dedicação em elucidar os fatos. Estávamos todos sem saber direito o que pensar. Para vc ter uma idéia, depois que seu parecer foi postado na tarde de hoje, já aconteceram em torno de 3.500 acessos. Isso exemplifica bem o quanto a torcida estava carente de informações como as que vc deu. Muito obrigado. 🙂

  12. Bom Trabalho, amigo.
    Tem sempre que correr atras.
    Desde o Inicio, da BOMBA, lançada pelo JVX depois de pensar, disse no TT para você, que não era maldade do JVX, e sim um furo de reportagem, mas que não prejudicaria o Galo nesta questão de justiça,foro,cancelamento ou melar o contrato.
    Quando o Kalil, disse, que não faz nada de errado, fora da lei, oreiada, (só nas contratações que ERRA e muito) eu procurei saber, e me informaram, que a turma lá dos assessores, estudaram bem o caso.

    Se quer saber, vá lá, a turma da diretoria e assessores do Kalil>>>>>>
    Adriana Branco >>>>>> que eu gosto muito e sei que é muito competente
    Rodolfo Gropen, dir de planejamento, é empresario em MG de sucesso
    Carlos Fabel, é professor da Newton Paiva Dep Financeiro
    Lásaro Cândido da Cunha, tbm professor, Diretor Jurídico
    Dr. Otonni Advogado e dos bons, todos conhecem, já dos tribunais da CBF
    Luiz Cesar Villamarim assessor
    Sergio Santos Sette Camara assessor
    Manuel Bravo Saramago assessor
    Carlos Goulart Leite Assessor
    Gabriel Azevedo, o mais fraco, é politico mas conversa mais que pobre na chuva

    E ninguem mais que o dr. Antonio Anastasia, nosso Governador, que é quem deu o choque de gestão no Galo e em Minas Gerais, e que é o conselheiro do Kalil, os dois são unha e carne, já sabia, deste contrato, quem sabe talvez ele, que deu a dica pro Kalil.

    Sinto, mas mandaram a minha informante, embora, lá do Galo, mas ainda tem alguem, mas não nos bastidores.

    Bobo é este Salum falando baboseiras, se o Galo não jogar lá no Independencia, quem vai levar LUCRO pra eles, vai acabar ficando um elefante Branco, por que 300 a 400 torcedores, a renda, num dá nem para pagar as faxineiras de lá.

    Vai cair as traças o Independencia, vão fazer um axé por ano, 1 clássico por ano e jogo de torcida, que até o Bôa de Varginha, tá dando de 1000 neles., 300 torcedores por jogo, é america, acenda velas pro Galo, reze pro Galo jogar lá, senão vai virar monte de concreto, fiquei sabendo que CUPIM tá gostando de cimento também, num é só as caras de pau dos alencarzinhos e Magnus Livios não, que cupim gosta.

  13. __ Roberto ! para aqles que estão fora de BH ,fica difícil tecer uma opinião correta sobre o assunto em si ;porém ,após ler a excelente explanação no texto _ tem-se de louvar o trabalho do dr.Jarbas ,fantástico _ ficou claro o verdadeiro teor daquilo que tanta polênica vem causando. O jornalismo ‘marron’ mineiro,mas uma vez dá mostras, o quão inconsequente é _tem muita gente séria tbm_diga-se. Esse cidadão parece ser perrelista até a tampa ,né não ?foi o mesmo que nqla historia das fazendas,tentou tapar o sol com a peneira,então daí ,dá para perceber uma certa ‘segundas intenções’ de cunho político nesta história aê. Pelo que li ,este cara viu que o ‘trem’ seria bão para o GALO e jogou verde para colher o maduro .Será que se fosse para os lados do barro preto ele agiria da mesma forma ? Sei lá ! uma coisa é certa se gerar receita para o GALO beleza ,pau na máquina e segue o jogo . Parabéns pelo texto elucidativo ,o L&N é phoda!

    __ Abs amigo . 🙂

  14. Sei que meu amigo Roberto, tem um ladinho do Ameriquinha, MAS>>>>>>

    Gostaria que o Salum, Magnus Livio, provassem, com recibo e documentos, que pagaram MESMO a compra do Independencia, Raimundo Sampaio, não recebeu, por que morreram ele ainda na cama do hospital, então deve (SERÀ) ter sido pago com cheque predatado para descontar lá no CEU ou então pagaram em cesta basica para a familia do Raimundo Sampaio.

