SONHAR MAIS UM SONHO (IM)POSSÍVEL

quandoamassafala...Texto escrito pelo atleticano Paulo Henrique Vilela.

Chegou o dia 18 de dezembro de 2013. Esse dia que por muitos e muitos anos existiu apenas, e tão somente, no imaginário de cada torcedor atleticano. Um dia sonhado por milhões de corações alvinegros que teimosamente resistiam a todo e qualquer infortúnio, a toda decepção e/ou derrota sofrida.

O que parecia utopia hoje é a mais pura e verdadeira realidade. Sim, o Galo venceu a Libertadores 2013, retomou o seu espaço de protagonista no futebol Sulamericano e vai retomando sua grandeza mundial adquirida na famosa excursão do “Gelo” de 1950, nos torneios de verão da França e Espanha e nas heroicas vitórias sobre seleções (França, Iugoslávia, Seleção Brasileira…).

Herdar essa paixão alvinegra do meu pai e transferi-la para meu filho foi pra mim questão de princípio, pois nada é mais sagrado e honroso do que ser atleticano. O Atlético é parte primordial da minha vida.

Cresci acompanhando meu pai nas arquibancadas do Mineirão e sempre que meu pai viajava a trabalho, me sentia muito mais próximo a ele quando assistia, ouvia ou vivia o Atlético. Nos momentos mais importantes da minha vida o Atlético sempre se fez presente. No meu casamento, que por sinal foi marcado para um dia 13, como presente surpresa de minha esposa, a Charanga do Galo animou o baile. Meu filho que hoje tem 2 anos e 8 meses nasceu no dia 25 de março, juro que por “coincidência”.

Talvez só o atleticano possa entender o orgulho que sinto ao ver meu time escalado para a Semifinal de um Mundial de Clubes. Saber que às 17:30 hs, do dia 18 dezembro de 2013, Victor, Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva, Lucas Cândido, Pierre, Josué, Ronaldinho Gaúcho, Diego Tardelli, Fernandinho e Jô estarão envergando a camisa alvinegra do Clube Atlético Mineiro é extremamente compensador. Valeu a pena cada momento dedicado a ti, Galo, cada lágrima derramada e cada comemoração adiada.

Ver a movimentação de atleticanos dos quatro cantos do mundo marchando rumo ao Marrocos é emocionante e confortador. Afinal não sou o único a viver essa loucura de sentimento chamado GALO. Não sei se teremos 15, 20 ou 25 mil torcedores em Marrakesh, fato é que vocês nos representam e serão nossas vozes em território Africano. Outros milhões espalhados pelo mundo estarão em pensamento e vibrações positivas alentando o melhor Galo de todos os tempos.

Muito obrigado a esse grupo de jogadores, a essa comissão técnica e a essa diretoria por devolverem o nosso Galo. São apenas 2 jogos que nos separam de nossa maior glória. Vocês já figuram na galeria dos maiores ídolos da história atleticana. Terão a chance de se tornarem imortais em nossas memórias. Lutem por cada bola, vibrem por cada jogada e se entreguem de corpo e alma em busca desse tão sonhado título. Nós acreditamos em vocês, torcemos por você e vivemos pelo Clube atlético Mineiro.

SIGA O AUTOR DO TEXTO NO TWITTER clicandoaqui

SIGA ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER,  clicando aqui

Anúncios

2 comentários sobre “SONHAR MAIS UM SONHO (IM)POSSÍVEL

  1. que horas é o jogo do galo no mundial de clubes – o Galo é uma das equipes pré-selecionadas para o Mundial de Clubes da Fifa. O primeiro jogo atléticano em Marrocos será no dia 18 de dezembro e o que horas é o jogo do galo no mundial de clubes é às 17:30hs, hora de Brasília.

  2. O hino é um dos mais belos do futebol mundial e constata-se que é o mais cantado no futebol brasileiro nos estádios (um verdadeiro “hit”). Por ser cantado na 1ª pessoa do plural (“Nós somos do Clube Atlético Mineiro/jogamos com muita raça e amor”), consegue contagiar coletivamente a massa atleticana, apaixonada e fiel ao seu clube e às suas cores , apesar de ser cantado errado por boa parte da torcida confundindo alguns versos.

Os comentários estão desativados.