Arquivo da tag: arbitro

A HORA DE FICAR DE OLHO É AGORA, SIM SENHOR!

Alguns tratam, sobretudo certos jornalistas mineiros, a arbitragem brasileira como intocável mesmo quando prejudicam o Atlético acintosamente. Se porventura nós, atleticanos, desconfiamos das ações dos apitadores, somos tachados de teóricos da conspiração e dizem que enxergamos fantasmas onde não existem. Dedução simplista e preguiçosa de quem não quer se envolver.

Enquanto isso, um fantasma de carne e osso, dentro de campo, vai defenestrando todo o trabalho de um clube que luta por melhores resultados. Um clube que é o mais garfado deste país há muitos e muitos anos e permanece sendo.

Pois em 2012 não vamos deixar que isso aconteça. Se queremos dar um basta nisso, temos de começar agora. Com a ajuda de todos os blogs atleticanos, vamos botar a boca no trombone a cada vez que formos prejudicados.

O Eduardo Rodrigues, atleticano desde o útero, analisou detalhadamente o “trabalho” do juiz Elmo Alves Cunha do primeiro ao último minuto da partida contra o São Paulo. Vejam os erros crassos cometidos contra o Galo, como se fosse uma cartilha elaborada pela CBF.

Com a palavra, o Eduardo:

“SEIS erros graves contra o Galo no jogo contra o São Paulo, no último domingo, e nenhuma menção nos veículos esportivos.

Vamos lá:

1° – Falta em Bernard, cometida por Rodolfo, aos 34min do 1° tempo, na entrada da área. Levou um empurrão pelas costas e após a não marcação da falta na meia lua, houve também um recuo, e NADA foi marcado. Era falta para cartão amarelo, o que deixaria o zagueiro pendurado durante o resto do jogo.

2° – Douglas, do São Paulo, fez falta em Bernard (chute no peito) aos 32min do 1° tempo. Aos 44 da 1ª etapa, o mesmo Douglas comete falta desleal em Jr César (um pisão no pé, na maldade), que poderia ser VERMELHO DIRETO, e apenas a infração foi marcada. Na sequência do lance, o juiz marca uma falta do Lucas no mesmo Jr. César (um empurrão por trás) que não foi para amarelo, mas aplica pra “compensar”.

3° – Impedimento do Jô, aos 17min do 2° Tempo. Coisa de 1 metro de diferença. Ele sairia na cara do gol. O lance nem ao menos foi comentado na transmissão do PFC.

4° – Penalti no Jô aos 16min da 2ª etapa, que após cruzamento do R49 em cobrança de falta pela esquerda, é puxado pela camisa e não chega na bola para concluir com o gol vazio. O juiz viu uma falta do Rafael Marques, que supostamente foi no mesmo momento. “Falta” onde claramente é visto uma disputa de espaço e tanto no replay, quanto na foto acima, vê-se que Rafael Marques também é puxado pela camisa. Portanto, disputa de espaço. Por qual motivo a “falta” escolhida foi a do Rafael Marques, e não a FALTA no Jô? Ressalto que isso foi na cara do JUIZ VIGIA!

5° – A expulsão de Luiz Fabiano deveria ter acontecido aos 37min do 2° tempo, quando após perder uma bola para Leandro Donizete, chegou por trás para agredir e o juiz aplicou apenas o amarelo. Aos 41, Luiz Fabiano recebe novamente o cartão amarelo por reclamação e é expulso. A confusão da expulsão durou 2min.

6° – O absurdo: no primeiro tempo, quando houve apenas uma substituição e nenhum lance polemico ou cera, o juiz informa que seriam 3min de acréscimo, mas termina o jogo aos 47:52min.
Ai vem o mais absurdo: no 2° tempo, quando houve CINCO substituições, mais a expulsão do Luiz Fabiano que durou 2min, o juiz anuncia os mesmos 3min de acréscimo do 1° tempo, e termina o jogo aos 47:12min, em pleno contra ataque do Galo.

Está na hora da torcida protestar FORTE contra isso. Fazer uma campanha com maior relevância e força do que a que foi feita contra o SIMON em 2007. Seria muito interessante organizar uma caravana de várias torcidas rumo à CBF, no Rio, para protestar e mostrar para o Brasil que estamos cansados de ser prejudicados.

O campeonato começou agora, não vamos esperar as horas decisivas para protestar. Já se foram 2 pontos contra o Bahia, no mínimo 1 ponto contra o São Paulo, e mais 2 gols de saldo contra o Palmeiras, que não vão voltar mais e irão fazer muita falta lá na frente.

Tem muitos torcedores dizendo que temos outras coisas importantes para preocupar. Espera aí, como assim?

Então porque ainda temos deficiências ou coisas a acertar, a juizada pode meter a mão? Qual a relação de uma coisa com a outra?

VAMOS ACORDAR!!!

Abraços!

Eduardo”

PARA SEGUIR O EDUARDO NO TWITTER, clique aqui

SIGA ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER clicando aqui

Anúncios