    Prove primeiro, depois, encha a boca pra falar que é seus.

    Quem sabe, entrar com um processo na justiça para averiguar, este CAUSO, compra do Independencia, comprado no leito de morte..

    1. Só tenho respeito pelo América porque suei aquela camisa por 3 anos e isso faz parte da minha história. Nada mais. Se foram desonestos na compra do Independência, eles q se danem pra lá. 🙂 Abraços, Guerra.

  15. A fala do advogado e o complemento do Roberto fecham a questão, sem margem para qualquer dúvida que seja.
    Agora, se o Estado resolver interferir nesse negócio legítimo, aí é caso pra Ministros do STJ decidirem.
    Prevaleceu uma lógica simples: em MG, qual torcida enche estádio, sempre? A BWA procurou o clube certo. Não havia motivo pra procurar as Marias.
    Enquanto isso, CHORA BICHARADA!!!
    Um abraço, Roberto!

  16. Resumo da história: Mariada, vão chorar na cama que é lugar quente, aproveitem e mordam bastante a fronha como de costume…

  17. Simples, trata-se de cessao de direitos COMERCIAIS que a BWA (empresa privada) detem (90%) atraves da Licitaçao e que foi cedido ao Galo 45%. Tais direitos foram tambem OFERECIDOS ontem as Marias (crugayro) e parece que o careca ex-reporter Valdir Barbosa nao entendeu quando disse que ninguem vai passar o Crugayro para traz. Como se a BWA ofereceu um percentual de sua outra parte 45% para eles e o cara ainda fala em passar para traz. Que o Valdir Barbosa cuide como sempre fez, muito mal, de seu time e deixe de querer ATRAPALHAR a vida dos outros. Valdir olhe para sua barriga e veja seus proprios erros. Respeite o Galo uma instituiçao de 104 anos. Nosso hino diz claramente O NOSSO TIME (CLUBE) EH IMORTAL… pense bem nisso. GALO O MAIOR E O MELHOR DE MG. Clube Atletico Mineiro-CAM nao eh de BH e sim do MUNDO. Os 25 mil socio torcedores jah tem lugares garantidos para verem o Galo nos proximos 10 anos.

  18. Meu medo é o seguinte:
    Será que com esse contrato o Atlético (Kalil) não está colocando a emrpesa administradora do Mineirão numa sinuca de bico?
    Não está obrigando a empresa administradora do Mineirão a fazer um contratao semelhante com o Cruzeiro?
    Porque é única saída para o Mineirão não virar um “elefante branco” é que o Cruzeiro mande seus jogos lá. Tudo bem, o Kalil disse que a empresa queria dar apenas os ingressos para os clubes jogarem lá e que assim não interessa. Mas agora é diferente. O Atlético pelo contrato firmado com a BWA se obriga a mandar seus jogos no Independência. Na minha opinião com a assinatura desse contrato o Galo deu munição para o Cruzeiro negociar com os administradores do Mineirão.

    1. fodasse o crucru, que acertem la, la e maior dai veremos se eles sao tao grandes mesmo como dizem ser, maior que nos e com o estado sendo maior maior tambem sera o din din gasto pra manutencao..abraco

    2. Caro Breno. Acho que sem o Galo na jogada o mineirão é inviável financeiramente. Se uma empresa maluca quizer ter prejuízo certo é só assinar um contrato nesses moldes com apenas um clube. Veja, o que foi investido no estádio pelo governo de MG é um valor astronômico que só se pagará com a ajuda da maior torcida de minas, a gloriosa torcida do galo doido. Então, caro atleticano Breno, acho que não existe empresário que rasgue dinheiro. Fique sussegado que sem o Galo, o mineirão também é inviável…..
      Grato,

  19. kkkkk adorei o ceu de brigadeiro se aproximando…. mal posso esperar para que o time corresponda em campo.
    Quanto ao acordo, jogada de mestre da Diretoria. Quando precisamos brigar e esbravejar vamos com toda a forca; no entanto, agora eh hora de aplaudir! Parabens Kalil e equipe!

