A HORA DE FICAR DE OLHO É AGORA, SIM SENHOR!

Alguns tratam, sobretudo certos jornalistas mineiros, a arbitragem brasileira como intocável mesmo quando prejudicam o Atlético acintosamente. Se porventura nós, atleticanos, desconfiamos das ações dos apitadores, somos tachados de teóricos da conspiração e dizem que enxergamos fantasmas onde não existem. Dedução simplista e preguiçosa de quem não quer se envolver.

Enquanto isso, um fantasma de carne e osso, dentro de campo, vai defenestrando todo o trabalho de um clube que luta por melhores resultados. Um clube que é o mais garfado deste país há muitos e muitos anos e permanece sendo.

Pois em 2012 não vamos deixar que isso aconteça. Se queremos dar um basta nisso, temos de começar agora. Com a ajuda de todos os blogs atleticanos, vamos botar a boca no trombone a cada vez que formos prejudicados.

O Eduardo Rodrigues, atleticano desde o útero, analisou detalhadamente o “trabalho” do juiz Elmo Alves Cunha do primeiro ao último minuto da partida contra o São Paulo. Vejam os erros crassos cometidos contra o Galo, como se fosse uma cartilha elaborada pela CBF.

Com a palavra, o Eduardo:

“SEIS erros graves contra o Galo no jogo contra o São Paulo, no último domingo, e nenhuma menção nos veículos esportivos.

Vamos lá:

1° – Falta em Bernard, cometida por Rodolfo, aos 34min do 1° tempo, na entrada da área. Levou um empurrão pelas costas e após a não marcação da falta na meia lua, houve também um recuo, e NADA foi marcado. Era falta para cartão amarelo, o que deixaria o zagueiro pendurado durante o resto do jogo.

2° – Douglas, do São Paulo, fez falta em Bernard (chute no peito) aos 32min do 1° tempo. Aos 44 da 1ª etapa, o mesmo Douglas comete falta desleal em Jr César (um pisão no pé, na maldade), que poderia ser VERMELHO DIRETO, e apenas a infração foi marcada. Na sequência do lance, o juiz marca uma falta do Lucas no mesmo Jr. César (um empurrão por trás) que não foi para amarelo, mas aplica pra “compensar”.

3° – Impedimento do Jô, aos 17min do 2° Tempo. Coisa de 1 metro de diferença. Ele sairia na cara do gol. O lance nem ao menos foi comentado na transmissão do PFC.

4° – Penalti no Jô aos 16min da 2ª etapa, que após cruzamento do R49 em cobrança de falta pela esquerda, é puxado pela camisa e não chega na bola para concluir com o gol vazio. O juiz viu uma falta do Rafael Marques, que supostamente foi no mesmo momento. “Falta” onde claramente é visto uma disputa de espaço e tanto no replay, quanto na foto acima, vê-se que Rafael Marques também é puxado pela camisa. Portanto, disputa de espaço. Por qual motivo a “falta” escolhida foi a do Rafael Marques, e não a FALTA no Jô? Ressalto que isso foi na cara do JUIZ VIGIA!

5° – A expulsão de Luiz Fabiano deveria ter acontecido aos 37min do 2° tempo, quando após perder uma bola para Leandro Donizete, chegou por trás para agredir e o juiz aplicou apenas o amarelo. Aos 41, Luiz Fabiano recebe novamente o cartão amarelo por reclamação e é expulso. A confusão da expulsão durou 2min.

6° – O absurdo: no primeiro tempo, quando houve apenas uma substituição e nenhum lance polemico ou cera, o juiz informa que seriam 3min de acréscimo, mas termina o jogo aos 47:52min.
Ai vem o mais absurdo: no 2° tempo, quando houve CINCO substituições, mais a expulsão do Luiz Fabiano que durou 2min, o juiz anuncia os mesmos 3min de acréscimo do 1° tempo, e termina o jogo aos 47:12min, em pleno contra ataque do Galo.

Está na hora da torcida protestar FORTE contra isso. Fazer uma campanha com maior relevância e força do que a que foi feita contra o SIMON em 2007. Seria muito interessante organizar uma caravana de várias torcidas rumo à CBF, no Rio, para protestar e mostrar para o Brasil que estamos cansados de ser prejudicados.

O campeonato começou agora, não vamos esperar as horas decisivas para protestar. Já se foram 2 pontos contra o Bahia, no mínimo 1 ponto contra o São Paulo, e mais 2 gols de saldo contra o Palmeiras, que não vão voltar mais e irão fazer muita falta lá na frente.

