Arquivo da tag: Neto Berolla

DAQUI A POUCO, O ATLÉTICO ENFRENTA O CORINTHIANS.

Eu não me arrisco a projetar a escalação do Galo neste domingo, contra o Corinthians. Seria um reles exercício de adivinhação.

Nem no ataque, com Ricardo Bueno e Neto Berolla (que são os únicos atacantes relacionados para o jogo), eu seria capaz de cravar um palpite, pois não duvido que só um deles entre jogando.

E neste caso, o time teria uma característica mais defensiva, ao contrário do último jogo, quando atuava em casa.

Vá lá saber o que se passa na cabeça de Luxemburgo. Mas ele não gosta de esquemas muito defensivos e, mesmo na casa do adversário, vai querer agredí-lo.

E, na minha opinião, estará correto se assim decidir. Jogar na defesa 90 minutos contra o time paulista apoiado por sua torcida, não é uma pedida saudável.

Nenhum time suportaria tal pressão. Há de se ter válvulas de escape aqui e ali. Neste jogo, o papel de Serginho será fundamental para que o Galo saia com um bom resultado.

Serginho é rápido, distribui bem o jogo e consegue suprir muito bem a nossa deficiência na transição de bola entre defesa e ataque. E se estiver em um dia bom, os nossos contra-ataques serão letais.

Se jogarmos com apenas um atacante,  Neto Berolla será o escolhido por conta de sua velocidade e atrevimento.

Ele parte pra dentro do adversário e não é de respeitar camisa.

Há muito tempo não tínhamos um atacante assim no elenco. É uma grata surpresa vê-lo jogar tão bem. Que se mantenha assim.

Quanto à nossa defesa, que vem se apresentando de uma forma tão claudicante, neste jogo em São Paulo não poderá falhar. Afinal, estaremos num embate com o atual líder do brasileirão.

Tenho certeza que Luxemburgo aumentará a proteção à zaga, pois os espaços que concedemos no meio é o que, na maioria das vezes, deixa a defesa do Galo de calças na mão.

Concentração, compactação e velocidade são as palavrinhas mágicas para  ganhar esse jogo.

Tenho a certeza que a vitória contra o Atlético-GO trouxe um reforço moral à auto-estima dos jogadores que estão sendo utilizados no momento.

E a preleção de Luxemburgo deverá enfatizar e valorizar esse aspecto puramente psicológico. Pois o adversário é forte, porém, está longe de ser invencível.

Então, meu Galo querido, vamos pra cima deles!

PARA SEGUIR ESTE BLOGUEIRO NO TWITTER, CLIQUE >> @robertoclfilho

Anúncios