  20. Parabéns, grande Roberto!
    Depois que surgiram blogs como o L&N, parei de ouvir notícias em rádio tipo Itatiaia, CBN, etc…
    Sério, o jornalismo está em crise.
    O que tem de jornalista palpiteiro, não estuda o assunto, fica dando ”parpite” na vida dos outros. Tem uns caras na ESPN , tipo um tal de Mauro Cezar, um tal de Trajano, Juca Kfouri, etc.. além de desinformados, prepotentes, confusos e paradoxais… ”os caras são chato prá carvalho” (como diria o Roberto)…

    Vejam só o excelente esclarecimento deste post.
    Foi atrás de um depoimento de alguém que pode falar. Porque coisas do direito, tem que ser com um advogado que possa esclarecer com conhecimento de causa. Eu, por exemplo, não entendo nada desse negócio. Minha opinião é só um ”parpite”. Eu posso ”parpitá”, sou torcedor. Agora um jornalista, não pode ser um palpiteiro, né não?
    Esclarecer o assunto, como foi feito aqui era obrigação de ganha para isso. Não de um abnegado, como o Roberto que fica gastando seu tempo para nos informar bem.

    Obrigado, meu amigo.

    Jota.

    (Ah, e tenho lido nos seus tweets que esse negócio de ficar escrevendo textos ”melosos” sobre o Galo não é hora. Concordo. Nosso time está em dívida conosco. Como um filho há a hora de ser carinhoso, de mimá-lo, de dar-lhe afeto, mas há hora também de ser exigente com ele. Quem ama realmente sabe que isso é o certo. Amar é querer o melhor para quem se ama.)

  21. Eu não entendo como se questiona esse negócio, o atlético NÃO está recebendo qualquer coisa de graça, pelo contrário: paga a metade das despesas, recebe a metade dos lucros (ou prejuízos) e, ainda, se obriga a jogar todas suas partidas no Independência. É um negócio que só se justifica pela urgëncia que o time tem de um estádio em que possa ficar com os ganhos decorrentes do exercício de sua atividade.
    Outra coisa: o galo não tem o poder de contratar ninguém, de pagar qualquer coisa, de decidir sobre onde os investimentos vão ser alocados, de dar quitação e, ainda assim, falam que o galo vai administrar o independência. Se o atlético administra o independência o américa também o faz, a diferença é que ele assume riscos e despesas e o américa não, recebeu tudo de mão beijada.
    Quando o América obteve essa reforma milhonária em um estádio que lhe custou 500 mil, em troca da cessão 10 anos de sua gestão, mais 5% do faturamento bruto, ninguém se insurgiu contra. Veja bem: bolada do américa são 150 milhões para reforma, envolvendo dinheiro público, mais 5% do faturamento anual, por 10 anos de cessão. Isso para um time do tamanho do américa e para um estádio como o independência era, antes da reforma. Esses valores a imprensa parece achar normais, quando o natural e mais barato para o governo seria ter desapropriado o antigo estádio para ficar com todos os ganhos advindos da futura reforma.
    O pior é que o contrato do galo beneficia, até mesmo, o Cruzeiro, que terá mais força em negociação para jogar no mineirão, pois será o único time que poderá fazê-lo com frequência. Atrapalhando o galo, o Cruzeiro impõe limites a sua própria capacidade de obter renda em um estádio alheio.
    Quem perde é somente a concessionária do mineirão, que deixa de ter poder de barganha para impor sua vontade aos times mineiros. É essa empresa que teria seus interesses resguardados no caso de uma decisão do Estado, contrária ao acordo. Se isso ocorrer, pelo menos o Kalil talvez aprenda a não fazer mais comercial político para aliado do Perrella. Talvez o caminho seja se aproximar da oposição mineira e do governo federal.

  22. Parabéns ao Dr. Jarbas pela esplêndida explicação que tira dúvidas até da pessoa mais ignorante em direito…
    Roberto, eu fiquei muito satisfeito de saber que você é um dos que valorizaram o trabalho do meu PAI (CAXANGÁ), saiba que ele foi o meu ídolo e minha inspiração para ser o que eu sou hoje…

    Muito obrigado e um grande abraço!!!
    Thadeu

    1. O seu pai, Caxangá, era um dos maiores comunicadores do rádio mineiro, meu caro. Isso é fato!! O Jones Guerra, mais experiente assim como eu, sabe disso também. Se você tem imenso orgulho dele, como profissional e como pessoa, eu só tenho que lhe dizer: vc é um filho justo! Abraço, meu amigo. 🙂

  23. ao ler este blog fiquei preocupado.

    Eu achava que essa história era só uma pressão para o Galo jogar no mineirão.

