SE EXISTIAM DÚVIDAS, NÃO EXISTEM MAIS. CONTRATO LEGAL.

O doutor Jarbas Lacerda ( para segui-lo clique aqui ) voltou a divulgar uma série de pareceres em seu twitter com o intuito de esclarecer aquelas questões que nós, como leigos, custamos a digerir. E da forma didática como ele se expressa (virtudes que só os professores têm sobrando), fica fácil o entendimento. É meio longo, mas tenho certeza que a Massa Atleticana lerá até a última linha, pois todos os itens são  importantes e jogam luz sobre aquilo que não ficou muito claro no post anterior (15.02.2012, logo abaixo).

Com a palavra, o doutor Lacerda:

SOBRE O SÓCIO-TORCEDOR:

A implantação de um programa sócio-torcedor não se mostra viável sem um estádio referência para mandar os jogos! Vejam o sucesso do Inter e Grêmio, justamente pelo fato de terem estádio.

Criando um sócio-torcedor, o clube entregaria o produto principal ao gestor do estádio, caso não fosse sócio de resultado!

O que o Galo fez foi exatamente ter o controle do conteúdo de venda (jogo) e suas receitas adicionais. Como vender um número de sócios-torcedores sem saber onde jogar e quantos lugares de sócios ter? E como fixar esse número? O cruzeiro hoje pode implantar um projeto desses? Não sabe sequer onde vai jogar daqui a três meses! O certo é que a falta de controle sobre um estádio inviabiliza o programa.

Mas é bom para a gestora Arena Independência? Claro! Sem um cliente fixo que pudesse propiciar eventos, de quem seria o risco? Da gestora!

Portanto meus amigos, esse foi de fato um daqueles raros negócios onde a fome encontra a vontade de comer! Bom para os dois.

ELIMINANDO DÚVIDAS SOBRE O CONTRATO BWA/ATLÉTICO X LICITAÇÃO:

Pela intensa polêmica acerca do assunto independência e pelas solicitações de esclarecimentos, vejam a sequência:

1º) A PROIBIÇÃO DE PARTICIPAÇÃO DE PESSOAS QUE OCUPEM CARGOS EM ENTIDADES DESPORTIVAS. Essa regra foi prevista no edital para a fase de habilitação na licitação. A BWA não possuía e nem possui sócios nesta condição. O Atlético não participou da licitação.

Deve a BWA manter esta condição depois da licitação, na fase atual de contrato? SIM! A proibição se refere aos sócios de capital (DONOS). O Atlético NÃO POSSUI sócios de capital (DONOS), é uma entidade civil sem fins lucrativos e possui ASSOCIADOS que não são SÓCIOS DE CAPITAL.

A intenção do governo está clara nas cláusulas 14 e 16 do contrato de concessão, quando menciona expressamente SÓCIOS DE CAPITAL.

Acrescento: o Clube Atlético Mineiro não possui CAPITAL REGISTRADO e muito menos SÓCIOS DE CAPITAL (DONOS).

Ainda: este requisito foi averiguado pelo Estado na fase de Habilitação, como condição para participar da licitação. Esta fase está encerrada.

Portanto, o Galo não participou da licitação e nem participa da gestão da concessão. A concessionária Arena continua a atender os requisitos

2º) Poderia o Atlético participar da licitação? SIM, pois não é uma sociedade de capital. Caso fosse impedido, isto violaria o direito de de isonomia (igualdade) na concorrência (Art. 3º 8666/93). Os clubes não poderiam, se o objeto social não permitisse explorar a venda dos jogos

3º) Houve transferência da concessão? Não houve. A gestora continua sendo a Arena Independência. Poderia transferir? Sim, desde que com autorização do Estado e mediante nova concorrência pública. O acordo de uso do estádio se inclui no direito de administração da gestora.