Tem muitos torcedores dizendo que temos outras coisas importantes para preocupar. Espera aí, como assim?

Então porque ainda temos deficiências ou coisas a acertar, a juizada pode meter a mão? Qual a relação de uma coisa com a outra?

VAMOS ACORDAR!!!

Abraços!

Eduardo”

PARA SEGUIR O EDUARDO NO TWITTER, clique aqui

SIGA ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER clicando aqui

Anúncios

12 comentários em “A HORA DE FICAR DE OLHO É AGORA, SIM SENHOR!

  1. Ai, ai, ai… Caro Roberto, bom dia!!!

    Vou repetir sua palavras do twitter… O galo terá que suprir essa carência de honestidade por parte não só da arbitragem, mas principalmente de seus “mandantes” bandidos da pior estirpe, com gols, que serão usados como cala-boca. Puto pra carvalho…

    Rumo ao topo, contra tudo e todos, meu galo lindo!! minha cachaça…

  2. Parabéns, Du Galo e Roberto.

    É preciso ver o que pode ser feito com ações concretas e não apenas nos posts.

    Abraços.

    @RuyMorato

  3. Sempre fui de colocar meus comentários sobre os Juizes e arbitragem o nick da CBF asim eles ficam sabendo que eu VÌ OS ERROS E TÔ DE OLHO NO APITO.

    Nos TTs se todos nós reclamássemos na CBF do Sergio Correa e em todos os orgãos da imprensa, este marginal, já teria saido da CBF ele prejudica até clubes de seu estado, mas dupla de protegidos eles trata as mil maravilhas, afinal recebe dindin da grobo só pode.

  4. Foi muito estranho mesmo ninguém comentar o lance da falta em cima do Bernard, que foi claríssima, pois o zagueiro meteu o braço nas costas do garoto que até bateu com o rosto no chão. E, se o juiz achou que não foi falta e que o zagueiro desarmou “na categoria”, houve o recuo então. É foda! E tem árbitros que, além de marcar a falta, expulsaria o zagueiro, pois o Bernard estava claramente em direção ao gol. E seria a primeira oportunidade boa pro R49 guardar um de falta né?

    Outro lance que a imprensa estranhamente não comentou foi esse impedimento do Jô, que de fato sairia na cara do gol.

    Concordo com o Eduardo, foi um ABSURDO os acréssimos desse árbitro FDP. Já foi uma maldade discarada dar apenas 3 minutos. E o cidadão ainda termina aos 47 num contra-ataque onde tinha 4 Atleticanos contra 3 bambis, e puxado por nada menos que RONALDINHO GAÚCHO. O árbitro não seria doido de arriscar não ter a $$$ depositada em sua conta por causa de 1 minutinho né? Afinal, ninguém da imprensa vai comentar isso e logo esquecerão e ele apitará para seus patrões normalmente nos próximos jogos.

    E assim vai ser ao longo do campeonato. Se o GALO tiver jogando muito e vencendo, a roubalheira será discarada com gols legítimos do GALO anulados, pênaltis inexistentes marcados contra, e por aí vai, como foi contra o Palmeiras. Se o GALO tiver perdendo e não tão bem tecnicamente no jogo, será como foi contra o São Paulo, ou seja, o árbitro vai cozinhando malandramente o Atlético para manter o resultado atual.

    Parabéns à todos os Atleticanos que abraçaram essa campanha que, inteligentemente, foi iniciada pelo Roberto.

    Vamos lá, GALO! Contra tudo e contra TODOS, como sempre foi. E este ano será pior, por incrível que pareça.

    Abração!

  5. Olha eu nao sei ate q ponto adianta protestar, pq nada muda, o Kalil mesmo disse q nao iria mais a cbf para reclamar disso, pq la eles tratam vc bem, eh soh vc sair de la, q começam a rir de vc pelas costas, claro q nao devemos ser passivos com tudo isso, temos q fazer a nossa parte, mais acho q de pouco adianta, a arbitragem ta ai pra foder os times fora do eixo Rio – SP, nesse caso especifico o galo, desde q mundo eh mundo. Agora fugindo um pouco do tema se vcs me permitem. Mais uma vez sou obrigado a ver um time do segundo escalão do futebol brasileiro, decidindo pela segunda vez seguida uma copa do brasil q tera por sua vez muito provavelmente o palmeiras na final q nao esta nenhum bicho papao, e no caso o coritiba, pode ser campeao, a diretoria do galo, com o sr kalil e o sr maluf o entregador oficial de camisas, o q fizeram pelo galo dentro das 4 linhas ?. Soh nos dao mineiros e quando as marias nao estao na final, na boa eu cobro e quero um galo grande e vencedor, se isso eh errado, paciencia, mais eu cobro pq nao aguento mais ver tanta merda, ja se vao mais de 40 anos sem conquistas, e esse ano nao vejo isso acontecendo tb, nao pq o time eh ruim, mais pq falta mais contrataçoes falta a diretoria pensar direito, se nao sou obrigado a ver o galo q disputou todas as ediçoes da copa do brasil e nunca fez uma final, nunca foi campeao, a ultima semi final tem anos, e tenho q ver times de segundo escalão, ate terceiro, superando o galo nisso, sendo q esses times nao tem uma estrutura de outro mundo igual o galo, nao tem uma torcida imensa e apaixonada, nao tem tradiçao dentro do futebol brasileiro, eh dificil mesmo, ate quando meu Deus?..