    Fico preocupado com o rumo dessa história.

    ps: a casa do galo é o mineirão (um esatádio pequeno para a torcida do galo) não o independência.

  24. Isso tudo é a repercussão que acontece em tudo que o Galo faz. Se o negócio fosse do coelhinho ou das mariazinhas com marias chiquinhas, não ia ter nem 10% dessa repercussão, mostrando que o Atlético não está nem um pouco preocupado com Cru Cru Kri Kri, nem com o méquinha.
    Aliás, preocupar com o Galo é só o que o povinho da enseada das garças faz. A inveja é tamanha que tudo o que o maior de Minas apronta elas têm que dar um palpitinho na intenção de prejudicar. Ohh gentinha invejosa viu!!
    Preocupem não, o Galo levantou vôo. Agora é só esperar para o Céu se tornar inteiramente de Brigadeiro.
    Parabéns pela matéria.

  25. Agora teremos grana.

    Agora falta montar um TIME DECENTE com a grana, que é o mais difícil.

    PArabéns Kalil e equipe!

    Quanto ao Cru cru, desfez o combinado com o galo e ajudou a implodir o C13. Ajudou a implodir a copa sul minas, aliando-se a CBF, contra o galo e um torneio rentável (sul minas). Agora vem jornalistinha bobo cobrando “união” dos times da capital…aff….Tem que aguentar.

  26. Prezado Roberto,

    Como escrevi em meu twitter, não quero ser a mosca na sopa, mas não me entusiasmei com o negócio.
    Não questiono a legalidade do contrato, até em respeito aos competentes profissionais que assessoraram a diretoria. Também não coloco em dúvida a honestidade do presidente. Aliás, defendi-o quando ele estava apanhando mais que escravo no pelourinho. Por isso, estou à vontade para expor meu ponto de vista, contrário à maioria.
    O Independência é minúsculo para a Massa. Sendo assim, a única forma de impedir a superlotação é aumentando o preço dos ingressos. Por isso disse que jogar no Horto provocará o “branqueamento” da torcida do Galo. O nosso povão negro, mulato, moreno – majoritariamente das chamadas Classes C e D – não poderá entrar. E é este o povo que apoia incondicionalmente o Galo nas arquibancadas. Os mais ricos, os “playboys”, são mais exigentes, vaiam mais. Quem frequenta arquibancada (e não tribuna de honra ou assina PPV) sabe disso. E qual será a consequência a longo prazo dessa mudança no perfil do torcedor? Seremos um SPFC ou um Fluminense?
    Outra desconfiança que tenho é com o sócio-torcedor. Se for caro, não venderá muito. Apesar da melhoria econômica do Brasil nos últimos anos, da redução do desemprego, os salários ainda são baixos. E, repito, a maior parte da nossa gente é das Classes C e D.
    Li superficilamente o contrato de sociedade do CAM com a Arena Independência S/A. Mas, a curiosidade mesmo é saber quem está por trás do negócio. Aí pode estar o segredo, pois dependendo de quem seja, não haverá óbice para o contrato ser rescindido amigavelmente no final de 2013 e o Galo voltar a jogar no Mineirão em 2014.
    No mais, parabéns pelo sucesso do blog.
    Vou precisar falar com vc. Me mande seu tel. por e-mail.
    Saudaçoes atletcanas,
    twitter.com/lincolnpinheiro

  27. Bom dia

    OBSERVATÓRIO DA IMPRENSA

    Alguém ainda tem alguma dúvida de que toda essa imprensa, ESPECIALMENTE a itatiZEIRO e PRINCIPALMENTE o repórter e deputado João Vitor PERRELLA Xavier ( QUE VC ATLETICANO AJUDOU A ELEGER ESSE MONSTRO …)
    ESTÁ PREJUDICANDO O ATLÉTICO E NOSSA TORCIDA?
    Essa questão envolvendo o estádio independência é só mais uma prova!
    Esse monstro que JÁ CHAMOU NOSSA TORCIDA DE CACHORRADA TIROU PROVEITO DO SEU CARGO DE DEPUTADO E CERTAMENTE COM A COLABORAÇÃO DE UM INFORMANTE, TEVE ACESSO AO CONTRATO E COM ISSO CRIOU TODA ESSA ONDA… POLÊMICA, JOGANDO TODOS CONTRA O NOSSO GLORIOSO
    MAS VC TOCEDOR, QUE VOTOU NESSE MONSTRO AZUL
    É CULPADO!
    ESSE MONSTRO E O EMANUEL RAPOSA CRIARAM O FAMIGERADO “DOSSIÊ DO GALO” E TODOS SABEM DO FINAL DA HISTÓRIA!
    UM TWITTER DO GALO CRIOU UM ABAIXO ASSINADO PARA EXCLUSÃO DO EMANUEL RAPOSA DO QUADRO DE CONSELHEIROS DO GLORIOSO, conforme: http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2011N10754