4º) O contrato fere o código de defesa do consumidor? NÃO FERE. Pq? O torcedor é considerado consumidor em relação àquele que promove o evento, no caso o clube que aluga e utiliza o imóvel, ou seja, quem propõe o espetáculo.

Jogar em outro local fere o direito do consumidor? A pensar assim, como o dep. Délio Malheiros, os clubes NÃO PODERIAM TER JOGADO EM SETE LAGOAS. Os clubes são entidades privadas e o estádio não foi erguido exclusivamente para eles, mas para o torcedor. O direito a ser analisado é o do torcedor!

A concessão não permite a cobrança de preço abusivo e não há risco para os clubes deste expediente ser utilizado de forma contrária à lei. Mesmo que seja uma concessão pública, a gestora Arena pode, conforme contrato e se entender necessário, não alugar o estádio em determinados eventos. Isto se inclui no poder de direção da concessão, que está assegurado na cláusula 21.1 do contrato de concessão.

5º) É preciso entender que houve uma licitação, com fases de habilitação e julgamento, que já se encerraram. A concessão se dá pelo contrato de concessão vinculado ao critério de habilitação. Basta que a empresa mantenha os mesmos sócios da data em que venceu a licitação. Agora, o dep. Délio Malheiros entender que a concessionária “pode praticar preços abusivos” é regular pretensão e pensamentos!!

A cláusula do contrato de uso não permite preços abusivos. No direito, quando alguém pratica algo fora da lei não consulta cláusula de contrato!

Por último: já pensaram quantas ações o atlético “perdeu” nos últimos três anos? Raríssimas! É prenúncio de que possuem um corpo jurídico competente e que planejou esse contrato em detalhes.

Uma certeza: estudei cada uma das cláusulas do edital, do contrato de concessão e do contrato de uso e reafirmo a legalidade deste último!

L&N: Muito obrigado, dr. Jarbas Lacerda. A cada vez mais me convenço de que vão ter de nos engolir, do mesmo jeito que fizeram com o Zagallo. Essa negociação do Kalil é a exata descrição do significado do “PULO DO GATO”!

Siga este blogueiro no twitter clicando aqui

Anúncios

33 comentários sobre “SE EXISTIAM DÚVIDAS, NÃO EXISTEM MAIS. CONTRATO LEGAL.

  1. Lamento o Kalil não ter chegado no Galo a uns 10 anos atraz com essas visões e esses pulos do gato.

    1. Nao ficaria melhor o pulo do GALO? Roberto meus parabens pelo blog altamente esclarecedor.

  2. Ótimo esclarecimento, obrigado Roberto e obrigado Dr. Jarbas.

    Galo e Otimismo Sempre!

  3. __ Roberto ! Quem deu o ‘PULO DO GATO’ foi vc rsrsrs … 🙂 Daqui a pouco o L&N deixará de ser um Blog, onde podemos debater sobre assuntos diversos _ com prioridade ao GALÃO _ lógico ,para ser tbm um consultório para assuntos jurídicos hauhauhauhau … Brincadeiras á parte , ‘gracias’ pelo L&N existir .Tô em casa ,ora pois ! Obrigado tbm ao Dr. Jarbas

  4. VOCES JÁ MANDARAM FAZER AS ALGEMAS PARA OS LADRÕES??? VOCES ACHAM QUE O PODER PÚBLICO VAI ENGOLIR ESTE ABUSO…
    É UMA VERGONHA PARA TODO ATLETICANO.. NEM DEVERIAM SAIR NA RUA TENDO UM PRESIDENTE MAL CARÁTER DESTE NÍVEL..
    VOCES CONSEGUIRAM FAZER QUE TODA MINAS GERAIS E O BRASIL DETESTASSEM O ATLÉTICO MINEIRO.. ATÉ ENTÃO QUERIDO PELOS TORCEDORES DO AMÉRICA.. A ENTÃO COLIGAÇÃO… ACABOU…AGORA É OLHO POR OLHO.. DENTE POR DENTE…
    CUIDADO … QUE PLANTA COLHE….NÃO SÃO OBRIGADOS A PLANTAR …MAS A COLHEITA É CERTA.. NA MEDIDA CERTA…

