Arquivo da tag: Junior

DAQUI A POUCO, O ATLÉTICO ENFRENTA O FLUMINENSE.

Sinceramente, não sei como iniciar este “Daqui a Pouco”.

Não sei se continuo no mesmo tom do último post, depois do jogo contra o Vitória, ou se esqueço e abandono de vez o episódio lamentável na Bahia e toco a vida de atleticano para a frente.

A essa altura, alguém pode estar pensando: Uai, escreva o que você sente!

Pois é, é aí que a porca torce o rabo!

O que eu sinto é exatamente, sem tirar nem por, o que escrevi acima. Um passeio psicodélico entre a verdade funesta e a hipocrisia com ares de celebração.

Ou seja, trafego neste instante na dúvida entre celebrar o futuro ou descer a lenha no presente, que quer queira, quer não, influirá lá na frente.

De todo modo, nós atleticanos temos de escolher um caminho. E a nossa rota JAMAIS estará desconectada do Galo mais lindo do mundo.

Onde ele for, estaremos juntos na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza e nas vitórias e nas derrotas. Um casamento indissolúvel (infinitamente mais sólido que os meus), que nos unirá até morte.

Apesar das raivas que o Galo nos faz passar, o Clube Atlético Mineiro é, de longe, o time mais amado da terra.

Então, neste instante, só me resta analisar com frieza as nossas possibilidades, esperando que a derrota inesperada de quarta-feira tenha exalado seus venenos e toxinas para dentro do ralo e por lá permaneçam ad eternum, por toda a eternidade.

E que os jogadores tenham exorcizado esse medo absurdo de serem felizes!

Sendo assim, entraremos em campo com a responsabilidade de nos reabilitarmos da última derrota.

O Fluminense, com Fred, é a bola da vez. É bom salientar que no penúltimo jogo, contra o Corinthians, perderam injustamente. Tiveram gols anulados incorretamente, dominaram a partida e deram um calor danado no time paulista.

Na última rodada, contra o Flamengo, venceram de 2 a 1.

A atitude que nos faltou antes, não pode, de forma alguma, estar ausente neste domingo. Tem de entrar em campo junto com os atletas, pois o adversário não é bobo nem nada e estão em fase de crescimento.

Em termos de elenco,  o Galo não deve nada pra ninguém. O que está pegando é a falta de postura, de comprometimento, de sangue correndo nas veias.

Mas isso nós possuíamos até pouquíssimo tempo atrás. Então porque está em falta agora?

Será a transição que acontece na Cidade do Galo? Saída de alguns mais antigos e a chegada de novos jogadores?

Talvez a tensão que envolve situações semelhantes é que esteja gerando um momento de instabilidade emocional. E se for, está perto de acabar.

Pois os que, por um motivo ou outro, tiveram de sair, já saíram. Não adianta ficar lamentando as suas ausências, notadamente a de Correa, um senhor volante, que só tenho a agradecer a dedicação e a raça colocada a serviço do Galo. Verdadeiro homem e íntegro profissional.

Entretanto, o Galo será sempre maior que ele ou eles. E os que chegaram toparam com a melhor estrutura do país para abrigá-los e certamente farão tudo para corresponder à confiança da comissão técnica que os indicou.

Dois dos novos (Diego Macedo e Ricardo Bueno) estarão em campo (ou no banco) contra o Fluminense. Talvez seja o dia em que Ricardo Bueno fará o seu primeiro gol pelo Atlético, quem poderá dizer que não?

Enfim, mesmo com o time alterado no meio de campo e na defesa (pois Jairo CAMpos está suspenso) temos chances com sobras para vencermos e empurrarmos o time carioca para a rabeira da tabela.

No lugar de CAMpos, Lima tem grandes possibilidades de reestrear pelo Galo. Uns certamente gostarão e outros não. Está nos pés dele apontar os que estão mais corretos.

No meio, João Pedro ou Junior podem entrar jogando. Talvez com João Pedro tenhamos uma marcação mais sólida. Mas Junior cria mais.

Mas, com eles ou sem eles, vamos pra cima do Flu, meu Galo querido!!

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE ->-> @robertoclfilho
Anúncios

ATLÉTICO 4 X O CALDENSE

Eu vi um Galo com uma dificuldade danada de superar a forte marcação da Caldense até os 30 minutos do primeiro tempo.

Nesse período, a Caldense teve mais chances reais de gol. O nosso meio de campo não dava combate, a zaga estava insegura (principalmente Cáceres) e o ataque não conseguia tramar objetivamente.