    MAS A MASSA NÃO SE PREOCUPOU COM ISSO, APENAS 1355 pessoas assinaram!
    E os Emanuel raposa, juntamente com o baleia azul, continuam fazendo de tudo para prejudicar a INSTITUIÇÃO ATL[ÉTICO E NOSSA, especialmente a GALOUCURA, mas continuam OMISSOS SOBRE AS FACATRUAS PERRELLISTAS PUBLICADAS PELA REVISTA PLACAR, JORNAL HOJE EM DIA E OUTROS ÓRGÃOS DE IMPRENSA DE FORA DO NOSSO ESTADO E OMISSÃO NOS CRIMES DA BANDIDAGEM AZUL (MÁFIA AZUL E OUTRAS FACÇÕES)

    VALE LEMBRAR QUE NÃO É SÓ A ITATIZEIRO QUE PERSEGUE O GLORIOSO E NOSSA MASSA, É TODA IMPRENSA. A ITATIZEIRO LIDERA ESSA PERSEGUIÇÃO.

    RESPOSTA PARA MAIS UM PROGRAMA AZUL, O ALTEROSA ESPORTE
    QUE TAMBÉM VIVE PERSEGINDO O GLORIOSO E NOSSA MASSA, ESPECIALMENTE A GALOCURA

    No programa azul de ontem, O tal de vibrantinho num ato de IRRESPONSABILIDADE, passou informações errada ao telespectador, SOBRE A QUESTÃO VALORES DE INGRESSOS NOS JOGOS DO Galo e timeco falido e o Bolívar se preparava para defender o Atlético , certamente com informações de fatos sobre valores de ingressos e públicos, mas foi cortado pelo apresentador Leopoldo Siqueira, que assim como o Emanuel raposa , João Vitor perrella Xavier, está sempre defendendo o lado podre azul e prejudicando, detonando com a INSTITUIÇÃO Atlético e nossa massa

    MAS FIZ QUESTÃO DE LEVANTAR APENAS ESSES EXEMPLOS, PARA MOSTRAR PARA TODOS COMO ESSES SUJEITOS COVARDES, MENTIROSOS E IRRESPONSÁVEIS E SÃO ENSAIADOS PARA ARREBENTAR COM O ATLÉTICO, USANDO AS FORÇAS DOS MICROFONES E CÂMERAS

    Cruzeiro x guarani

    O Cruzeiro já definiu o esquema de venda antecipada dos ingressos para a sua estreia no Campeonato Mineiro, neste domingo, às 17 horas, contra o Guarani, na Arena do Jacaré. Os bilhetes terão preço único de R$ 20.
    OU SEJA, 20 REAIS EM TODOS OS SETORES
    Estudantes, menores de 12 e maiores de 60 anos pagam meia entrada

    Cruzeiro 0 x 1 guarani

    Público pagante: 4.825
    Renda: R$ 85.033,25
    Fonte:
    http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/cruzeiro/2012/02/05/noticia_cruzeiro,208531/depois-de-sete-anos-cruzeiro-estreia-com-derrota-no-campeonato-mineiro.shtml

    http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/cruzeiro/2012/02/01/noticia_cruzeiro,208150/ingressos-definida-a-venda-antecipada-para-cruzeiro-x-guarani-na-arena.shtml

    Cruzeiro x tupi

    pelo valor único de R$20. OU SEJA, 20 REAIS EM TODOS OS SETORES !!!
    Estudantes, menores de 12 e maiores de 60 anos pagam meia entrada.
    FINAL CRUZEIRO 3 X 0 TUPI

    Público pagante: 1.923
    Público presente: 2.368
    Renda: R$ 33.540,25

    Fontes: http://redacaoesportiva.com.br/Futebol/Noticias/ingressos-para-cruzeiro-x-tupi-ja-estao-a-venda.aspx

    http://www.mg.superesportes.com.br/futebol/cruzeiro/capa_cruzeiro/#noticias_items