  6. Assistindo o Mario Sergio, ele disse uma verdade verdadeira, os tecnicos da base, não treinam fundamentos, com os atletas,, e quando eles chegam no profissional, tem uma grande dificuldade em jogar bem, por que é exigido demais pelo jogo torcida imprensa e também pelos treinadores.

    Na base os treinadores, tecnicos, priorizam por demais as táticas e seus nomes, qualque jogador da base conhece os 4x4x2 e etc e tal, mas não sabem cabecear e nem chutar a gol que é o define uma tática, sem os gols e vitoria tática vai pro ralo.

  7. Somente se um assassino atleticano resolverá essa coisa de roubarem do Galo, no próximo jogo ele ameaçaria de morte todos os árbitros da partida inclusive o 4º árbitro, se persistissem cumpriria a ameaça e no próximo jogo, ameaçaria os árbitros e o presidente da comissão de arbitragem nacional, se persistirem os mataria e o ameaçaria o presidente da CBF, o presidente que estivesse ocupando o cargo na comissão nacional e os árbitros da partida, se persistissem continuaria a matança até que se profissionalizassem os árbitros e todos eles iriam para o sorteio como a melhor forma de escala. com suspensão automática no caso de lambanças acima de 3 jogos e ainda iriam a julgamento.

    1. Gostaria de esclarecer que o Hudson não está fazendo uma apologia à violência e sim, através de uma figura de retórica, dizendo que será muito difícil os árbitros deixarem de roubar o Galo. O L&N não apoia nenhuma ação violenta seja lá contra quem for. Obrigado.

  8. Acordar eu já acordei há muito tempo, o negócio é: O QUE FAZER?????

    Eu não saberia dizer para o kalil o que fazer quanto a isso. Difícil demais, mas tem que haver um jeito!

  9. Assisti o jogo na Sportv e o “narrador” e “comentarista” nada disseram no lance do Bernard, do “impedimento” do Jô e inclusive no lance do penal disseram que tinha sido falta do Jô (??????).
    E esperem que a coisa ainda vai piorar !!!
    Mudando de assunto, o parmera vai pagar R$2,2 pelo Obina, quanto que o Galo pagou mesmo pelo André cai-cai que não dribla nem cone ? 😦

  10. O que o Kajuru falou em seu programa Antes e Depois no sabado sobre uma conversa entre a presidente do flamengo Patricia Amorim e o presidente da CBF é de uma gravidade absurdamente alta sobre como a CBF deve conduzir o futebol beneficinado o flamengo e especificamente prejudicando o CAM. E ela não falou o que falou com o presidente da CBF se não tivesse algo muito forte nas costas para fazer uma sugestão de baixo nivel destas como forma de chantagem sobre o mesmo, que todos sabemos que a Globo sempre deteve uma influencia muito grande sobre os presidentes da entidade maior do futebol. Será que a historia de anos passados continuará a se repetir??? Neste pais podre como institução que é tudo é possivel.

  11. 4° – Penalti no Jô aos 16min da 2ª etapa, que após cruzamento do R49 em cobrança de falta pela esquerda, é puxado pela camisa e não chega na bola para concluir com o gol vazio. O juiz viu uma falta do Rafael Marques, que supostamente foi no mesmo momento. “Falta” onde claramente é visto uma disputa de espaço e tanto no replay, quanto na foto acima, vê-se que Rafael Marques também é puxado pela camisa. Portanto, disputa de espaço. Por qual motivo a “falta” escolhida foi a do Rafael Marques, e não a FALTA no Jô? Ressalto que isso foi na cara do JUIZ VIGIA!

Os comentários estão desativados.