Arquivo da tag: Nova Lima

VILLA NOVA 1 X 2 ATLÉTICO – AVENTURAS NO PASTO.

O que dizer de um jogo disputado em um verdadeiro pasto?

Para se jogar futebol profissional, precisa-se de, no mínimo, um gramado decente. No estádio Castor Cifuentes, gramado decente é expressão intraduzível do dialeto mandarim ou tupi-guarani. E não entendo como, tanto o Villa Nova quanto a prefeitura de Nova Lima, não sentem vergonha de ofertar essa porcaria ano após ano, sem que nada seja feito para resolver o problema.

E olha que não estou falando de todo o estádio não. Estou me referindo somente ao gramado! O povo de Nova Lima merece coisa melhor, com certeza.

Tecnicamente, o jogo de hoje se assemelhou a uma pelada de amigos barrigudos e com as caras cheias de cachaça.

Devido às condições do campo, foi um festival de chutões dos dois lados. E esse comportamento tem uma certa lógica. Afinal, quando a bola está no ar, não há o sacrifício de dominá-la quicando que nem louca num gramado horroroso.

Não estou livrando o Atlético de críticas por sua baixa performance neste domingo. Não sou, nem de longe, um daqueles que tentam tapar o sol com a peneira, pois a minha maior preocupação não são os 100% de aproveitamento contra times fracos do fraco campeonato mineiro.

O que me martela a cabeça é saber em qual nível estamos em comparação com os times fortes do campeonato brasileiro, isso sim. E a cada jogo que passa, eu fico mais com a pulga atrás da orelha.

Reconheço que o preparo físico do Galo está ótimo e isso é um fator promissor. O time, depois de uma viagem estafante ao Mato Grosso do Sul, conseguiu superar o Villa Nova em termos de condicionamento, mesmo que este tenha descansado durante a semana.

Como podem notar, não fiz uma análise do jogo em sua parte tática e tampouco analisarei a partida em suas várias nuances. Eu já fui jogador de futebol e não rendia nem 10% da minha capacidade quando atuava em campos parecidos com o do Villa. Era como se a bola ficasse oval… e bola oval, caro amigo, é coisa de futebol americano. Então, não quero fazer aquilo que eu não gostaria que fizessem comigo.

Ressalto a atuação de Leandro Donizeti, que parece jogar bem até em campo de cascalho e cacos de vidro. Desarma sem falta, ganha todas as divididas, não erra passes e ainda encontra fôlego para encostar no ataque. É, sem sombra de dúvidas, a melhor das recentes contratações do Galo. Grata surpresa!

Destaco também a garra e a disposição da equipe para buscar a virada. Não fosse este comprometimento, teríamos saído de Nova Lima amargando a primeira derrota no lombo.

Enfim, o que sei com a mais absoluta certeza, é que temos de melhorar muito. E bota muito nisso!

Siga este blogueiro no twitter clicando aqui

Anúncios