MÍSTICA QUE NOS EMBALA E REVIGORA!

Nem um atleticano de índole fria e distante (se é que existe um atleticano assim) seria capaz de não se emocionar com a vitória maravilhosa de ontem.

Pois não foi uma vitória qualquer. De uma só vez, demos uma voadora nos peitos do Fluminense, da CBF, do juiz da partida, da comissão de arbitragem e mais uma penca de tendenciosos imbecis deste país.

Foi, literalmente, uma conquista contra tudo e contra todos. Dentro de campo, na hora da onça beber água, o Fluminense não sabia o que fazer contra o rolo compressor em que se transformou um time de machos, de jogadores de brio, vestidos de preto e branco e dispostos a esfacelar a equipe-símbolo da vergonha em que se transformou o campeonato nacional.

E, por linhas tortas, foi o que aconteceu. Digo linhas tortas porque o Fluminense ainda conseguiu marcar dois gols. À sombra da razão, era para ter sido uma goleada de, no mínimo, uns 6 a 0. Mas eles têm um goleiro que, quando não defende, conta com uma trave amiga.

O juiz fez de tudo para atrapalhar a festa alvinegra. Anulou um gol legal do Ronaldinho, permitiu que Wellington Nem atacasse impedido, fingiu não ver uma agressão do Fred, entre outras artimanhas no meio de campo que não parecem decisivas, mas que enervam qualquer um que tenha sangue nas veias.

Foi um massacre. O Galo não negociou nenhum armistício e não aceitou bandeira branca. Qualquer resultado que não fosse a vitória seria um monumental castigo.

Do lado atleticano, Ronaldinho Gaucho foi o maestro. Mas teve a companhia de monstros como Leandro Donizeti, Bernard e Leonardo Silva. Mas como destacar só esses, sem  enaltecer o Jô, marcador de 2 gols, Marcos Rocha (que precisa treinar mais marcação), Victor, Réver, Júnior César, Pierre e Berola?

Por isso, como um atleticano emocionado e explodindo de orgulho, rendo as minhas homenagens a TODOS os jogadores e ao técnico Cuca. A nação alvinegra está vibrando nas ruas sabendo que briga ainda pelo bi-campeonato. Corações sangrando de amor explícito.

Para encerrar a crônica, divulgo aqui o que o Mike Palhano, nosso amigo que mora nos States, contou no twitter: antes do jogo, convidou alguns garotos cubanos (que brincavam na rua) para assistir à partida em sua casa. Pois qual não foi a sua surpresa ao constatar que os cubanos se encantaram tanto com o Galo que passaram a torcer como se fossem verdadeiros atleticanos. Pulavam e gritavam como se estivessem nas arquibancadas do Independência. Tenho certeza que foi um dia mágico para o Mike, ao curtir a vitória de seu time e, ao mesmo tempo, converter alguns cubanos para o bom caminho.O Galo é contagiante!

Vitória épica que nos reconduz ao caminho do título. Vitória que nos ensina, mais uma vez, a acreditar na mística de uma camisa que nos embala e revigora.

SIGA ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER clicando aqui

Assistam aos melhores momentos:

Anúncios

6 comentários sobre “MÍSTICA QUE NOS EMBALA E REVIGORA!

  1. Demorei mas voltei a comentar, putz!!!!!!! QUE JOGAÇO, deu gosto ver a coragem do time Atleticano, não desistiram um segundo sequer, BÃO DEMAIS, ver os comentarias elogiando o RG49, e pensar que no dia da contratação eu fui um dos poucos que achei que daria certo, quanta burrice minha, RG49 não deu certo, ele simplesmente é o MAIOR JOGADOR QUE EU JÁ VI ATUAR COM A CAMISA DO CAM, tenho 37 anos e lembro muito pouco de REInaldo e Cia.
    KALIL 1 milhão é pouco pro Ronaldinho.

  2. Dei um tempo dos comentários dos internautas por conta do momento de instabilidade do GALO. Afinal, todos sabem que é muita cornetagem pra pouco motivo.

    Ontem ficou provado qual é o melhor (DISPARADO) time deste Brasileirão. Emocionante! Que orgulho eu tenho de ser Atleticano! E que orgulho e gratidão eu tenho por essa Diretoria, Comissão Técnica e elenco! Obrigado a todos!

    Compadre e amigos do L&N: Já não está na hora de fazer entoar o “FICA, R49”? Não nos esqueçamos que campanha da MASSA é algo que emociona qualquer mortal, diferentemente de uma tal campanha “Volta, Alex” que uma meia dúzia de simpatizantes fizeram há alguns dias.

    AÍÍÍÍÍÍÍÍ GALÃO DA MASSA!!! EU AINDA ACREDITO E MUITO!!!

    Abração!

  3. Amigo Roberto,
    Imenso prazer voltar a ler seus ótimos comentários. Bom demais. Como vc já atuou ali dentro das 4 linhas mágicas gostaria de sua opinião sobre o lance mais polêmico do jogo, me corrija se estiver enganado:
    A falta na barreira só poderia ser marcada com a bola em jogo correto? Ora, supondo uma velociade média de 80km/h, para percorrer 25 mts(antes de entrar no gol) a mesma ficou em jogo por 1,1segundos, o juiz tem que ser uma máquina para neste espaço tão curto de tempo enxergar tal infração. Outra questão, que já vimos demais, se o defensor que está na barreira enpurrar o jogador do outro time que sempre fica por ali e a barreira estiver dentro da área então será penalti!!! Será que viveremos para ver um juiz marcar isto??? Mas sendo contra o galo tudo é possível……
    Um abraço amigo

    1. Vou te responder de forma simples: Eu NUNCA VI, nem jogando e nem fora de campo, nenhum juiz marcar esse tipo de falta. Só se marca contra o Galo. Incrível isso. Abçs, amigo. 🙂

  4. Vou falar pouco:

    1. Bernard jogou muito. MONSTRO.
    Temos que aprender a valorizar mais nosso produto (se o cara não é super craque, mas quem é no Brasil??? o lado dos simpatizantes fazia propaganda de evanilson e cia ltda e ainda conseguia vender caro)

    2. Meu último comentário sobre o R49: RENOVA com ele logo para 2013! Hoje ele é 70% do time. (Com ele, a torcida está aprendendo a valorizar cara que joga bola, e não só cara que tem raça. Raça sem bola não é nada!!)

    3. Guilherme: deu boas assistências. Grande incógnita se deve ficar ou não para 2013.

    GAAAALOOOOO!!

  5. E no jogo não tivemos condição de escolher o melhor em campo, todos jogaram muita bola.
    Só espero que contra o Flamengo entremos com sangue nos olhos e ganhamos + 3 pontos

Os comentários estão desativados.