  5. QUE ADVOGADO SEM AMPARO ESTE QUE ARRUMARAM, É MUITO FRACO, DEVE SER NELE QUE O KALIL DRÃO… SE ESPELHOU…VEXAME TOTAL… ACABOU O DIREITO DOS ATLETICANOS DE ANDAREM LIMPOS NA RUA… É COMO O MARGINAL QUE SAI DA CADEIA APÓS O CRIME.. TODOS FICAM OLHANDO E REPUDIANDO.. VERGONHA MINEIRA..VERGONHA BRASILEIRA.. VERGONHA MUNDIAL…

    1. Prezado Geraldo,

      Entendo sua indignação, mas não compreendo sua falta de respeito e seu despreparo para uma democracia! Lembro-lhe que se referir a outros como “ladrões” constitui fato punível, chama-se “injúria” e pode lhe render alguns dias em um cárcere. Claro, você sequer sabe o que isto significa! “Advogado fraco”? Você quem é? Você concluiu o ensino fundamental? Você fez direito? Sabe o que é um contrato? Claro que não! Mas, claro, vai se esconder na covardia do anonimato!

  6. kkkkkkkk..O choro é liver diz ai pro Geraaaldo que o Kalil desta vez foi muito bem e o Dr. Jarbas foi muito esclarecedor…Agora temos toda a estrutura com o MELHOR CT DO BRASIL, LUCRO COM ESTADIO, DINHEIRO E A MAIOR E MAIS APAIXONADA TORCIDA DE MINAS tudo pronto que venha a colheita de titulos… e mais uma coisa Vergonha é não ter Amor pelo time que torcer…vergonha é atrassar salarios e fazer ironia com o profissional que defende o clube Vergonha é ser simpatizante…GALO “UMA VEZ ATE MORRER”.

    1. já se esqueceram de quantas vezes o galo atrazou salarios? quantas vezes teve seus bens ameaçados de penhora?quantas vezes,os credores esperavam á porta do mineirão? o cruzeiro atrazou salarios pela primeira vez sim,mas se o galo fez isso tantas vezes está aí vivo até hoje,o cruzeiro ,que é muito maior que o galo,tambem vai superar este momento e vai resurgir mais forte ainda.

  7. Inicialmente gostaria de parabenizar o Roberto pelo Blog.

    São blogs como este que REALMENTE acrescentam análise critica à paixão atleticana. Ao lado do GALOKOMI, RESENHA DO GALO (posso estar cometendo a injustiça de não citar outros), o LANCES E NUANCES traz artigos consistentes, bem fundamentados, que não se diluem no oba-oba do entretimento fútil ou da cópia simplória das notícias que são publicadas na imprensa.

    Por isso que leio o L&N, para fica próximo dos debates relevantes que movimentam o dia-a-dia do Clube Atlético Mineiro. Moro em Brasília e simplesmente acompanhar os cadernos esportivos de Minas me distancia mais ainda do meu clube do coração e de minha BH natal.

    O acordo do Galo com o grupo gestor do Independência me encheu de alegria, mas ao mesmo tempo me deixou preocupado com as represálias políticas que poderíamos ser alvo.

    A análise técnica do Dr. Jarbas Lacerda foi bastante esclarecedora e demostrou efetivamente a legalidade do contrato. Mas fia a pergunta: “É POSSÍVEL QUE O GOVERNO ESTADUAL CONSIGA IMPEDIR O ACORDO DA BWA COM O CLUBE ATLÉTICO MINEIRO?” ou “O GOVERNO DE MINAS CONSEGUIRIA IMPUNAR A LICITAÇÃO DO INDEPENDENCIA?”

