Arquivo da tag: AtleticoXVasco

ATLÉTICO 2 X 1 VASCO. HÁ MOTIVOS PARA PREOCUPAÇÃO?

Confesso que não senti a firmeza de um campeão ontem, no Mineirão.

O resultado foi excelente, mas aquele time que deveria encostar o Vasco no paredão e acabar com ele sem piedade em seu próprio terreiro, eu não vi.

O Galo fez um primeiro tempo de ataques e contra-ataques rápidos com Tardelli e Muriqui sendo acionados muito bem por Ricardinho e Correa. E dessa forma sairam os dois gols, como poderiam ter surgido mais, não fossem a furada de Muriqui e outras oportunidades perdidas. Se convertidas, teriam matado o jogo naquele instante.

O Galo necessita urgentemente de acertar o pé nas finalizações, caso contrário, irá nos custar muito caro, anotem o que eu digo!

Ainda no primeiro tempo, o meio de campo, compactado, não permitiu que o Vasco se criasse, mas a defesa voltou a dar sinais de instabilidade.

Quem se destacou de forma razoável foi Jairo CAMpos. Os outros defensores estão apenas se esforçando muito, porém, sem a consistência que se espera deles.

Talvez um 4-3-3 com Cáceres e Benitez ao lado de Jairo CAMpos seja uma boa solução para formar uma barreira alí atrás. Não sou contra Werley, mas ele está caindo de produção a cada jogo que passa, principalmente nas bolas aéreas. Ele não desgruda do chão!

Na segunda etapa, o Galo simplesmente desapareceu. O Vasco tomou as rédeas da partida e só não empatou por obra e graça de nosso Pai Celeste.

O meio de campo se abriu de vez e por ali o time carioca deitou e rolou. Muriqui e Tardelli ficaram isolados na frente e só recebiam chutões como lançamentos. Impossível jogar assim.

E Aranha voltou a demonstrar insegurança nas saídas de bola. Ele só espalmou no susto aquela bola do lance de gol do Vasco porque antes tinha saído para interceptá-la no tempo errado.

Teve de voltar para debaixo do gol e aí a cabeçada o pegou sem equilíbrio. Soltou-a nos pés do atacante deles e deu no que deu. Gol do Vasco.

Afora outras saídas equivocadas que estabeleceram um pandemônio em nossa área. O que houve com Aranha? Esqueceu tudo que tinha aprendido nesses últimos jogos?

Coelho voltou mal, Werley não sobe no cabeceio e Leandro também não produziu nada de especial para o time.

Zé Luis e Correa, para mim, foram os únicos que mantiveram a mesma pegada nos dois tempos. Correa, então, está cada dia melhor.

Fabiano não entrou em campo ontem. Foi uma peça nula na marcação, na armação e no ataque. Está na hora do genrão virar um espectador privilegiado ali ao lado do campo, sentado entre os reservas.

Ricardinho jogou uma etapa só, como a maioria. E Tardelli e Muriqui, quando tiveram a posse de bola, foram rápidos e eficientes. Mas sem bola nenhum atacante  joga e foi o que aconteceu na última etapa da partida.

Junior e Evandro entraram depois, mas não foram capazes de alterar o panorama. Evandro até piorou tudo, pois está lento e sem ritmo, além do obstáculo intransponível de suas próprias limitações.

Enfim, por pouco não atiramos um jogo ganho no ralo!

Pode ser o cansaço da jornada pesada das duas últimas semanas. Os jogadores não tiveram tempo de descansar, oprimidos por jogos, viagens e treinamentos. Temos de reconhecer que é perfeitamente possível.

Agora terão uma semana pela frente, sem o frenesi de duas competições paralelas… por enquanto. Porque vem aí a Sul-Americana, desta vez com vaga para a Libertadores.

Por este motivo, o plantel precisa ser reforçado, pois serão duas batalhas  simultâneas disputadas com o grupo principal. Não há como evitar.

Ganhamos os 3 pontos, foi ótimo e tal, porém, não há que se fazer vista grossa para as nossas falhas no campo de jogo.

Se quisermos ser campeões de uma competição tão difícil _ talvez a mais difícil do mundo _ , temos de melhorar significativamente.

E temos todas as condições para isso… espero.

E você, o que acha? Temos motivos para preocupações?

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE ->-> @robertoclfilho