Uma pane generalizada entorpeceu todo a equipe. Mas nesse atual time do Atlético, não se pode negar que os caras podem estar mal, a bola quicando quadrada, mas os jogadores se doam dentro de campo. Você não vê nego fazendo corpo mole. Erram, mas não desistem de tentar acertar. Sou capaz de dizer que neste momento da formação do time, esta é a nossa maior virtude. Um time incansável em campo em busca de um maior equilíbrio.

E de tanto procurar acertar, por volta dos 30 minutos a equipe promoveu uma blitz para dentro da área da Caldense que resultou em duas bolas na trave.

A partir daí, tomou conta do jogo. Pouco depois, Renan Oliveira fez um bonito gol e aliviou a nossa barra, pois se o Galo fosse para o vestiário carregando um 0 a 0, as vaias explodiriam no Mineirão.

Alguém duvida? Eu também estou aprendendo a conhecer a nova torcida do Galo, uai!

No segundo tempo, a postura foi outra. A pegada no meio entrou em campo, Cáceres e Jairo CAMpos corrigiram o seu posicionamento e o volume de jogo voltou.

Os gols foram saindo naturalmente, Fabiano calibrou o pé e a cabeça, Junior detonou a trave novamente e se não fosse a sorte da Caldense, o Galo teria metido muito mais gols.

Alguns comentários sou forçado a fazer:

_ Junior jogou muito bem ofensivamente, mas não tem mais condições de marcar ninguém. Quando um atacante adversário parte pra cima dele, pode entregar pra Jesus e fechar a tampa. Vejo duas soluções: Ou se arma uma cobertura efetiva, ou bota o Junior no meio. Da forma como ele está correndo, e da forma como está lançando bem, renderá mais que Ricardinho e Evandro.

_ Obina continua lutando muito dentro de campo e incomodando a defesa. É um carrapato. Foi premiado com um gol dado de bandeja por Renan Oliveira.

_ Até que enfim Renan Oliveira jogou melhor. Embora durante o jogo tenha perdido bolas que deixaram a nossa defesa vendida, teve o mérito de fazer um golaço e dar assistência a mais dois. Hoje eu vi um esforço maior de sua parte, pois até voltou para marcar. Mas não fiquei entusiasmado nem um pouco, confesso. Tem ainda de comer muito feijão para ser aquele jogador que faz a diferença. Não por falta de talento, mas sim por causa de sua apatia crônica. Se exagerarmos nos elogios a ele por causa deste jogo, estampará uma máscara tão grande que só voltará a jogar bem daqui a uns 12 anos.

_  Aranha fez uma defesaça ao final do segundo tempo. Ele é realmente muito bom debaixo das traves. Mas faz cada jogada ridícula com os pés que mata a gente de vergonha!! Aquela do princípio do primeiro tempo, quando sozinho com a bola, disparou um chutão estranho para a lateral, foi de doer os corações daqueles que prezam um bom futebol.

_ Enquanto Muriqui jogou mal, Coelho fez uma de suas melhores partidas vestindo a nossa camisa. Jogou em todos os espaços do campo, deu cobertura aos zagueiros e ainda foi à linha de fundo várias e várias vezes. Apesar de tudo isso, ainda foi vaiado por causa de dois cruzamentos errados. Juro que eu não entendo. Se você que me lê entende, por favor, me ajude!!

_ Cáceres precisa urgentemente de fazer um treinamento físico específico para potencializar o arranque. Se a comissão técnica não entender essa necessidade, Cáceres continuará sem condições de acompanhar os rápidos atacantes do futebol brasileiro. Quando ele pensa em dar o pique, o cara já está na cara do gol.

_ Ah, antes que eu me esqueça. O juiz vetado foi o melhor juiz que vi atuar nesse campeonato. Pelo menos, apita futebol e não volei ou outro esporte que não existe contato físico. Não procurou aparecer como uma libélula deslumbrada azul, não distribuiu cartões para garantir a sua cara na TV e principalmente, não prejudicou o Galo. Parabéns, mas ratifico a afirmação: a sua escalação foi uma afronta ao Galo!!

Enfim, gostei muito da vitória, que quase nos garante matematicamente entre os classificados. Mas sei que ainda falta muito para este time dar liga.

Vanderlei Luxemburgo ainda tem muito fosfato pra queimar.

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE NO GALO À DIREITA DA PÁGINA.