    Questiono isso em função de notícias de tem saído na imprensa sobre o assunto, o jornalista COSME RÍMOLI já havia anunciado esta possibilidade em seu blog ( http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/2012/02/15/aecio-neves-e-o-governo-nao-esperavam-que-o-atletico-fosse-rejeitar-o-mineirao-e-buscar-mais-dinheiro-com-o-independencia-havera-reacao-a-alegria-de-kalil-pode-durar-pouco/ ) e hoje o JORNAL O TEMPO traz um artigo com o seguinte título “ESTADO QUER DERRUBAR ACORDO” ( http://www.otempo.com.br/esportes/ultimas/?IdNoticia=196028,OTE ).

    Complicado, né? É possível que mesmo frente a legalidade do acordo o Governo Estadual use de artifícios para revogar a licitação? Será que teremos uma interminável disputa jurídica a frente?

    Saudações

    Eduardo Valadares Goulart
    Brasília – DF

  8. O que pega está sintetizado nesse comentário que vi no Cosme Rimoli, de um leitor que se chama Walmir:

    “A Minas Arena nunca administrou nenhuma arena esportiva.
    Trata-se de uma empresa de ocasião criada pelas próprias construtoras que estão tocando as obras do Mineirão.
    O dono de uma das empresas construtoras (e que se consorciaram para criar a Minas Arena) era cargo de confiança do Aécio na Secretaria de Transportes.
    Aécio, ao que parece para atender seus intereses, fez ampla jogada.
    Colocou Zezé como suplente do senador Itamar Franco(todos sabiam que Itamar não duraria muito com vida, e Zezé assumiria adquirindo fôro privilegiado para fazer face a denúncias do MP. Isto de fato aconteceu.)
    Devedor de Aécio, Zezé, em troca, concordou em desistir da construção da Arena do Cruzeiro em parceria com um grupo português.
    As empresas que tocam as obras do Mineirão, criaram a Minas Arena.
    Através dela, o cargo de confiança de Aécio (ex-chefe de gabinete na Secretaria de Transportes) vai administrar o Mineirão.
    É simples assim.
    Jogada sofisticada.”

  9. Então, é bom a gente colocar as barbas de molho. Temos sinais não muito animadores: jornais aecistas criticando o negócio, zezé perrella, que não faz nada sem autorização do Aécio, esbravejando; notícias que o governo busca pretextos contra o contrato…

    Para contrabalançar a coisa, temos: a possibilidade de se perder o apoio que o Kalil vem dando, até agora, ao governo anastasia; a potencial lesão aos direitos de uma concessionária e de um clube de futebol, gerando ações judiciais de grande repercussão; os limites de ação do estado, que não pode invalidar o contrato, somente punir a concessionária.

  10. Após a explicação detalhada do Dr Jarbas Lacerda, postada por você no twitter, eu fiquei mais tranquilo e sei que essa manobra jurídica do nosso GALO só veio demonstrar que dias melhores virão… Nosso time está se modernizando e poderá montar elencos que virão a ser chamados, com toda a propriedade, de Barcelona das américas…. Toda essa polêmica gira em torno da falta de visão do outro clube, que não havia pensado nisso antes do Kalil…
    Parabéns Kalil e AGORA É A NOSSA VEZ!!!

  11. Caso o contrato de concessão seja anulado (BWA-Atlético), prevalecerá o Estado de Truculência em face do Estado de Direito. Fiquemos de olho no PSDB e no que vem por trás e depois dessa celeuma. O jogo de interesses escusos não acabará com a aceitação ou não do referido contrato pelo ente estatal.

    Minas não pode ficar à mercê do controle de oligarquias políticas tradicionais e seus conchavos feitos na surdina nos moldes dos crimes de gabinetes. Falo de política meus caros, política mineira. Essa forma atrasada e estanque de ver o mundo passar com os olhos e fantasmas do passado coronelista. Fiquemos de olho no que está oculto.