    ATLÉTICO X BOA ESPORTE

    preço único de R$ 20

    Final: Galo 2 x 0 Boa Esporte

    Público/renda: 4.419 pagantes / R$74.310,00

    Fonte: http://www.correiodeuberlandia.com.br/esportes/atletico-estreia-com-vitoria-sobre-o-boa-no-campeonato-mineiro/

    ATLÉTICO X CALDENSE

    Os ingressos vendidos em Belo Horizonte e Sete Lagoas por R$ 20,00

    Final: Galo 2 x 0 Caldense
    Renda e público: 3.752 pagantes / R$ 62.990,00
    Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/esporte/galo-vence-a-caldense-segue-100-e-assume-a-ponta-do-mineiro

    ESSES TRASTES, PODRES, COVARDES, FEDORENTOS E INESCRUPULOSOS SÃO A VERGON HÁ DE MINAS

  28. Caro Roberto e Dr. Jarbas

    Até o momento não vi nada que descredencie o contrato, acredito que foi uma jogada de mestre defendendo os interesses do Atlético, aliás um contrato comercial entre duas partes legal onde terceiros estão tentando colocar o bedelho (coisas que só acontecem em Minas, e com o Galo, pois se fosse o contrario estaria todo mundo achando lindo).

    Mas como a imprensa está fazendo uma pressão enorme e alguns deputados e senadores azuis dizem que vão derrubar este contrato pela “política” eu pergunto é possível?

    Outra coisa o Sr. Dep. Malheiros disse:

    “Como advogado, fiz uma leitura do contrato e vi que é uma cláusula leonina, que se um clube quiser excluir uma torcida, vai excluir. Pode colocar um valor alto de aluguel do estádio e o outro não consegue pagar, tendo que se deslocar para outra cidade, com número menor de torcedor. É uma cláusula ilegal, leonina e abusiva, que precisa ser mudada”

    Na minha leiga opinião de administrador o que este Deputado Sr. Malheiros está falando é de uma bobagem incrível, pois não existe dano hipotético ou seja o dano precisa ser concreto para gerar responsabilidade civil, ou estou errado Jarbas e Roberto?

    Valeu!

    Galo e Otimismo Sempre!

  29. Concordo 100% com o que o colega acima disse, e repito:
    “um contrato comercial entre duas partes legal onde terceiros estão tentando colocar o bedelho (coisas que só acontecem em Minas, e com o Galo, pois se fosse o contrario estaria todo mundo achando lindo).”

    No cruzeiro não há crise , há mal entendidos, de acordo com a imprensa mineira. Mas eles não vendem jornal….

  30. O Cruzeiro só muda isso chorando em gabinetes de autoridades.
    Juridicamente, não há o que fazer.
    Mesmo pq o América se deu conta que o negócio entre o Galo e BWA vai dar retorno para eles também, pq aumenta seu faturamento com o Independência.
    Mas não duvido que, como em MG tudo é contra o Galo, o pessoal vai dar um jeito de atrapalhar o negócio.
    Qdo a bicharada azul faz alguma coisa, é chamada de arrojada, visionária, competente e eetc. Qdo é o Galo, o bombardeio é pesado.

    1. Concordo plenamente com vc Vitor Diniz. Principalmente quando diz que… “Quando a bicharada azul faz alguma coisa, é chamada de arrojada, visionária, competente e etcccc. Quando é o Galo, o bombardeio é pesado.
      O pessoal mais velho deve se lembrar de quando só dava Galo em Minas, de quando a torcidinha kri kri do Cru Cru era pequeninha demais, e elas viviam dizendo que a imprensa mineira era atleticana. Hoje, devido a alguns titulozinhos que elas ganharam, aumentou sua torcida e também sua influencia na mídia, e elas passaram a comandar muitos jornalistas e órgãos de imprensa (vide Itatizeiro, João Vitor Perrela Xavier, Alterosa Esportes, etc). O bombardeio está pesado, e elas pararam de falar que a imprensa era atleticana, claro.
      As diretorias do Galo contribuiram muito para isso, fazendo péssimas administrações e jogaram o Galo numa situação muito ruim durante anos e décadas, perdendo espaço e força na mídia, tanto em Minas quanto no Brasil. E elas ganharam muito espaço, e estão usando dessa força adquirida para tentar destruir tudo o que diz respeito ao Glorioso. Esse caso do Independência é só mais um exemplo disso.
      Isso, em nível de Minas, por que em nível de Brasil, quem faz o papel de destruir tudo o que é do Galo é a imprensa do eixo do mal, Rio e São Paulo, e principalmente a toda poderosa Globo. Essa é anti-Atlético desde os tempos da decisão do Brasileiro entre Atlético e Flamerda. Então é a imprensa azul aqui em Minas, e a imprensa do eixo do mal em nível de Brasil.
      Portanto, não é só em MInas que tudo é contra o Galo, é no eixo também, e como a força da mídia brasileira é desse eixo, o Brasil acaba recebendo essa influencia anti-Atlético também.
      E se não é o Kalil com sua força, sua visão, sua administração forte, o Galo estaria ainda mais no buraco. Por que são os inimigos externos tentado destruir o Galo por um lado, e os inimigos internos acabando de destruir por outro.
      Assim, é muita força contrária pra um Galo só.
      Parabéns pelas matérias.
      Luiz.