    O Galo pode vir a ser a bandeira de um novo tempo. Para isso será preciso romper com o atraso do paternalismo estatal arraigado nos homens dessas terras.

    O Estado é de direito e não de mandos e desmandos políticos ao sabor dos ventos dos poderosos.

    Fiquemos de olho Nação! O futuro de Aécio Neves ou o que virá com o eventual candidato tucano à Presidente da República passa por este momento importante da história do esporte mineiro.

    De olho, Nação.

    Saudações alvinegras.

  12. A verdade do desespero do Aécio ao #Galo não jogar no Mineirão é que ele sabe que só com o cruzeiro jogando lá não vai da a renda esperada!
    Por isso ele quer porque quer arrumar uma forma de melar esse contrato do #Galo com a BWA, simples assim, mineirão sem #Galo não é nada.

  13. Eu quero saber de que o americano está reclamando, se antes do contrato assinado eles tinham direito a 5% da renda bruta em jogos do galo e agora com esse contrato terão direito aos mesmo 5%. O Kalil não tomou nada do América. Mas nenhuma empresa , vai querer gerir um estádio só para o mecão jogar, pois média de 700 pagantes é prejuízo na certa, por isso a BWA dividiu o risco com um clube de massa. Uma pergunta ao (Geraldo M. Bar )nquanto o América pagou ao governo de Minas pelo Indepedência? Pelo que consta, o Independêndia foi arrendado por 30 anos em 1989 .De que coligação vc fala , se nos últimos anos o América liberou para o Cruzeiro, Wagner,Francismar, Fred e para o Santos Danilo, sendo que nos dois últimos anos o galo emprestou sem custos o Marcos Rocha destaque lá. Outra questão, por que o America antes da reforma não comprou esse estádio e reformou com seu dinheiro, por exemplo com seus terrenos, assim como a Portuguesa de desportos fez com o São Paulo FC em 1956, e adquiriu o Canindé. Desse modo modo o estádio seria 100% do américa, e não haveria discussão hoje. O América fez algumas poucas reformas no campo e na iluminação isso, a mais de 10 anos e o galo nesse negócio vai entrar com 8 milhões.
    Mais uma vez ótimo texto do Roberto e do grande advogado Jarbas.

    1. Engraçado como as maiores asneiras sobre esse assunto são ditas por americanos. Eles não sabem por onde passa a questão. Depois ainda vêm com aquele papinho furado de que “a torcida do América não tem quantidade, mas tem qualidade”.

  14. A idéia é da BWA, pois ela quem decidiu para que o Galo entrasse na parceria para adimistrar juntos o Independêcia. O Kalil gostou da idéia, porque sabe que o Governo do estado quer ganhar mais com torcedores que vão ao Mineirão. O Kalil Não aceita isso e quer ver o dinheiro entrando nos cofres do clube. Então não adianta querer falar que o Kalil é um traidor e nem que esteja queimando a imagem do Clube Atletico Mineiro. Pois o Governo do estado quer a grana do povo, os administradores que administrarão o Mineirão já estão prevendo os prejuízos que levarão se o Atlético jogar só no Independência. O que eu quero é que os clubes maiores de Minas fique com cada um com 45% dos direitos do Independêcia. Basta o Gilvan tomar vergonha na cara e vender o Montillo para arcar os direitos do Estadio do Independência. Não quero ver o Governo e muito menos os Administradores do Mineirão pegarem a boa parte da grana. Porque Minas precisa de trazer grandes jogadores para que possamos conquistar TITULOS! Sem a grana dificelmente vamos ter alegrias e viveremos com as derrotas. O clubes Paulistas e Cariocas estão cada vez mais fortes, pois eles recebem uma fortuna absurdamente pela redes de televisão e outras fontes de rendas. Chega de Rio e São Paulo. Minas precisa crescer! ENTENDEM!

  15. O disse e me disse, é por que o Sergio Barroso, ficou enciumado, Kalil, teve várias reuniões com eles, e não falou nada, não deixou escapar, nada, e também por que o aécio e seu cupichas, perrela e seus asseclas ficaram com o FUIM na mão, levaram um TOMBO, um chute no traseiro, e tão com raivinha.

    Inclusive o filho do zé ruela, o deputaduzinho gustavo perrela (nome roubado) anda dizendo lá na assembleia, que aécio, vai dar o troco no GALO.

    E ahí, eu convoco a nossa Massa a Torcida, para falar, postar e colocar pra fora, tudo quanto é podre e mal caratismo destas trupe aécio perrela e rivais azul, assim, desvia o foco das noticias.

    Para começar, o tal de Marco Antonio teixeira, que foi despedido da CBF, é tio do Ricardo Teixeira, foi despedido, para não perder a GORDA indenização, o cara ganhava mais de 88 mil por mes na CBF e tava lá encostado desde 2010 , sem fazer nada, atoa, só recebendo, e este cara, já denunciiei, ele várias vezes, é conselheiro do rival azul cesta basica, e sempre prejudicava o Galo.
    Ele é um das Gang do Ricardo Teixeira, e recebeu uma fábula de indenização dos seus mais de 20 anos da CBF isto é nosso futebol.

    E agora o R Teixeira, se manda lá pra Florida, isto é para se esconder, pedir nos EEUU para não deixar extraditá-lo, querem apostar, que não volta mais no Brasil, e nem vai devolver o que pediu emprestado ao futebol do Brasil???

    1. Curioso como os políticos que se elegeram utilizando o nome do atlético estão quietos. Espero que estejam trabalhando nos bastidores, mas duvido. Está na hora do eleitor cobrar atitude.

  16. Achei ótima todas as explicações, principalmente dos atléticanos, como a torcida do cruzeiro e do américa são menores que a do galo, o chamado ponto neutro em que seis mil torcedores não conseguem assistir direito os jogos no idependência não vão atrapalhar os times de menores torcidas. A grande massa atléticana vai ocupar o estádio ou melhor dizendo a arena Galau, e seis mil atléticanos não vão poder assistir o jogo direito. Bem, há algum tempo que a massa atleticana, desde os anos 80 não assiste o jogo direito. KKKKKKKK.

  17. A verdade é que a BWA tinha que arrmar um parceiro para poder investir e ter público. Como diz um amigo ai encima iria administrar para o america ? Com 700 torcedores em dias de jogos ?
    E outra é uma parceria comercial e não administrativa e as pessoas estão confundindo isso.
    Quem vai administrar é a BWA.
    E como um investidor o Galo teria que ter a sua receita é óbvio ou o Kalil iria investir 8 milhoões para as marias jogarem lá ?
    Outra coisa,antes de fechar a parceria COMERCIAL com o Galo a BWA foi propor o mesmo para as marizetes que como são vaidosas e olho grande queriam o Mineirão e fez pouco caso do Indepedêmcia.
    Agora vem com essa dor de cotovelo e a imprensa azul fazendo essa algazarra toda para ver se mela.

    Uma coisa é certa se quiserem rasgar o contrato de concessão e o outro comercial pos licitação o governo vai ter uma dor de cabeça muito grande pq as ações na justiça vão pipocar e a arena vai ficar fechada até pq para abri-lo os parceiros precisam investir 16 milhões coisa que o estado não vai fazer mais.

    Ah é o papai smurf tem mais de 16 milhões e pode investir do dinheiro dele.

  18. O Galo, nos últimos anos, só faz merda e esse Kalil é um idiota. Se acha o maioral e nun ca ganhou nada. Podem ter certeza, daqui há alguns meses, ele vai estar ái arrumando desculpas para mais um fracasso, coisa, aliás, que el é emstre.