  31. qual clube em minas tem oito milhões para investir numa parceria desta .o AMERICA não acho o cruzeiro com uma grana desta pagava os salarios atrasados .so restou o galo saudações

  32. Pior é que eu votei nesse deputadozinho Malheiros. O cara só fala bobagem. Desequilibrio ???? Está parecendo o Tite que de cada 10 palavras que ele fala explicando tática, 20 é equilíbrio. Um contrato entre 2 empresas privadas e querem botar o bedelho. Duvido que alguém tenha peito de cancelar este contrato BWA/Galo. Caso isso aconteça será a redenção do Galo, pois vai gerar ressarcimentos, indenizações milionárias e muita grana para os bolsos do glorioso. Estou mais para uma explicação que vi de um atleticano como eu: o cavalo passou e o Galo pulou nele. A bicharada vai ter que pagar ao Galo, caso queira jogar no independência. Quanto ao mineirão, sem o Galo nunca será viável economicamente. Só a torcida do Galo para colocar 40.000 pessoas em um jogo Atlético X Náutico ( Se estou bem lembrado) . Se a administradora do mineirão não colocar o Galo na jogada e negociar um acordo decente com o glorioso vão irremediavelmente para a falência e, levarão a o Crucru junto………

  33. O que achei mais estranho nessa história foi o secretário Sérgio Barroso se sentir traido (Se é que ele disse essa besteira mesmo). Esse negócio de traição não deveria ser uma linguagem de um secretário não, ou será que ele ainda acredita em fio de bigode, como diz em minha terra do interiorrrr de minas uai. Bem, mas esse negócio de traição está mais para conversa fiada mas vamos lá. A verdade é que nem o governo se resguardou juridicamente do que queria. Aliás não sabiam o que queriam essa é a verdade. Não tem jeito: A administradora do mineirão também vai procurar o Galo para fazer um contrato semelhante para o mineirão. O cruzeiro deverá levar seus jogos para o estádio do calçado, já que este é suficiente para comportar toda a bicharada azul…..

  34. Estou vendo ai alguns atleticanos falarem mal de alguns jornalistas. Vejam: Para ser um jornalista não se precisa estudar, não se necessita diploma. Vemos cada matéria, com cada pensamento, erros grosseiros de português. Os caras falam cada bobagens mas, democracia é isso. O direito nem os operadores do direito se entendem, digo: advogados, juizes, desembargadores. É uma zona só. Precisamos observar como os operadores do direito estão mais perdidos que cego em tiroteiro. Ví outro dia: o juiz mandou prender e no mesmo dia mandou soltar kkk. Muito doidoo. Agora penso que uma decisão do MP contrário a esse acordo BWA/Galo será benéfico ao Galo que terá indenização milionária do governo. O governo também estaria no mato sem cachorro com uma decisão equivocada……..

  35. Valeu Roberto!
    Depois que fechar a ferradura a Arena vai fervilhar muito mais.
    Agora estou curiosa para ver como vai ficar aquela parte da arquibancada que está com a visão prejudicada.

  36. Fiquem no independência 10 anos. O mineirão tá quase pronto e lembrem-se: participação no lucro e nos prejuizos. Esses virão…

  37. genial artigo.
    eu, sinceramente, fico com o coraçáo feliz em ver que a melhor notícia atual do galo, é o galo mesmo.
    2012, 2013, 2014. ainda tem mta coisa boa pra acontecer.
    abxxxx

Os comentários estão desativados.