  19. Alerta a Massa!
    Vamos nos mobilizar para que essa corja politica azul, não nos prejudique mais! Vamos cobrar dos políticos ditos atleticanos e vamos fazer as denúncias que todos sabemos do Aecio e dos Perrellas. E não sei como tem atleticano que vota nesses caras, visto que eles são desonestos e maus…Vamos MASSA nos mobilizar e ter a coragem de desbancar o mal caratísmo do poder em Minas.

  20. O kalil e um bom administrador colocou o galo em dia com suas contas, agora falta acertar em contratações para que os títulos cheguem.Um time campeão precisa basicamente de três ótimos jogadores um camisa 10 de qualidade que quando o jogo está apertado ele resolve com um gol de falta ou coloque o 9 na cara do gol,
    um goleiro que suave o time,
    e um camisa 9 matador que ponha medo na zaga adversária…
    Warley Máximo.

  21. Duvida existe sim!!!! Olhem ahí>>>>
    http://t.co/ODE21TB

    Como podem, se o contrato de comodato ter apenas, mais 7 anos, Raimundo Sampaio já morreu, será que os filhos, deram autorização, será que podem reformar o contrato de comodato, com um MORTO, ou será que o Governo, tá IMPONDO ou é truculencia do Governo, afinal, será que vão invadir terreno de propriedade alheia, ou vão TOMAR NO PEITO

    Se o comodato foi assinado em 1989 por 30 anos, então vence em 2019, nos estamos em 2012 só resta 7 anos.

    Se dosse reformado, ou prorrogado, onde está isto, por que não noticiaram na ocasião!!!

    Tá cheirando de tramoias e das grossas, até mesmo os aumentos de 30 milhões a obra passar para 120 milhões, será que tem deputado, que consegue explicar isto ahí.

    Duvido D ou Dó.

  22. Não sou mineiro e nem acompanho o futebol de Minas, sou baiano e torcedor do Vitória. Achei uma bruta sacanagem o que Kalil fez, o América MG, se comparar com os 3 grandes de BH é o mais fraco, não disputa torneios internacionais e dificilmente se mantem na série A do nacional. Uma coisa pode ser dita. Aqui em Salvador, nos anos 80, o Bahia era o melhor time do estado, possuía grande renda, participava das melhores competiçoes, enquanto sobrava ao Vitória o ostracismo. Após a inauguração do Estádio Manoel Barradas “Barradão”, as coisas mudaram de figura. O time se estruturou, montou sue CT, modernizou seu estádio, criou um programa Sócio Torcedor forte, se comparar o padrão dos times nordestinos, se estruturou, com suas próprias forças, sem precisar de manobras financeiras e poíticas, realizadas por uma construtora e um clube desesperado, pois a anos observo que o Atlético Mg perdeu lugar no cenário nacional se tornando apenas um time coadjuvante. Será que é legal realizar manobras contra um time de menor poder aquisitivo, para bem próprio? isso para mim soa ilegal e imoral, porem em um país onde a corrupção é velada dia a dia, onde cuecas estão cheias de dinheiro público, licitações são compradas, governantes ligados ao tráfico e a lei da ficha limpa é “INCONSTITUCIONAL”, não me surpreende. O futebol deixou de ser paixão e se tornou máquina de manipulação. Abram os olhos, Atlético Mg, Cruzeiro, América Mg, Vitória, Bahia, Fortaleza, Ceará, Treze, Campinense, todos se tornaram marionetes.

  23. O problema é que o cruzeiro esta negociando tambem com a administradora do mineirão, o que vai proporcionar mais renda para o cruzeiro, do que o independencia para o Atletico, a capacidade do mineirão é muito maior que a do indenpendencia, sou atleticano, mais não sei se foi bom negocio para o Atletico ter que jogar no independencia 100% dos jogos durante os proximos 27 anos. Por favor quem tiver um esclarecimento melhor para dar, nos ajude.

Os comentários estão desativados.